27/04/2008

INTER PERDE EM CAXIAS

Por Alexandre Corrêa
Enviado especial/Caxias do Sul
Fotos: Jefferson Bernardes/ VIPCOMM

O Internacional buscará a virada no próximo domingo na decisão do Campeonato Gaúcho depois da derrota por 1 a 0 para o Juventude, na tarde deste domingo, em Caxias do Sul. A equipe vai precisar vencer por dois gols de diferença. Será a hora de um Beira-Rio lotado em busca de mais uma virada.

O clima de decisão tomou conta do grupo do Inter desde cedo. Na concentração, os jogadores procuravam, cada um a sua maneira, ficar completamente focado na partida decisiva. Nem mesmo o foguetório armado pela torcida do Juventude durante a madrugada de domingo nas redondezas do hotel onde o Inter passou a noite atrapalhou o grupo. Todos estavam focados na grande partida.


Inter, de Marcão, busca a vitória no próximo domingo para conquistar o Gauchão

O time da casa procurava fazer de tudo para atrapalhar o Inter. Decidiu, por exemplo, molhar o gramado antes do jogo. Nas arquibancadas, o diminuto espaço que a direção do Juventude reservou à torcida do Inter foi sendo ocupado rapidamente. Uma hora antes do jogo, o espaço estava praticamente lotado. ?ôoooo, vamo, vamo Inteeeeeeeeer? é o que cantavam os cerca de 1,5 mil colorados empolgados.

Apesar das previsões de chuva para domingo, o dia estava com muito sol. As chances de chuva eram pequenas. Sem poder contar com Alex e Guiñazu, que se recuperam de lesões, o técnico Abel Braga decidiu fazer mistério na escalação, não anunciando, nem dando pistas sobre os 11 jogadores que vão entrar em campo.

Por volta das 15h30min, o grupo entrou no gramado para o aquecimento. A torcida colorada fez muita festa e cantou: ?Internacional, Libertadores, Recopa e Mundial?, saudando os campeões da Tríplice Coroa. Antes do jogo, a Federação Gaúcha de Futebol apresentou no estádio a Rainha do Futebol Gaúcho, representante do Santa Cruz. Ela recebeu a faixa da Rainha da Festa da Uva.

Inter escalado!! O técnico Abel Braga definiu o time com Clemer; Índio, Orozco, Marcão; Bustos, Danny Morais, Magrão, Andrezinho e Ji-Paraná; Nilmar e Fernandão. O Juventude também está definido e começa com  Michel Alves; Hélder, Márcio Alemão, Nunes e Elvis; Renan, Juan Peres, Lauro e Leandro; Mendes e Ivo.

A torcida colorada não parava de cantar e pular, entoando os cântigos da Popular. Só se ouvia a voz dos colorados no Jaconi. Até que o sistema de som começou a tocar o hino do time da casa para abafar um pouco a voz dos colorados.


Bustos (D) avança ao ataque marcado pelo adversário

Os dois times entraram juntos no gramado. O Inter foi a campo com o uniforme de número 1. Perfilados, os jogadores dos dois times cantaram o Hino Nacional. Em seguida foi a vez do Hino Rio-Grandense.

Os jogadores do Inter caminharam em direção à torcida colorada e agradeceram o apoio antes da partida. Em seguida, a torcida cantou o nome de cada atleta!

Começa o jogo! O Juventude deu a saída de bola. Aos 2min, Nilmar arrancou pela esquerda, passou por um zagueiro, entrou na área, mas adiantou um pouco a bola e o goleiro Michel Alves salvou com um chutão. O Juventude respondeu com Mendes que recebeu fora da área, enganou a zaga com o corpo e chutou para defesa de Clemer. Aos 4min30seg, Nilmar recebeu passe de Andrezinho, entrou na área, mas o assistente marcou impedimento, que não existiu.

Os primeiros 10 minutos mostraram o Inter bem posicionado em campo e ameaçando com a velocidade e os arremates de Nilmar. O jogo era equilibrado com muita marcação. Os espaços só surgiam nos contra-ataques de ambas as partes. Os do Inter puxados por Nilmar e Andrezinho, enquanto os do Juventude com Mendes e Ivo.

Aos 19min, o volante Renan caiu zonzo em campo, depois de um choque com Magrão. A ambulância precisou entrar no campo para atendê-lo. Aos 21min, Nilmar fez jogada sensacional. Deu um drible de corpo em um marcador, passou por outro, entrou na área e concluiu de pé esquerdo ao lado do gol com perigo. Aos 21min30seg, saiu Renan lesionado e entrou Hércules no Juventude.

Aos 26min, Leandro Cruz cobrou falta da direita, a bola cruzou a pequena área e saiu com perigo ao lado do gol. Aos 29min, Elvis entrou na área e cruzou para Mendes, que se atirou na área. No rebote, Lauro chutou da entrada da área por cima com perigo.


Nilmar (E) tenta vencer a marcação da defesa do Juventude

Aos 33min, Andrezinho deu bom passe para Nilmar, que entraria livre na área, mas o bandeira marcou impedimento novamente. Um minuto depois, o time colorado pressionou com toques na entrada da área, mas não conseguiu a conclusão até que a zaga afastou com um chutão.

Aos 36min40seg, Juan Peres arriscou de fora da área, a bola quicou no gramado e Clemer defendeu com segurança. Aos 39min10seg, Bustos cobrou falta para a área, Fernandão cabeceou até Magrão, mas Juan Peres salvou quando o volante iria cabecear para o gol. Aos 40min50seg, Lauro cruzou da esquerda e Mendes cabeceou por cima.

