Home » Futebol » Genoma Colorado » O Projeto

O Internacional, na busca de divulgar ainda mais a sua marca e agregar um número maior de sócios, desenvolveu um projeto que procura expandir o clube para além do Rio Grande do Sul. Foi lançado oficialmente em agosto de 2002. Sabe-se hoje que o destino do homem já está estabelecido antes mesmo de seu nascimento.
O genoma da criança traz codificado no DNA dos seus 46 cromossomos, as instruções que vão afetar sua estrutura, seu tamanho, sua cor, sua inteligência, enfim, todos os aspectos de seu comportamento. Oitenta mil genes tem o homem na sua formação.

Inspirado nessas descobertas científicas é que o Sport Club Internacional parte para identificar seu “genoma colorado”. Esse projeto trabalha com jovens colorados auxiliados por seus ascendentes genéticos, que são seus pais, avós, bisavós. Eles auxiliam na tarefa gigantesca de criar raízes coloradas, descobrir futuros craques, aumentando o quadro social, valorizando o orgulho e a auto-estima do verdadeiro colorado.

A implantação de um programa de núcleos do Genoma Colorado no Brasil e também no exterior amplia as fronteiras coloradas no aspecto social, esportivo e comercial. Desse modo, o clube faz-se representar por núcleos colorados em todos os estados brasileiros ajudando na formação de cidadãos através do esporte, prospectando também jovens talentos futebolísticos e propagando a imagem do Sport Club Internacional.

DNA do compromisso social
Projeto Genoma Colorado ensina esporte e cidadania para os pequenos

Dentre as diversas ações sociais promovidas pelo Sport Club Internacional, o Projeto Genoma Colorado talvez seja o que está mais intimamente conectado com a prática do futebol. A paixão pelo esporte está enraizada no coração de milhares de meninos, espalhados pelo Brasil afora. Foi pensando nisso que, em 1974, o conselheiro Antônio Adil Souto criou o Projeto Coração Colorado, que viria se tornar o Genoma Colorado 27 anos depois. “A idéia era acordar a torcida colorada, até então adormecida neste Rio Grande e em todo o Brasil, fazendo com que todos se unissem ao clube para participar dos núcleos que seriam fundados em todos os bairros, vilas e cidades deste nosso país com a colaboração das comunidades”, explica o fundador da iniciativa.

Utilizar a promoção do esporte entre os meninos e meninas das mais diversas comunidades para gerar socialização e capacitação pode parecer uma idéia simples, mas não é. O Projeto não trata apenas da divulgação da prática do futebol, mas sim da construção de valores, como a proteção à vida e à saúde, a amizade e principalmente o convívio social. Ensinando o futebol, o Genoma acaba levando aos pequenos colorados ensinamentos que eles poderão levar para o resto da vida. Grande parte dessa experiência educacional dos jovens será construída nos meios esportivos, ainda mais considerando a importância do futebol na cultura brasileira. A FECI (Fundação de Educação e Cultura do Internacional) e o Genoma Colorado, utilizam-se do Estatuto da Criança e do Adolescente e da Carta Internacional da Educação Física e do Desporto - da UNESCO - para garantir aos pequenos os direitos que eles possuem.


Garotos do Genoma aprendem lições para o futebol e para a vida

O Genoma Colorado se constrói por meio da criação de núcleos espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Cada um desses núcleos ensina o futebol e a cidadania para garotos de três a dezesseis anos, divididos nas categorias pré-mirim, mirim, infantil e juvenil, que freqüentam semanalmente as aulas para prática do esporte. Em parceria com o clube, são organizados os campeonatos e taças estaduais e Taça Brasil. Já são 315 núcleos em todo País. O Projeto já envolve cerca de 80.000 meninos que já podem ser considerados novos cidadãos. "Já temos núcleo até no Uruguai, e lá, muitos meninos que antes torciam para Peñarol e Nacional, agora se consideram colorados. É outra das boas conseqüências do Genoma", afirma Braga.

Para melhor acompanhar o desenvolvimento dos jovens, a equipe do Genoma Colorado utiliza-se de alguns instrumentos da pedagogia. Todos os atletas que freqüentam o núcleo têm a obrigação de estar na escola e de obter boas notas. Para avaliar a condição financeira do jovem é utilizado o Critério de Classificação Econômica Brasil, respondido na ficha de inscrição pelos pais. Cada núcleo é soberano nas decisões, em termos de cobrança de mensalidades e de valores. Mesmo alguns núcleos que cobram mensalidades, abrem vagas para alunos que não teriam condições de pagar. O ensinamento é o mais importante.

Alguns cobram valores simbólicos, outros não. Em Três Barras, no Estado de Santa Catarina, todos os meninos que freqüentavam nosso núcleo eram meninos de rua. Agora, todos estão na escola, aprendendo. “Desde que começou a jogar, meu filho parece estar dando mais valor para as amizades do que para as competições, ao contrário do que eu imaginava que iria acontecer”, afirma Patrícia Cechinel, mãe de Khalil, de apenas cinco anos, mas que já joga semanalmente no Núcleo do Genoma em Ipanema, em Porto Alegre.

Todos os núcleos do Projeto são obrigados a apresentar boas condições de aprendizagem para os meninos, como um gramado adequado e toda estrutura necessária. Além da prática do futebol, o Genoma Colorado possui outros vieses sociais, como o Garota Genoma Colorado, concurso que reúne dezenas de meninas, representantes dos núcleos, e abre a temporada de verão das piscinas do Parque Gigante. 

Vários meninos destacam-se nos torneios do Genoma espalhados pelo Brasil. Alguns deles são levados para períodos de testes no Estádio Beira-Rio, muitos até mesmo sendo aprovados. Hoje os atletas das categorias de base que residem no clube surgiram do Genoma. Mas isso não é o que mais importa. O que realmente incentiva a equipe de centenas de professores do Genoma Colorado a continuar ensinando valores para os meninos é a cidadania. É a certeza que dali sairão novos homens, todos com o DNA de verdadeiros campeões, no futebol ou não.

Números do Genoma Colorado

> 80 mil jovens atendidos desde 2002.

> Mais de 315 núcleos espalhados pelos estados brasileiros e no Mercosul

> Fale Conosco:
 
E-mail: genoma@internacional.com.br
Fones: (51) 3230-4701 e 3230-4702






Assista ao canal oficial do Campeão de Tudo
confira outros vídeos »

Fidelidade Premiada
Revista do Inter
FECI
Inter Fitness
TIM
Coca-Cola_Vonpar
Sarandi
Escalar Imóveis

Sport Club Internacional
Av. Padre Cacique, 891 - CEP: 90810-240 - Porto Alegre - RS
Geral: (51) 3230.4600
 
 
Desenvolvido por Procorporate