07/05/2008

INTER VENCE O SPORT E LARGA COM VANTAGEM

O Internacional venceu o Sport-PE por 1 a 0 na noite desta quarta-feira no Beira-Rio, no jogo de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil. Alex marcou o gol aos 8min do segundo tempo. Agora, o Inter joga por empate ou por derrota por um gol, desde que faça gols (2 a 1, por exemplo), na próxima quarta-feira (14/5), na Ilha do Retiro, no Recife, para ficar com a vaga à semifinal.


Alex marcou gol da vitória contra o Sport no Beira-Rio, o seu 17º gol na temporada

Três dias depois de conquistar o título gaúcho, o Internacional entrou em campo desta vez pela Copa do Brasil. O adversário era dos mais complicados: o Sport, atual campeão pernambucano que eliminou na fase anterior o campeão paulista Palmeiras. Um time recheado de jogadores experientes como o lateral Dutra, o volante Sandro Goiano e o meia Romerito. Mas o Inter estava embalado e buscava a vitória para jogar por empate no jogo da volta marcado para o dia 14 no Recife.

O Beira-Rio mais uma vez recebeu um grande público para a partida válida pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. O vencedor da série entre Inter e Sport irá enfrentar nas semifinais o ganhador do confronto entre Vasco e Corinthians-AL.

O time colorado não pôde contar com o volante Magrão, que sentiu lesão na final diante do Juventude. O seu substituto foi divulgado instantes antes do jogo. Às 21h14min, a escalação do Inter foi anunciada: Clemer; Índio, Orozco e Marcão; Bustos, Danny Morais, Andrezinho, Alex e Guiñazu; Nilmar e Fernandão.


Andrezinho ganhou uma chance no meio-campo

A partida era especial para o zagueiro Índio, que completava 150 partidas pelo Inter. Por sinal, alguns atletas da equipe que entra em campo têm larga experiência pelo campeão gaúcho. Clemer tinha 330 partidas jogadas, Alex, 130, e Fernandão, 187.

O Sport foi definido com Magrão; Luizinho Neto, Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Sandro Goiano, César e Romerito; Carlinhos Bala e Enilton.

Às 21h38min, o time do Sport entrou em campo com a camisa branca.

Com o Beira-Rio inteiro cantando o ?Vamos, vamos, Inteeeeeeeeeer?, o time colorado foi ao gramado com o uniforme número 1.

?Temos que ganhar a primeira e a segunda bola para construir nova vitória?, pediu o capitão Fernandão aos jogadores na entrada

O jogo

O Sport iniciou com uma postura bem defensiva com nove jogadores marcando em seu campo e apenas um no ataque.


Clemer agarra a bola em uma das raras intervenções do goleiro no jogo

O time colorado buscava pressionar, movimentando-se, marcando sob pressão e tentando as jogadas pelas laterais.

Para se ter idéia da boa estrutura defensiva do time pernambucano, aos 7min50seg, Carlinhos Bala, o principal atacante da equipe, estava ao lado da área, no campo de defesa, ajudando na marcação sob Marcão.

Os primeiros minutos foram difíceis. A marcação do Sport não deixava espaços para a equipe colorada da intermediária até a área.

A primeira jogada de perigo do Inter surgiu aos 13min, quando Nilmar recebeu na área, foi à linha de fundo e cruzou para Fernandão que concluiu prensado com a defesa.

Aos 14min, a bola sobrou para Bustos na área que cruzou encobrindo o goleiro Magrão para a pequena área, onde Dutra salvou com um chutão para escanteio.


Alex foi decisivo mais uma vez

O jogo era duro, de muita pegada e marcação. As chances de gols eram poucas. Estava com cara de um jogo que se decidiria no detalhe. Aos 23min15seg, Guiñazu arrancou da intermediária até a grande área, passando por vários jogadores em velocidade, até cruzar e Nilmar cabecear por cima.

O time pernambucano tocava bastante a bola, valorizando a posse e tentando fazer o tempo passar.

Aos 32min20seg, Alex cobrou falta para a área, mas o goleiro Magrão saiu bem do gol e defendeu.


Nilmar criou boas jogadas no primeiro confronto contra o Sport

Aos 34min, Nilmar fez boa jogada, driblando na entrada da área, avançando e chutando de pé esquerdo ao lado do gol.

Aos 37min, Guiñazu foi derrubado na entrada da área, mas o juiz nada marcou, preferindo dar a vantagem da jogada.

Aos 43min40seg, Nilmar foi à linha de fundo e cruzou, Marcão pegou a sobra da entrada da área para a zaga salvar na pequena área.

Aos 45min40seg, Guinãzu chutou forte de fora da área e a bola tocou no braço do zagueiro, mas o juiz nada marcou. Foi o último lance do primeiro tempo.


Guiñazu avança com a bola: argentino mostrou muita disposição em campo

?Temos que ter paciência para furar esta marcação?, avaliou Fernandão na saída de campo.

?Precisamos manter a organização e buscar ser mais objetivo na frente?, disse Danny Morais.

O Sport voltou com o mesmo time para a etapa final. Já o Inter fez uma mudança: entrou Gil no lugar de Andrezinho.

?Vamos buscar ter esta caída pelo lado esquerdo com o Gil?, disse Abel na volta ao gramado.

