• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Inter muda forma de acesso de menores ao Beira-Rio

    Mudança vale para crianças de cinco a 11 anos (Foto: Ricardo Duarte)

    Para aprimorar o planejamento e controle das operações em dias de jogos e, consequentemente, melhorar o serviço oferecido ao torcedor, o Inter reformulou o procedimento de acesso de crianças de cinco a 11 anos ao Estádio. A alteração, que está alinhada com as normas que regulam os eventos desportivos com presença de torcida, em especial de menores, e que visa aumentar ainda mais a segurança de quem frequenta o Beira-Rio, passa a valer neste domingo (28/11), na partida contra o Santos, às 19h.

    De acordo com o vice-presidente de Administração, Victor Grunberg, “a lei determina que o Clube atue preventivamente na proteção de crianças que estiverem no estádio. Além disso, deve fiscalizar o controle de seus acessos acompanhadas pelos responsáveis, condição imprescindível para que seja liberada a entrada”.

    Hoje, o Clube tem a modalidade associativa Sócio Coloradinho, que abrange a faixa etária de cinco a 11 anos, e cuja mensalidade custa R$ 6,25. “Temos quase seis mil crianças associadas nesta modalidade. Isso nos enche de orgulho, uma vez que são as novas gerações de colorados que já estão aprendendo a amar o Clube. Para entrar no Beira-Rio, o Sócio Coloradinho deve fazer Check-in e apresentar a carteirinha, o que nos ajuda a ter uma organização maior no controle de acessos”.

    Sócio Coloradinho tem acesso direto pelo Check-In (Foto: Bruna Maganha)

    No entanto, segundo Grunberg, por uma questão cultural, o Clube vinha permitindo que crianças de menores de 12 anos assistissem aos jogos sem avisar e ou comprar ingressos, não exigindo qualquer tipo de associação. Agora, buscou reformular a maneira de controle sobre as crianças não sócias desta faixa etária, fazendo com que compre seu ingresso ao valor de R$ 12,50, registrando, assim, de forma oficial sua presença no jogo. “O Inter está corroborando o que já foi definido no Estatuto da Criança e do Adolescente e o que é solicitado pelo Ministério Público. Nossa responsabilidade é primar pela segurança de todos que estejam aqui nos nossos eventos”.

    Vale ressaltar que o Clube irá destinar parte da renda obtida com a venda dos ingressos para projetos e instituições que atendam as necessidades de crianças que atualmente são incentivados pelo Internacional. Além disso, vai manter uma carga social de ingressos para crianças desta categoria que não tenham condições de arcar com esse valor.

    Grunberg reitera que a medida da cobrança às crianças não sócias é fundamental para a melhor operação em dias de jogos. “Optamos por essa mudança para valorizar o nosso Sócio Coloradinho e, principalmente, para termos o real conhecimento da nossa ocupação, uma vez que antes era preciso reservar espaço para os menores, mesmo sem termos ingressos disponíveis aos sócios ou para venda aos torcedores em geral. Agora, saberemos quantas pessoas estarão no Beira-Rio comprando ingresso”, ressalta.

    Outra informação relevante diz respeito às crianças de colo com até 4 anos, pois as mesmas têm entrada gratuita e devem estar acompanhadas pelo responsável. Desta forma, estão dispensadas de confirmar presença.