04/08/2013

Empate em 1 a 1 no primeiro Gre-Nal da Arena


Inter lutou muito no clássico 397 e entrou no G4 com o empate obtido na Arena

O Internacional empatou em 1 a 1 com o Grêmio no clássico que foi disputado na tarde deste domingo, o primeiro da história da Arena, válido pela 11ª rodada do Brasileirão. Os gols saíram no primeiro tempo, com os donos da casa abrindo o placar com Barcos, de pênalti, e Leandro Damião empatando dois minutos mais tarde. 

O Colorado atuou com um jogador a menos nos 15 minutos finais, já que Jorge Henrique foi expulso. Fabrício também foi exageradamente expulso nos acréscimos pelo árbitro Fabrício Neves Corrêa, que também deixou de aplicar cartões óbvios aos jogadores gremistas ao longo da partida.

Na base da garra, o time de Dunga segurou o empate e chegou aos 19 pontos na tabela, ocupando a zona de classificação à Libertadores, na quarta posição. O próximo desafio no campeonato será diante do Atlético-PR, dia 11, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

> Veja a galeria de fotos do clássico

> Torcida colorada dá show de mobilização

Vídeo: colorados fazem bonito no Gre-Nal 397

> Números do Gre-Nal

Índio fica de fora

O Inter teve dois desfalques no terceiro clássico da temporada. O lateral Gabriel, lesionado, não pôde atuar contra seu ex-time. Índio, que recupera-se de dores musculares, passou por uma reavaliação médica instantes antes do jogo e acabou sendo vetado. Por outro lado, o time ganhou o reforço dos recém contratados Alex e Scocco, que iniciaram no banco de reservas. O Colorado começou o duelo com a seguinte formação: Muriel; Ednei, Ronaldo Alves, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Jorge Henrique e D’Alessandro; Forlán e Leandro Damião.

Primeira vez na Arena

O Gre-Nal 397 entra para a história do clássico com sendo o primeiro disputado na Arena, a nova casa do rival. Apenas 1,5 mil colorados puderam assistir ao jogo das arquibancadas do novo estádio.

Colorados marcaram presença no primeiro Gre-Nal da Arena

Jogo duro no Humaitá

O confronto começou com os ingredientes típicos do Gre-Nal: muita disputa pela bola e forte marcação de ambos os lados. Os time se estudavam e procuravam se expor o mínimo possível. Atuando no esquema 3-5-2, o Grêmio tentou ameaçar em lances de bola parada, como aos 7min, em cobrança de Elano que Riveros desviou de cabeça por cima do gol. Um minuto depois, Jorge Henrique disparou chute de longe, mas a bola ganhou muita elevação.

Com gol de pênalti, Inter larga atrás

Os donos da casa tinham mais posse de bola e criaram boa chance aos 12min, em cabeceio de Barcos que Muriel defendeu com absoluta segurança. Aos 17min, Kleber caiu na área após choque com Willians e o árbitro marcou pênalti. Barcos cobrou e converteu. 1 a 0.

Damião empata dois minutos depois

Mas o Inter foi valente na Arena e chegou ao empate logo em seguida, aos 20 minutos. Willians avançou pela direita como se fora uma lateral e cruzou rasteiro para a pequena área, onde Leandro Damião apareceu para chutar para o fundo do gol. Foi o sexto gol do atacante em 13 Gre-Nais e o 10º nesta temporada.


Leandro Damião marcou pela sexta vez no clássico

O jogo ficou um pouco mais aberto, com os times chegando com mais frequência ao campo de ataque. Porém, as chances de gol foram escassas. Aos 26min, D'Alessandro cobrou falta fechada do lado direito da área e Dida fez defesa segura. Aos 28min, Alex Telles recebeu na área e chutou com força, sobre o gol colorado. Aos 35min, Dida defendeu sem problemas a cobrança de falta batida por Forlán.

