23/03/2008

VITÓRIA EM VERANÓPOLIS E PRIMEIRO LUGAR DO GRUPO

Por Aleco Mendes (texto) e Alexandre Lops (fotos)
Enviados especiais/Veranópolis
Edição final: Felipe Silveira

O Internacional venceu o Veranópolis por 3 a 1 na tarde deste domingo, em Veranópolis, em jogo válido pela penúltima rodada da fase classificatória do Gauchão. Gil e Adriano (2) marcaram os gols da equipe colorada. Com o resultado, o Inter chegou aos 29 pontos com nove vitórias e garantiu o primeiro lugar do Grupo 2 com uma rodada de antecipação. Na próxima quarta-feira (26/3), o adversário é o Inter-SM no Beira-Rio.


Páscoa colorada: Gil (E) e Adriano comemoram imitando coelhos após gol sobre o Veranópolis

Já classificado à próxima fase do Gauchão, o Internacional viajou para Veranópolis com o objetivo de conquistar mais três pontos para consolidar a liderança do Grupo 2. O primeiro lugar garantiria a vantagem de jogar a segunda partida das quartas-de-final no Beira-Rio.

O time do técnico Abel Braga tinha uma série de desfalques. Iarley, Marcão, Alex e Fernandão, todos suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e Wellington Monteiro, lesionado, não puderam atuar no Estádio Antônio David Farina. Dessa maneira, Bustos foi o lateral-direito e Titi o zagueiro pela esquerda. No meio-campo, Andrezinho teve a missão de substituir o artilheiro Alex, enquanto Gil e Adriano formaram a dupla de ataque. O volante Magrão, que havia ficado de fora do último jogo em virtude de problemas intestinais, apresentou boa recuperação e retornou à equipe.

O Inter iniciou a partida com a seguinte escalação: Renan; Índio, Orozco e Titi; Bustos, Edinho, Magrão, Andrezinho e Guiñazu; Adriano e Gil.


Guiñazu em ação no Estádio Antônio David Farina

O Veranópolis, por sua vez, ainda sonhava com uma vaga na 'fase quente' do estadual. Para tanto, só a vitória interessava ao time treinado por Gilmar Dal Pozzo. O VEC entrou em campo com a seguinte formação: Willian; Thoni, Nelinho, Xavier e Jal; Coracini, Mikimba, Eduardo e Lúcio Flávio; Guto e Sandro Sotilli.

"É mais uma chance que o Abel está me dando. Vou dar a minha vida para ajudar ao time", prometeu o atacante Adriano, autor do segundo gol sobre a Chapecoense que classificou o Inter na Copa do Brasil.

"Vamos ter que manter a seriedade, pois jogar aqui sempre é complicado. O grupo tem se portado muito bem e tenho certeza que o pessoal vai dar a resposta em campo", afirmou o técnico Abel Braga.

O Inter entrou em campo todo de vermelho em busca da nona vitória no Gauchão. O ambiente do estádio Antonio David Farina é festivo, com suas arquibancadas praticamente lotadas pelos torcedores locais e pela torcida colorada que encheu suas dependências. O time entrou em campo com dezenas de crianças, cumprimentou a torcida e posou para fotos com os pequeninos.

Logo aos 2min20seg, Bustos cobrou uma falta e Gil quase alcançou de cabeça. Aos 7min40seg, a primeira modificação. Saiu o goleiro William, lesionado, e entrou Marcão no time da casa. Aos 9min, Bustos fez boa jogada pela direita, invadiu a área, passou pelo zagueiro e cruzou, porém, a defesa afastou.

A partida chegou aos 20min bastante disputada, com os dois times marcando muito e subindo em velocidade ao ataque. Os laterais das equipes eram bem exigidos. Ao receber a bola no meio-campo, Adriano sofreu falta violenta e Jal levou cartão amarelo. Logo depois, aos 21min, Thoni também fez falta forte e levou o segundo amarelo do jogo.

Aos 24min, o Veranópolis tentou o ataque e, depois de cruzamento, Magrão mandou para escanteio. Após a cobrança, a defesa colorada afastou o perigo. Aos 27min30seg, o gol do Inter. Índio e Edinho tabelaram na intermediária e o zagueiro cruzou para Gil cabecear de peixinho para o fundo das redes. 1 a 0. Foi o quarto gol do atacante no Gauchão e o quinto com a camisa colorada.


Gil (E) e Adriano (D) marcaram os gols do Inter em Veranópolis

Na volta ao jogo, aos 29min, Guiñazu recebeu cartão amarelo por falta. Aos 31min, Renan espalmou um forte chute de fora da área. No rebote, Orozco afastou o perigo. O Inter respondeu com Adriano, aos 35min, em um chute rasteiro que o goleiro Marcão defendeu em dois tempos. Aos 38min, grande jogada de Gil pela esquerda: o atacante cruzou e Adriano concluiu de primeira para defesa espetacular do goleiro para escanteio. 

Aos 40min, Lúcio Flávio foi derrubado na entrada da área. Na cobrança da falta, Thoni chutou em cima da barreira. Aos 46min, Gil tocou de calcanhar para Adriano, que recebeu a bola perto da marca de pênalti. O zagueiro Xavier fez falta e não deu outra: penalidade máxima! O próprio Adriano cobrou no canto direito do goleiro para fazer 2 a 0. Na comemoração, o camisa 9 imitou um coelho em homenagem ao dia da Páscoa. Foi o 10º gol de Adriano com a camisa do Inter.

O gol colorado foi o último lance do primeiro tempo, antes do juiz apitar para o intervalo. Inter 2 a 0 na Serra Gaúcha.

