Associe-se

Em entrevista para a Rádio Colorada, Victor Grunberg tira dúvidas sobre o aumento do público no Beira-Rio

O Gre-Nal 434 estabelecerá o novo recorde de público do Beira-Rio após o retorno da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande às arquibancadas da casa vermelha. Atendendo a decreto do governo gaúcho, o Gigante poderá receber até 50% de sua capacidade no clássico deste sábado, o que totaliza cerca de 25 mil pessoas. Com o objetivo de esclarecer potenciais dúvidas de colorados acerca da novidade, o vice-presidente de Patrimônio e Administração alvirrubro, Victor Grunberg, participou do Programa do Inter, noticiário da Rádio Colorada, desta sexta-feira (05/11). Confira a íntegra:

De imediato, Victor elucidou os ritos adotados até a mudança no decreto estadual. O aumento da capacidade permitida nos estádios foi decretado pelo governo gaúcho em decorrência das constantes reuniões realizadas entre o poder público e representantes dos clubes do Rio Grande do Sul, e reconhece a qualidade dos protocolos adotados pelo Colorado.

“A liberação de presença e percentual de público não é o Clube quem define. É o governador, com o gabinete de crise. A Federação Gaúcha e os outros clubes que disputam a Série A têm participado de reuniões semanais e, vou ser muito sincero, acho que a gente tem sido um exemplo. Assim como a gente construiu de 30% para 50%, estamos pleiteando, para o ano que vem, os 100%, sempre acompanhando o avanço da vacinação na segunda dose, que é um fator muito importante.”

Victor Grunberg
Torcida colorada convive com rígidos protocolos desde o retorno ao Beira-Rio/Foto: Felipe Bortoluzzi

Exatamente a respeito dos protocolos, Victor destacou as poucas mudanças que precisarão ser adotadas pelo Inter. As novidades mais impactantes na rotina colorada, como o acesso em duas etapas ao Estádio, dividido entre os portais de entrada no Pátio e as próprias catracas, são um exemplo de rotina que será mantida neste sábado. Por outro lado, grupos de até seis pessoas poderão assistir à partida juntos – o dobro do anteriormente permitido.

“As mudanças, em aspectos operacionais, são pequenas. O governo tinha liberado 30% de presença de público. Agora, temos liberação para 50%. Antes, podiam se reunir grupos de até três pessoas. Agora, são seis. Pessoal está organizando as fitas de isolamento. E faço o reforço: ocorrem duas verificações. Uma, para entrar no perímetro do Estádio, nos portais, e, depois, nas catracas. Na primeira, também se avalia a questão da carteira de vacinação, e convocamos o torcedor para chegar o mais cedo o possível.”

Victor Grunberg
Antes, até três pessoas podiam assistir ao jogo juntas/Foto: Ricardo Duarte

O dirigente colorado fez questão de reforçar a importância de que a torcida chegue antecedência para o clássico do Beira-Rio. Os portões do Estádio, como de costume desde o retorno do público, serão abertos três horas antes do apito inicial, e os bares localizados no pátio estarão operando, dentro dos protocolos exigidos, para atender da melhor maneira aqueles que superarem a primeira barreira de acesso Gigante.

Os portões abrem com três horas de antecedência, e a questão dos bares internos, que me questionam bastante, estarão à disposição. Abertos, seguindo os protocolos de restaurantes e bares daqui do Rio Grande do Sul. Normalmente, quem chega em cima da hora fica na fila. Nesse jogo, em que além da carteirinha, se cobra o E-Ticket, que tem que ser nominal, e a verificação da carteira de vacinação, gera um pouco de fila. Então, quem puder, vai chegando, e vamos respeitar o regramento. Nossa expectativa está lá em cima!”

Victor Grunberg
Chegue cedo ao Gigante!/Foto: Ricardo Duarte

A respeito dos portais de acesso, Victor ressaltou que são quatro as entradas ofertadas à torcida. Dessas, as localizadas no Edifício Garagem e no Sunset têm convivido com poucas filas, e são aconselhadas para quem busca maior velocidade no momento de entrar no Estádio. Quaisquer mudanças, vale lembrar, são constantemente informadas pelos colaboradores do Clube do Povo, que acompanham em tempo real o comportamento do público nas cercanias do Gigante.

“A gente tem acessos na Estátua do Fernandão/Letreiro, no Gigantinho, no Sunset e no Edifício Garagem. Tem formado bastante fila na altura do Letreiro, e a fila é menor no Edifício e no Sunset. Recomendo ao torcedor que use essas entradas. Temos pessoas com megafone fazendo essas indicações, porque a nossa equipe está sempre assistindo às câmeras e vendo o que acontece no pátio e no complexo.”

Victor Grunberg
Portal localizado na altura do letreiro tem concentrado filas

Praticamente inexistem lugares à venda para o Gre-Nal 434. As entradas para o clássico foram comercializadas seguindo o novo ritual de serviço de jogo para partidas no Gigante, através do qual o Clube do Povo disponibiliza uma determinada carga de ingressos para cada grupo de categorias de sócios e sócias. Os critérios adotados pelo Inter no processo de segmentação da massa associativa também foram apresentados por Victor na entrevista para a Rádio Colorada.

“Nós pegamos os dados de 2018 e 2019, avaliamos a assiduidade das categorias e tentamos fazer proporcional. Existem diversas modalidades, e as segmentamos em quatro grupos. O primeiro nem precisaria fazer Check-In. O segundo, sim. Já o grupo três compra ingresso com desconto, enquanto o quarto paga ingresso cheio, mas com preferência – o Nada Vai Nos Separar -, e também tem a Academia do Povo, para a qual destinamos a mesma quantidade de lugares de antes da pandemia. Pelas métricas, tentamos trazer o Beira-Rio mais próximo do que a gente tinha na normalidade.”