19/03/2011

Empate com o Novo Hamburgo

Com um time recheado de reservas (dos titulares, apenas Lauro, Guiñazu e Rodrigo iniciaram), o Inter encarou um adversário que veio ao Beira-Rio disposto a empatar o jogo. O time colorado tomou a inciativa na partida, criando as principais chances de gol, mas não conseguiu superar o ferrolho armado pelo Novo Hamburgo. De qualquer maneira, foi importante para dar ritmo aos jogadores que não vinham atuando.


Goleiro Eduardo Martini evita o gol do zagueiro Rodrigo no primeiro tempo

O resultado mantém o Inter na vice-liderança provisória do Grupo 1 da Taça Farroupilha. O time colorado volta a atuar pelo Gauchão diante do São José-POA, nesta quarta-feira, no Passo D’Areia. No próximo sábado, o adversário é o São Luiz, em casa. Os quatro primeiros de cada grupo avançam às quartas de final do returno.

Primeiro tempo truncado

O Inter começou o jogo trocando passes na tentativa de chegar à área adversário. Porém, o Novo Hamburgo se fechou bem e não deu espaços.

Aos 5min, em uma cobrança de falta, Rodrigo Mendes obrigou o goleiro Lauro a fazer boa defesa, espalmando a bola para frente. Na sequência, Guiñazu afastou com um chutão. O Inter respondeu aos 9min, quando Juan cruzou da esquerda e Rafael Sobis desviou de cabeça, com perigo, sobre o gol. Um minuto depois, Glaydson cabeceou para fora após cruzamento da direita de Daniel.


Inter lutou muito mas não conseguiu sair do 0 a 0 contra o time do Vale dos Sinos

O Noia marcava com eficiência no meio, dificultando a chegada da bola ao ataque. Mesmo com boa movimentação, Sobis e Cavenaghi não conseguiam finalizações efetivas. Mas o Inter teve duas boas chances em sequência, uma aos 22min, quando Cavenaghi soltou uma pancada de longa distância e Eduardo Martini espalmou para escanteio. Logo depois, Rodrigo quase marcou: o zagueiro cabeceou da pequena área para grande defesa de Martini.

No final do primeiro tempo, aos 41min, Rodrigo Mendes recebeu passe dentro da área e bateu mascado para o gol. Lauro se atirou para pegar a bola quase em cima da linha, mas o impedimento já estava marcado pela arbitragem.

Sangue novo no time

No intervalo, Oscar entrou no lugar de Glaydson. O garoto deu interessante movimentação ao meio-campo, e com isso o Inter passou a articular as jogadas com mais qualidade. Aos 6min, Wilson Matias cabeceou muito próximo ao ângulo direito após escanteio cobrado por Oscar.

O Novo Hamburgo povoou o meio-campo e resistiu bem às investidas do Colorado. Aos 16min, Leandro Damião foi para o jogo no lugar de Cavenaghi. Um minuto depois, o zagueiro Rodrigo concluiu de cabeça ao lado do gol, em mais uma venenosa cobrança de escanteio feita por Oscar. Aos 20min, Rodrigo Mendes chutou cruzado, rente à trave esquerda. No lance seguinte, Damião cabeceou no seu melhor estilo e a bola passou muito próxima ao travessão.

Nos instantes finais, o Inter ainda tentou pressionar. Aos 40min, Oscar experimentou o chute de longe, mas a bola subiu demais. Aos 47min, Andrezinho alçou a bola na área em cobrança de falta e a zaga afastou para escanteio. Depois da cobrança, o zagueiro Cláudio Luiz cortou debaixo do gol, evitando a vitória colorada. Placar final: 0 a 0.
 
"Valeu pela luta, porque os caras marcaram muito. Tentamos fazer o melhor, mas não deu para sair com a vitória", disse Andrezinho.
 
"Não dá para empatar em casa, mas faz parte. Vamos focar no próximo jogo", afirmou Damião.

"Vamos dar sequência à evolução do time. O volume de jogo foi bom. Para mim, foi importante porque estou retomando meu ritmo", comentou Rafael Sobis.

"O jogo foi bem disputado. O Novo Hamburgo marcou bem. Mérito deles. O problema também é que não fomos bem, mas devemos lembrar que muitos jogadores começaram hoje a primeira partida como titular em 2011, além do desentrosamente da equipe. Óbvio que a meta era a vitória, apesar destas dificuldades", avaliou o técnico Celso Roth.

"Jogamos contra um adversário que se postou bem campo, anulando nossas investidas ofensivas. Estamos enfrentando duas competições de forma simultânea, por isso também encontramos algumas dificuldades. Mas quando tivermos uma sequência de jogo, vamos melhorar", disse o vice-presidente Roberto Siegmann.

Internacional (0): Lauro; Daniel (Eduardo Sasha), Rodrigo, Índio e Juan; Wilson Matias, Glaydson (Oscar), Guiñazu e Andrezinho e Rafael Sobis; Cavenaghi (Leandro Damião). Técnico: Celso Roth.

Novo Hamburgo (0): Eduardo Martini; Bosco, Cláudio Luiz, Lino e Fabinho (Vinicius); Russo, Márcio Han, Eduardinho e Rodrigo Mendes; Michel (Gustavo) e Juba (Juninho). Técnico: Julinho Camargo.

Cartões amarelos: Rodrigo, Juan (I); Fabinho (N).

Público: 11.872 (9.902 pagantes). Renda: R$ 190.315,00.

Arbitragem: Ronaldo Santos da Silva, auxiliado por José Antônio Filho e Sedenir Martins.

Local: Beira-Rio, Porto Alegre.


Outras notícias
Loja Virtual