Os dois times voltaram sem modificações para a segunda etapa. No primeiro minuto, falta boa pela direita. Na cobrança, Bustos cruzou e a defesa afastou. Por pouco Titi não mandou para o gol. Aos 3min, Adriano cometeu falta, e o adversário fez uma cena digna de teatro como se o colorado tivesse o agredido. O juiz apenas advertiu verbalmente o jogador do Veranópolis.

Aos 10min50seg, Gil quase ampliou: o atacante invadiu a área e chutou desviado para escanteio. Aos 12min, Ramon entrou no lugar de Andrezinho. Aos 13min40seg, Adriano foi lançado em alta velocidade, mas o goleiro Marcão chegou antes e afastou a bola com um chutão. A zaga do Veranópolis jogava em linha, facilitando a ação do ataque colorado. Aos 14min45seg, Adriano chutou cruzado da direita para excelente defesa do goleiro do VEC.

O primeiro lance de perigo do time da casa no segundo tempo surgiu apenas aos 18min40seg, em um chute de Jal que passou sobre o gol defendido por Renan. Aos 19min50seg, Neném, que havia entrado no lugar de Mikimba, cobrou falta e o goleiro colorado espalmou com categoria para escanteio. Aos 20min35seg, Titi fez grande jogada pela esquerda. Colocou a bola pelo meio das pernas do adversário e cruzou para Ramon bater forte e cruzado, mas o goleiro mandou para linha de fundo.

Aos 26min, Roger entrou no lugar de Gil. Aos 26min25seg, ataque perigoso do Veranópolis, mas a finalização de cabeça foi por cima do gol de Renan. Aos 27min25seg, Ramon fez grande jogada, avançou pelo meio, passou entre dois adversários e cruzou para Adriano marcar o terceiro gol do Inter. O goleador comemorou dando cambalhotas. Aos 28min40seg, Bustos derrubou o jogador do VEC fora da área, mas o árbitro Lenadro Vaden marcou pênalti. Sandro Sotilli converteu a cobrança: 3 a 1.

Contra-ataque colorado. Aos 35min, Roger recebeu a bola na frente, avançou, e da entrada da grande área, bateu para a defesa de Marcão. Aos 37min55seg, o Veranópolis marcou com Kito, que havia entrado no lugar de Guto, mas a arbitragem anulou o lance por impedimento.

Aos 40min30seg, Bustos deixou o campo para a entrada de Jonas. Aos 43min, Neném foi expulso. O árbitro Leandro Vuaden deu cartão vermelho também para Guiñazu, após confusão com os jogadores do Veranópolis. A partida ficou agitada, com as duas equipes reclamando muito das expulsões e a torcida local chegou a atirar garrafas de água no campo.

O Inter subiu ao ataque e o Veranópolis parou os colorados com falta, muitas vezes ríspidas. Depois disso, aos 48min15seg, Leandro Vuaden encerrou o jogo. Vitória do Inter: 3 a 1.

Com o resultado, o time colorado garantiu com uma rodada de antecipação o primeiro lugar do Grupo 2 com 29 pontos. No momento, o Inter tem duas vitórias a mais que o vice-líder Inter-SM, que aparece com 26 pontos na tabela de classificação. O time de Santa Maria será o adversário na próxima quarta-feira (26/3), às 19h30min, no Beira-Rio, em jogo válido pela última rodada da primeira fase. O adversário nas quartas-de-final será conhecido somente após o término da rodada do meio da semana.

"Foi uma vitória justa. Marcamos três gols, mas poderíamos ter feito muito mais, pois tivemos muitas oportunidades. Apesar dos nossos atacantes titulares não terem atuado, tivemos um excelente aproveitamento. Todo mundo que entrou está de parabéns", avaliou o técnico Abel Braga.

"Foi uma grande vitória. Superamos o adversário e a péssima arbitragem disciplinar do árbitro Leandro Vuaden", criticou o presidente Vitorio Piffero.

"Os jogadores do Veranópolis atuaram com ódio, pressionando a arbitragem o tempo todo. Por muitas vezes eles abusaram das jogadas violentas. Que bom que tudo acabou bem e conseguimos ficar com o primeiro lugar do Grupo", declarou o vice-presidente de futebol Giovanni Luigi.

"Fico muito feliz por estar correspondendo com gols a confiança do Abel. Estarei sempre pronto para ajudar o Inter", afirmou Adriano, autor de três gols nos últimos dois jogos.

Veranópolis (1): Willian (Marcão); Thoni, Nelinho, Xavier e Jal; Coracini, Mikimba (Neném), Eduardo e Lúcio Flávio; Guto (Kito) e Sandro Sotilli. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Internacional (3): Renan; Índio, Orozco e Sidnei; Bustos (Jonas, aos 40min2ºt), Edinho, Magrão, Andrezinho (Ramon, aos 12min1ºt) e Guiñazu; Adriano e Gil (Roger, aos 27min, 2ºt). Técnico: Abel Braga.

Gols: Gil (I), aos 27min30seg do primeiro tempo, Adriano (I), de pênalti, aos 46min do primeiro tempo, Adriano (I), aos 27min25seg do segundo tempo, Sandro Sotilli (V), de pênalti, aos 29min do segundo tempo. Cartões amarelos: Jal, Thoni, Xavier, Eduardo (V); Guiñazu, Orozco (I). Expulsão: Neném (V) e Guiñazu (I). Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por José Silveira e Júlio César Santos. Local: Estádio Antônio David Farina, em Veranópolis.


Outras notícias
Loja Virtual