12/03/2008

DERROTA EM CAXIAS

Inter perde para o Juventude mas segue na liderança do Grupo 2

Por Alexandre Corrêa (texto) e
Alexandre Lops (fotos)
Enviados especiais/Caxias do Sul

O Internacional foi derrotado por 3 a 0 para o Juventude, em Caxias do Sul, na noite desta quarta-feira. Os gols foram marcados por Mendes, Maicon e Hélder. Apesar do resultado, o time colorado segue na liderança do Grupo 2 do Gauchão com 23 pontos. No próximo sábado, a equipe colorada enfrenta o São José, no Beira-Rio.

O clima de rivalidade entre as duas equipes já podia ser visto antes da partida. A torcida colorada, que ocupou boa parte do espaço destinado atrás de um dos gols, gritava ?ão, ão, ão, segunda divisão?, provocando o time caxiense que foi rebaixado para a Série B na última temporada.


Torcida colorada marcou presença na Serra Gaúcha

Ainda na saída do hotel para o estádio, os jogadores já puderam receber o carinho da torcida colorada na Serra. Cerca de 100 torcedores se aglomeraram na frente do hotel localizado no centro da cidade e fizeram muita festa para cada jogador que embarcava no ônibus rumo ao Centenário.

A partida foi realizada no Estádio Centenário, do Caxias, já que o Alfredo Jaconi está passando por reformas e só deverá ser liberado no mês de abril. Apesar de estamos em pleno verão, a temperatura na Serra era amena e raros foram os torcedores que estiveram no Centenário sem algum agasalho.

Uma vitória garantia o Inter na próxima fase do Gauchão, faltando três rodadas. Além disso, a equipe colorada se consolidaria na liderança da Chave 2. Para isso, o técnico Abel Braga repetiu a escalação que havia vencido o Brasil-Pel, no último sábado. Foram a campo então Renan; Índio, Orozco e Marcão; Wellington Monteiro, Edinho, Magrão, Alex e Guiñazu; Iarley e Fernandão.


Iarley em ação no clássico regional

Já a equipe caxiense começou com Michel Alves; Elvis, Márcio Alemão, Nunes e Márcio Goiano; Juan Perez, Lauro, Paulo César e Danilo; Ivo e Mendes.

O confronto marcou também o duelo entre os dois goleadores do Gaucão: Mendes, do Juventude, e Alex, do Inter, ambos com sete gols.

O jogo começou forte. A ponto de Paulo César, do Juventude, levar cartão amarelo a 40 segundos depois de fazer falta por trás em Wellington Monteiro. E não é que um minuto depois, o mesmo Paulo César fez nova falta dura em Marcão. Só que desta vez não levou o cartão.

A 2min15seg, em contra-ataque do Juventude, Danilo recebeu na área e quando iria chutar, Marcão salvou para escanteio. A 3min35seg, Danilo novamente entrou em velocidade na área, driblou Renan, mas Marcão novamente salvou de carrinho para escanteio.

Aos 7min, em cobrança de escanteio de Danilo, o zagueiro Nunes concluiu para fora, ao lado do gol. O Inter respondeu forte um minuto depois com cruzamento de Magrão que Fernandão cabeceou e o zagueiro Márcio Alemão salvou na pequena área. Na cobrança de escanteio, a 8min40seg, Wellington Monteiro cruzou para a área, a bola sobrou para Magrão chutar e fazer o gol, mas o juiz Fabrício Corrêa anulou o lance marcando falta no lance.


Índio tenta a jogada ofensiva

Aos 12min20seg, Fernandão recebeu passe na área e recuou para Edinho concluir de fora da área por cima. Aos 13min30seg, Nunes fez falta forte em Fernandão e levou cartão amarelo. Aos 18min, Mendes arriscou de fora da área, a bola desviou na defesa e saiu ao lado do gol, com perigo. Dois minutos depois foi a vez de Paulo César arriscar de fora da área para defesa tranqüila de Renan.

O jogo era equilibrado com os dois times marcando muito forte e dificultando as chances de gol. Quando não tinham a posse de bola, ambos os times concentravam a marcação e os espaços para a criação eram ínfimos.

Aos 27min45seg, Ivo recebeu na área, tentou driblar Renan, que salvou com grande saída de gol, dando um tapa pra escanteio. Aos 31min40seg, Iarley recebeu na área, matou no peito, enganou o marcador com um giro e concluiu de pé esquerdo ao lado do gol. Aos 36min, Wellington Monteiro deu grande passe para Índio, que iria entrar livre na área, mas o juiz anulou o lance por impedimento.


Alex sofreu com a forte marcação do Juventude

Aos 38min, o Inter teve uma boa chance em bola parada. Uma falta próxima à meia-lua que Alex cobrou na barreira. Trinta segundos depois, o time colorado teve duas chances seguidas. Primeiro com cruzamento para Iarley cabecear e o zagueiro Márcio Alemão salvar se atirando sobre a bola. Na seqüência do lance, Guiñazu cruzou para Alex concluir na rede pelo lado de fora.