No começo do segundo tempo, o Sport mostrava-se rápido nos contra-ataques. Aos 3min30seg, Romerito foi lançado na área e chutou cruzado para fora com perigo. O Beira-Rio sentiu as dificuldades do time e cantava forte buscando apoiar a equipe do técnico Abel Braga.

Aos 5min40seg, Gil dividiu com a zaga, e a bola sobrou para Nilmar na área, mas o juiz anulou o lance alegando falta de Gil.

Aos 8min, finalmente o Inter conseguiu furar o bloqueio do Sport. Gil cruzou da esquerda para Nilmar ajeitar de cabeça até Alex, de primeira, concluir com muita categoria no cantinho: 1 a 0. Foi o terceiro gol de Alex na Copa do Brasil e o 17º dele na temporada.


Jogadores comemoram o gol que garantiu a vantagem nas quartas-de-final

Aos 11min15seg, Nilmar recebeu na área e chutou rasteiro. A bola cruzou toda a pequena área e saiu ao lado.

Com o gol, o Sport se lançou ao ataque, e espaços para os contra-golpes colorados começaram a surgir. Aos 13min30seg, Gil recebeu grande passe de Alex, avançou pela esquerda e cruzou para Nilmar. A zaga, porém, se antecipou e afastou com um chutão. Aos 14min20seg, Alex fez boa jogada pelo meio e concluiu forte por cima.

Aos 16min35seg, Carlinhos Bala recebeu pela ponta direita, matou no peito e chutou por cima do travessão.

Aos 18min25seg, Luizinho Neto cobrou falta para a área, a bola tocou em Igor e saiu ao lado do gol.


Bustos tenta superar a forte marcação pernambucana

Aos 20min40seg, Luizinho Neto cobrou falta com perigo e Clemer defendeu com segurança.

Aos 22min, Gil deu grande passe para Nilmar na área. O atacante entrou livre na área e tentou encobrir o goleiro, mas a bola saiu por cima. Quase o segundo gol.

Aos 25min, César fez falta violentíssima em Nilmar e o juiz só aplicou o cartão amarelo.

Aos 29min30seg, Nilmar saiu bastante aplaudido para a entrada de Iarley.


Fernandão conduz a bola rumo ao ataque

Aos 36min, Alex cobrou falta por cima. Aos 36min30seg, o Sport colocou Júnior Maranhão no lugar de Sandro Goiano.

Aos 37min55seg, Bustos fez boa jogada pela direita e rolou para Gil concluir e a bola cruzar toda a área. Aos 38min55seg, Alex cobrou escanteio, Índio cabeceou forte para grande defesa de Magrão.

Aos 41min, o técnico Abel Braga fez sua última substituição: saiu Alex, bastante aplaudido, para a entrada de Jonas.

Aos 42min, o juiz expulsou Marcão, deixando o Inter com um jogador a menos nos últimos minutos.

Aos 45min50seg, Iarley recebeu de Jonas na frente da área e concluiu para boa defesa de Magrão.

Nos últimos minutos, o Sport tentou pressionar, mas o time colorado conseguiu se segurar bem e garantiu a difícil vitória.

Com o resultado, o time colorado joga por empate ou por derrota por um gol, desde que faça gols (2 a 1, por exemplo).

?Importante vitória. Foi um jogo difícil, mas conseguimos vencer sem tomar gol?, disse o capitão Fernandão.

?Mas que importante para nós foi a vitória. Agora temos que definir em um jogo muito complicado lá. Agora vamos esperar o resultado da volta?, afirmou o volante Guiñazu.

?No primeiro tempo, nós nos posicionamos errado e não conseguimos marcar a saída de bola. No segundo tempo, acertamos este aspecto. Não fizemos uma grande partida devido ao valor do adversário, que defendeu muito bem. Mesmo assim, poderíamos ter feito mais um gol?, afirmou o técnico Abel Braga.

?O ideal seria ganhar por 2 a 0, mas a gente conhece bem esta equipe do Sport. É uma equipe muito bem montada e com muita qualidade. O nosso mérito foi impedir que eles tivessem feito o mesmo jogo que fizeram contra o Palmeiras, em São Paulo.?, avaliou o vice-presidente de futebol, Giovanni Luigi.

?O Sport foi um time muito bem postado e deu poucos espaços para nós, mas a nossa marcação também foi boa. 1 a 0 é goleada pelas dificuldades que este time do Sport apresenta?, disse o presidente Vitorio Piffero.

Internacional (1): Clemer; Índio, Orozco e Marcão; Bustos, Danny Morais, Andrezinho (Gil, intervalo), Alex (Jonas, 41min2ºt) e Guiñazu; Nilmar (Iarley, 29min30seg2ºt) e Fernandão. Técnico: Abel Braga.

Sport (0): Magrão; Luizinho Neto, Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Sandro Goiano (Júnior Maranhão), César e Romerito; Carlinhos Bala (Cássio) e Enilton. Técnico: Nelsinho Batista.

Gol: Alex (I), aos 8min do segundo tempo. Cartões amarelos: Índio, Marcão, Guiñazu (I), Daniel Paulista, Sandro Goiano, César, Romerito, Luizinho Neto (S). Expulsão: Marcão (I). Renda: R$ 310.475,00. Público: 41.766 (37.491 pagantes). Arbitragem: Paulo César Oliveira (Fifa-SP), auxiliado por Roberto Braatz (PR) e Emerson Augusto de Carvalho (SP). Local: Beira-Rio.

>> Guiñazu, Danny e Alex se destacam

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual