• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Gurias garantem vaga na final do Gauchão Feminino

    Gurias golearam neste Dia da Consciência Negra/Foto: João Callegari

    Finalistas! As Gurias Coloradas superaram o Brasil de Farroupilha por 10 a 0, na tarde deste sábado (20/11), no confronto de volta das semifinais do Gauchão Feminino de 2021. Wendy Carballo, quatro vezes, Rafa Travalão, duas, e Fabi Simões, Júllia, Shashá e Belinha marcaram os gols do Inter no confronto, disputado no Sesc Protásio Alves. Agora, o Clube do Povo aguarda o classificado de duelo entre Grêmio e Flamengo de São Pedro para conhecer seu adversário na finalíssima, marcada para o próximo dia 5 de dezembro.


    Coloradas pressionam desde o apito inicial

    Antes do apito inicial, a partida deste sábado já carregava significado histórico para as Gurias, que foram a campo vestindo a nova camisa preta do Internacional. No minuto de silêncio que antecedeu o início do embate, as coloradas fizeram uma necessária manifestação contra o racismo, com punhos erguidos em alusão ao Dia da Consciência Negra, comemorado neste 20 de novembro, e que reforçaram a principal mensagem do dia: amamos o Inter, odiamos o racismo!

    Colorados fizeram bonito gesto antirracismo antes da partida/Foto: João Callegari

    As Gurias iniciaram o confronto afim de jogo, e cobraram pouco mais de um minuto para construir a primeira chegada de perigo à meta rival. Lançada em profundidade, Fabi fintou a goleira e, rente à linha de fundo, cruzou na direção de Rafa Travalão. Antes da camisa 11, contudo, a zaga cortou em escanteio. Logo depois, aos três, Leidi disparou pela direita e levantou na segunda trave, na medida para Shashá, que dominou e finalizou para as redes. O lance, contudo, foi invalidado por toque de mão da atacante colorada.

    Wendy abriu o placar no início do confronto/Foto: João Callegari

    Intensa, a pressão colorada surtiu efeito aos seis. Em velocidade, Wendy recebeu assistência de Rafa Travalão e, na altura da meia-lua da grande área, percebeu hesitação da goleira para cabecear por cima, de cobertura. Inter 1 a 0, escore duplicado no minuto 16, quando Leidi voltou a aproveitar os espaços oferecidos pela defesa rival. Pela direita da área, a camisa dois cruzou bola rasteira que nem Wendy, nem Shashá aproveitaram. Parcial, o corte da zaga foi aproveitado por Rafa, que soltou a bomba de perna direita para ampliar a conta.

    Rafa brilhou na etapa inicial/Foto: João Callegari

    A primeira etapa de Rafa foi iluminada. No minuto 20, a camisa 11 recebeu bom passe de Fabi e, da intermediária de ataque, a consideráveis metros de distância da meia-lua, encheu o pé. Teleguiado, o arremate morreu nas redes serranas. Com o terceiro gol, as Gurias passaram a cadenciar o jogo, também porque o Brasil, antes corajoso para enfrentar o Inter de igual para igual, passou a apresentar intensidade distinta àquela de outrora.

    Camisa 11 exibiu pontaria afiada/Foto: João Callegari

    A envolvente troca de passes do Inter cansou a marcação adversária, que sofreu com o desfalque de Yasmin, expulsa no minuto 41. Logo depois, Fabi fez fila, avançou em velocidade até as cercanias da área e finalizou com estilo, no ângulo. Gurias quatro a zero, em um gol tão bonito quanto a comemoração de punho erguido da artilheira, devidamente ovacionada pela torcida.

    A conta de quatro a zero ainda não satisfazia os interesses das Gurias, que voltaram a balançar as redes antes do intervalo. No último minuto da etapa inicial, Djeni dominou pela esquerda da entrada da área e acionou Wendy, que voltou a ser camisa nove para finalizar rasteiro na saída de Bina. Agora sim, os times estavam autorizados a partir para os vestiários.

    Fabi fez lindo gol para ampliar a goleada do Inter/Foto: João Callegari

    Cinco vira, 10 acaba

    Se teve gol no último minuto da primeira etapa, também teria bola na rede no instante de abertura da segunda. De volta a campo com quatro mudanças, simbolizadas nas entradas de Mileninha, Mai, Isa e Belinha nos lugares de Rafa Travalão, Djeni, Bruna Benites e Sorriso, as Gurias aumentaram a conta depois de Isabela, logo em seu primeiro toque na bola, impedir que a zaga serrana afastasse o perigo e levantar na segunda trave, onde Wendy apareceu para acertar testaço consciente.

    Shashá marcou uma pintura de fora da área/Foto: João Callegari

    O segundo da etapa final, sétimo da tarde, saiu aos cinco. Da meia-lua, Mai tentou arremate de perna canhota, mas viu o chute sair mascado e rasteiro. Assim, a finalização virou assistência, aproveitada por Wendy Carballo, já na pequena área. De fora dela, e também da grande, quem balançou as redes foi Shashá, em lindo tiro de perna direita que a goleira até resvalou, mas não defendeu.

    O protagonismo da ala jovem do elenco colorado é uma das principais características da campanha das Gurias no Gauchão de 2021, e foi colocado à prova, por Júllia, no minuto 15 da etapa final. Atuando pela segunda vez com a camisa do Inter, a atacante, que substituiu Fabi Simões, marcou seu segundo gol pelo Clube do Povo após falta cobrada por Leidi. Da direita, a bola viajou até a trave oposta, onde encontrou o pé direito da joia alvirrubra. Eram nove!

    Wendy marcou quatro no Sesc Protásio Alves/Foto: João Callegari

    Na tarde dos golaços, o último do Inter fez jus à fama do sábado. Da esquerda, Belinha arrastou a marcação antes de cortar para a perna direita e perceber o famoso dormitório da coruja. Nele, o foguete de perna direita explodiu, testando a resistências dos barbantes que sustentam a meta do Sesc. Com o placar agregado de 16 a 1, as Gurias asseguraram a vaga em mais uma final de Gauchão Feminino, a quinta consecutiva.


    Ficha técnica:

    Internacional (10): Vivi; Leidi, Bruna Benites (Isa Haas), Sorriso (Belinha) e Ari; Djeni (Maiara), Mari Pires, Wendy (Maranhão) e Shashá; Rafa Travalão (Mileninha) e Fabi Simões (Júllia). Técnico: Maurício Salgado.

    Brasil de Farroupilha (0): Sabrina; Adri, Letícia, Joyce (Vergani) e Yasmin; Laysa (Dessa) e Luana (Vick); Keka (Bianca Bender), Bruna Lisandra e Barbosa (Yasmin Ramos); Tanque (Duda). Técnico: Fernando Varani.

    Gols: Wendy Carballo, aos 6’/1ºT, 48’/1ºT, 1’/2ºT e 5’/2ºT, Rafa Travalão, aos 16 e 20’/1ºT, Fabi Simões, aos 44’/1ºT, Shashá, ao 13’/2ºT, Júllia, aos 15’/2ºT, e Belinha, aos 34’/2ºT (I).

    Cartões amarelos: Rafa Travalão (I). Yasmin, Joyce, Barbosa e Luana (B).

    Cartão vermelho: Yasmin (B).

    Arbitragem: Ruggeri Damasco da Fontoura, auxiliado por Luiza Reis e Tais Ruver.

    Estádio: Sesc Protásio Alves.

    Imagens

    Fotos: João Callegari