Aos 42min, Edinho fez falta no meio-campo e foi expulso pelo juiz Fabrício Corrêa. O jogo tornou-se mais complicado para o Inter. O Juventude tentou pressionar no final do primeiro tempo, mas o time colorado se fechou bem e foi para o vestiário com o empate sem gols.

O Inter voltou reposicionado com 10 atletas. Deixou apenas Iarley na frente, recuando mais Fernandão e Alex para compor o meio-campo. Aos 3min, Mendes deu grande passe para Ivo na área. O atacante chutou, mas Renan salvou com grande defesa, saindo bem do gol. Aos 5min45seg, depois de escanteio, Márcio Alemão cabeceou ao lado do gol.


Iarley tenta a conclusão: atacante quase marcou no Centenário

Aos 6min50seg, Fernandão recuou para Wellington Monteiro chutar forte no corpo do zagueiro caxiense. Trinta segundos depois, Magrão apareceu pela direita e cruzou na medida para Alex concluir forte e a novamente o Juventude se salvar porque a bola tocou no corpo de outro zagueiro.

Os lances levantaram a torcida colorada que deu show. ?Eeeee, vamo, vamo inteeeeeeer?, cantavam os cerca de 5 mil colorados presentes. A festa colorada fazia tremer as cabines do Estádio Centenário.

Apesar da inferioridade numérica, o Inter jogava melhor a segunda etapa. Os jogadores jogavam com muita raça e se multiplicavam em campo. Aos 17min25seg, Alex fez grande jogada, passando por dois e chutando forte para defesa de Michel Alves.


Guiñazu encara a marcação do time caxiense

Quando o Inter era melhor, sofreu o castigo. Aos 18min, Ivo roubou a bola na saída da defesa e tocou para Mendes entrar na área e chutar para o gol vazio. Gol do Juventude. Aos 19min, Paulo César chutou forte para defesa de Renan para escanteio. Um minuto depois, entrou Hélder no lugar de Elvis no Juventude. Aos 29min, mais uma modificação no Juventude: saiu Danilo e entrou Michel.

Aos 31min foi a vez do Inter mexer. Marcão deixou o gramado para a entrada do atacante Gil. Com a modificação, Alex passou para a lateral-esquerda. Aos 32min30seg, Iarley recebeu pela ponta direita e cruzou para Márcio Alemão salvar de carrinho. Aos 33min30seg, Maicon marcou o segundo gol caxiense em contra-ataque rápido. Ele recebeu na área, driblou e chutou de pé esquerdo para fazer 2 a 0.


Fernandão foi substituído por Adriano nos dez minutos finais do jogo

Aos 34min, entrou Jonas na vaga de Magrão. Aos 35min30seg, saiu Ivo no Juventude para a entrada de Renan. No Inter, Adriano substituiu Fernandão.

Aos 40min, Iarley quase descontou. Recebeu grande passe de Alex na área e chutou colocado no alto. A bola passou perto, mas foi pra fora.

Aos 43min45seg, Hélder entrou em velocidade e chutou no canto para fazer 3 a 0. Final de jogo.

"É claro que não esperávamos perder desta maneira, mas esta derrota de modo algum tinha o mérito do grupo colorado. É nesse momento que temos que crescer e mostrar força", afirmou o técnico Abel Braga ao final do jogo.

"A expulsão do Edinho dificultou totalmente nossa proposta de jogo. Começamos mal o primeiro tempo, e na segunda etapa, quando estávamos nos organizando em campo, acabamos levando um gol bobo. Agora temos que tirar as lições desta derrota, mas sem abalar a confiança no nosso futebol", avaliou o capitão Fernandão.

"Não é o momento de nos abalarmos. Nosso grupo é muito fechado e vamos dar a resposta dentro de campo", afirmou Edinho.

"Se o jogo é importante, é necessário que o Carlos Simon, o Leonardo Gaciba ou o Leandro Vuaden seja o árbitro. Este tipo de clássico exige um árbitro experiente. No jogo de hoje houve erros capitais do Fabrício Corrêa que foram decisivos no placar", criticou o presidente Vitorio Piffero. 

Juventude (3): Michel Alves; Elvis (Hélder), Márcio Alemão, Nunes e Márcio Goiano; Juan Perez, Lauro, Paulo César e Danilo (Michel); Ivo (Renan) e Mendes. Técnico: Edson Gaúcho.

Internacional (0): Renan; Índio, Orozco e Marcão (Gil, 31min2ºt); Wellington Monteiro, Edinho, Magrão (Jonas, 34min2ºt), Alex e Guiñazu; Iarley e Fernandão (Adriano, 36min2ºt).
Técnico: Abel Braga.

Gols: Mendes (J), aos 18min do segundo tempo, Maicon (J), aos 33min30seg do segundo tempo, Hélder (J), aos 43min45seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Paulo César, Nunes, Elvis, Perez, Mendes (J), Edinho, Marcão, Índio, Fernandão (I). Expulsão: Edinho (I). Arbitragem: Fabrício Corrêa, auxiliado por Sérgio Cordeiro Filho e Edemar Palmeira. Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul.

> Tabela do Gauchão 2008


Outras notícias
Loja Virtual