Aos 42min30seg, Andrezinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Ji-Paraná, que foi bloqueado por um carrinho da zaga quando iria chutar. Um minuto depois, o time colorado quase marcou! Bustos cobrou falta e Danny Morais cabeceou livre para defesa sensacional de Michel Alves. Foi a melhor chance da primeira etapa até então.

Fim do primeiro tempo! O primeiro tempo foi muito disputado e com chances de gols para as duas equipes. O Inter, porém, teve a mais clara: uma cabeçada de Danny Morais que Michel Alves salvou com defesa milagrosa.

"Agora vamos conversar pra voltar melhor para o segundo tempo", disse Nilmar.

"As oportunidades que tivermos (no segundo tempo) temos que fazer, colocar pra dentro", avaliou Danny.

O Inter voltou com o mesmo time para a segunda etapa. O Juventude também retornou com a mesma formação.
Aos 5min15seg, Bustos cruzou da direita para Nilmar, livre, mas o bandeira marcou impedimento.


Índio (cabeceando) vence disputa de bola pelo alto no primero jogo da decisão

Aos 7min20seg, Orozco roubou a bola, avançou até o campo ofensivo e tocou para Nilmar que achou Andrezinho na área. A zaga, porém, conseguiu cortar. Aos 10min, saiu Leandro Cruz e entrou Márcio Goiano no Juventude. Aos 10min20seg, Bustos cobrou falta por cima do gol.

Aos 11min30seg, Hércules deu carrinho violentíssimo em Magrão, mas o juiz só deu o cartão amarelo para o jogador caxiense. Aos 13min, Nilmar recebeu na área, mas Michel Alves saiu com grande saída do gol. Aos 13min30seg, Danny Morais arriscou da intermediária e o goleiro do Juventude defendeu novamente.

Aos 15min30seg, Nunes recebeu na entrada da área e concluiu para defesa de Clemer. Aos 16min, Abel Braga chamou Iarley e Titi do banco de reservas e a torcida gritou o nome de Iarley.

Aos 18min, entraram Iarley e Titi e saíram Ji-Paraná e Iarley nas primeiras mudanças do técnico Abel Braga na partida. Aos 20min20seg, Ivo cobrou falta do bico da área e a bola passou perto da trave.

O time da casa tentava pressionar mais, enquanto o Inter apostava nos espaços do contra-ataque. Aos 22min50seg, Ivo cobrou escanteio e Márcio Alemão cabeceou ao lado do gol com perigo. Aos 25min, Hélder entrou na área e chutou pressionado por Danny Morais para fora. Aos 28min50seg, Bustos cobrou falta por cima do gol.


Fernandão (frente) faz jogada no ataque colorado sob forte marcação

Aos 32min30seg, Andrezinho cobrou escanteio e Magrão cabeceou com perigo. A bola ainda tocou na zada. Aos 33min, a última substituição do Juventude: saiu Lauro para a entrada de Maicon. Aos 34min50seg, foi a vez de o Inter fazer a últimas mudança: Adriano entrou no lugar de Andrezinho.

Aos 40min30seg, Titi fez falta na lateral do campo e o juiz Leonardo Gaciba decidiu dar o cartão vermelho. Aos 45min50seg, Juan Perez chutou forte de fora da área e Clemer fez defesa sensacional para escanteio.

Aos 47min50seg, o Inter sofreu o castigo. Ivo cruzou da esquerda e Maicon cabeceou para fazer 1 a 0. Foi o último lance do jogo. Com o resultado, o time colorado precisa vencer por dois gols de diferença no jogo de volta no Beira-Rio para conquistar o título gaúcho. Vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Vai ser a hora da torcida lotar o Gigante mais uma vez e empurrar a equipe a exemplo do que aconteceu diante do Paraná, pela Copa do Brasil. A torcida colorada  no Jaconi já deu o tom e cantou: ?PQP, eu quero ver vocês no Beira-Rio?, demonstrando confiando na virada.

"Acontece. Tivemos a infelicidade de tomar o gol no final. Mas temos o jogo em casa ainda", disse Clemer.

"É coisa do futebol. Infelizmente tomamos o gol. No Beira-Rio temos totais chances de reverter", analisou Marcão.

"Agora vamos descansar e voltar a treinar para fazer um bom jogo e reverter no próximo domingo", projetou Danny.

Juventude (1): Michel Alves; Hélder, Márcio Alemão, Nunes e Elvis; Renan (Hércules), Juan Peres, Lauro (Maicon) e Leandro Cruz (Márcio Goiano); Mendes e Ivo. Técnico: Zetti.

Internacional (0): Clemer; Índio, Orozco, Marcão; Bustos, Danny Morais, Magrão, Andrezinho (Adriano, 34min50seg2ºt) e Ji-Paraná (Titi, 18min2ºt); Nilmar (Iarley, 18min2ºt) e Fernandão. Técnico: Abel Braga.

Gol: Maicon (J), aos 47min50seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Orozco, Ji-Paraná, Marcão (I), Márcio Alemão (J). Expulsão: Titi (I). Renda: R$ 227.800,00. Público: 13.385. Arbitragem: Leonardo Gaciba, auxiliado por Marcelo Barison e Paulo Ricardo Conceição. Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.


Outras notícias
Loja Virtual