Arbitragem complacente

Como o volante Adriano havia recebido o cartão amarelo logo nos primeiros minutos da partida e estava cometendo sucessivas faltas – inclusive passíveis de recebimento do segundo amarelo, omitido pelo árbitro Fabrício Neves Corrêa –, o técnico Renato Portaluppi optou por colocar Ramiro em seu lugar antes mesmo do intervalo. Ao 41min, Kleber desviou de cabeça mas Muriel estava atento e fez boa defesa.

Mudança no intervalo

No intervalo, Fabrício entrou no lugar de Ednei. Com isso, Jorge Henrique passou a exercer a função de lateral-direito. 

O jogo recomeçou com o Grêmio investindo na bola parada cobrada por Alex Telles, mas Muriel estava soberano por cima e afastou de soco nas duas oportunidades. O clássico ficou bastante truncado, com excessivas faltas (até os 27min foram 15 faltas do Grêmio contra quatro do Inter). Aos 11min, Ramiro cruzou e Elano cabeceou longe do gol. Aos 14min, Barcos girou sobre o marcador no interior da área e chutou para a defesa de Muriel. Aos 22min, D'Alessandro bateu falta e Dida defendeu.


Volante Willians em ação contra os adversários tricolores

O técnico Dunga fez a primeira mudança no time aos 24min: o atacante argentino Scocco entrou no lugar de Forlán e fez a sua estreia com a camisa colorada. Já o Grêmio promoveu a entrada de Maxi Rodríguez no lugar de Elano. Aos 28min, Barcos fez cruzamento rasteiro e Jorge Henrique afastou providencialmente a bola da pequena área, uma vez que Kleber fechava para conclusão.

Inter com um a menos

O panorama da partida ficou complicado para o Inter aos 31min, quando Jorge Henrique recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Alex Telles cobrou a falta em cima da barreira e na sequência Ramiro tocou de cabeça por cima do gol. Aos 35min, Scocco chutou rente à trave esquerda, na melhor chance colorada na etapa final.

Aproveitando a vantagem numérica, o Grêmio pressinou até o final em busca do gol, mas o Colorado se fechou bem e garantiu o empate. Os instantes finais do clássico foram tensos. Aos 46min, Fabrício cometeu falta sobre Ramiro e o árbitro, exageradamente, expulsou o lateral colorado. Um minuto mais tarde, Werley agrediu Willians e também recebeu o cartão vernelho. E o placar ficou mesmo no 1 a 1.

"A equipe do Inter está de parabéns. Fez um bom jogo apesar de todas as adversidades", disse Josimar.

"Quem justifica o maior erro da arbitragem, ainda no primeiro tempo, foi o próprio Renato, que retirou o jogador Adriano antes que ele levasse o segundo amarelo. Foi lamentável o que se viu hoje em relação à arbitragem", reclamou o presidente Giovanni Luigi.

"Tenho que ressaltar que a minha equipe, mesmo com nove jogadores, conseguiu levar um ponto pra casa.", disse o técnico Dunga.

Ficha técnica:

Grêmio (1): Dida; Werley, Bressan e Rhodolfo; Pará, Adriano (Ramiro), Riveros (Paulinho), Elano (Maxi Rodríguez) e Alex Telles; Kleber e Barcos. Técnico: Renato Portaluppi.

Internacional (1): Muriel; Ednei (Fabrício, no intervalo), Ronaldo Alves, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Jorge Henrique e D’Alessandro; Forlán (Scocco, aos 24min do 2º tempo) e Leandro Damião. Técnico: Dunga.

Gols: Barcos (G), de pênalti, aos 18 minutos do primeiro tempo, Leandro Damião (I), aos 20 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Adriano, Bressan, Rhodolfo (G); Willians, Jorge Henrique, Josimar, D'Alessandro (I). Expulsões: Jorge Henrique, Fabrício (I) e Werley (G).

Arbitragem: Fabrício Neves Corrêa, auxiliado por Marcelo Barison e José Eduardo Calza.

Local: Arena, em Porto Alegre.


Outras notícias
Loja Virtual