03/12/2018

Uma década da Copa Sul-Americana: 10 curiosidades sobre o título colorado

O dia 3 de dezembro de 2008 ficará para sempre marcado na memória de todos os colorados. Neste dia, há exatos 10 anos, o Internacional conquistava a taça da Copa Sul-Americana. Uma conquista inédita não apenas para o Clube do Povo, que adquiriu a única taça que ainda lhe faltava. Em homenagem aos 10 anos do título, separamos 10 curiosidades sobre a conquista colorada. Mais imperdível do que isso somente aquele time colorado! Confira:

1 - Conquista inédita: O Internacional foi o primeiro time brasileiro a chegar à final e levantar a taça da Copa Sul-Americana.


2 - Campeão de Tudo: Mundial de Clubes, Copa Libertadores, Brasileirão, Recopa, Copa do Brasil, Estadual e... Sul-Americana. Uma coleção e tanto! Com a conquista da taça inédita, o Inter passou a ostentar títulos de todas as competições possíveis e a ser conhecido como o 'Campeão de Tudo'.


3 - Campanha invicta: A trajetória colorada foi praticamente perfeita! Foram 5 vitórias e 5 empates. O time marcou 16 gols e sofreu 6. Depois de empatar as quatro primeiras partidas, a equipe do técnico Tite foi avassaladora e empilhou 5 vitórias seguidas.


4 - Adversário de respeito: Tradicional clube argentino, o Estudiantes contava com uma grande equipe quando decidiu a taça com o Colorado, em 2008. Além do grande ídolo e craque Verón, a equipe de La Plata dispunha de nomes de respeito, como Gastón Fernandez, Boselli, Desábato e Andújar. No ano seguinte, este mesmo time traria ao clube argentino o seu quarto título da Libertadores, da qual nunca perdeu uma final.


5 - Só Pelé: Entre os times brasileiros, somente o Inter, em 2008, e o lendário Santos de Pelé, na Libertadores de 1963, conseguiram a façanha de eliminar o Boca Juniors vencendo dentro de La Bombonera. Um feito para poucos!


6 - Dupla de artilheiros: Difícil saber qual deles foi o mais decisivo. Nilmar e Alex dividiram a artilharia da competição com 5 gols cada. Nas finais, o camisa 10 marcou o gol da vitória em La Plata. Já no jogo de volta, em Porto Alegre, foi a vez do atacante, que decidiu a partida no apagar das luzes.


7 - Primeiro baile de D'Ale: Era o começo de um relacionamento que dura até hoje. O título da Sul-Americana foi o primeiro de D'Alessandro em Porto Alegre, onde chegara meses antes da conquista. Depois dessa, vieram outras 11 taças do hoje ídolo incontestável do Clube do Povo.


8 - Outra vez no Oriente: O título deu direito ao Inter de disputar a Copa Suruga Bank no ano seguinte, quando bateu o Oita Trinita, do Japão, na final. Três anos após conquistar o Mundial de Clubes da FIFA, o Colorado voltava a levantar uma taça em terras orientais.


9 - Gostinho especial: O título ainda teve um ingrediente e tanto. Na primeira fase do torneio, o Colorado deixou o Grêmio pelo caminho. Era a quinta vez consecutiva que o Clube do Povo despachava o seu maior rival em confrontos eliminatórios.


10 - Para sócio ver: De maneira inédita no Brasil, apenas sócios do Inter puderam comparecer ao segundo jogo da final, no Gigante. Para ser exato, 51.803 sócios. Na época, o Clube ainda se aproximava da marca de 100 mil membros em seu quadro social, número atingido em 2009.


Outras notícias
Loja Virtual