02/03/2008

INTER ARRASADOR EM BAGÉ

Por Aleco Mendes (texto)
e Alexandre Lops (foto)
Enviados especiais, Bagé
Edição: Felipe Silveira

O Internacional aplicou uma histórica goleada de 6 a 0 sobre o Guarany na tarde deste domingo em Bagé. Alex (2), Iarley (2) e Gil (2) marcaram os gols. Com o resultado, a equipe colorada voltou à liderança da Chave 2 do Gauchão com 20 pontos. O Inter também tem o ataque mais positivo da competição: são 25 gols marcados e apenas cinco sofridos. No próximo sábado (8/3), o adversário é o Brasil de Pelotas, às 18h30min, no Beira-Rio.


Alex (D) marcou duas vezes, consolidando-se na artilharia isolada do Gauchão com sete gols

Depois de uma semana movimentada na Copa do Brasil, quando goleou o Nacional-PB e garantiu vaga antecipada na próxima fase, o time do técnico Abel Braga encarou mais uma jornada no interior do Estado. Desta vez, o Inter viajou até Bagé, na Fronteira Oeste, para enfrentar o Guarany. Uma vitória garantiria a liderança isolada da Chave 2.

Para proporcionar as melhores condições para o grupo de jogadores, a direção colorada fretou dois aviões para levar a delegação. O Inter desembarcou no local do jogo na noite de sábado, e já na chegada pôde sentir o calor da maior torcida do Rio Grande. Uma multidão recepcionou o grupo colorado no terminal do aeroporto, enquanto centenas de torcedores aglomeravam-se em frente ao hotel onde o Inter ficou concentrado.

Abel teve um problema de última hora e não pôde contar com Fernandão. Com uma infecção intestinal, o capitão foi vetado pelo departamento médico. Dessa maneira, o Inter iniciou com a seguinte formação: Renan; Índio, Orozco e Marcão; Wellington Monteiro, Edinho, Magrão, Alex e Guiñazu; Andrezinho e Iarley.


Alex (E) comemora com Guiñazu: Inter conquistou a terceira vitória consecutiva

O Guarany-BA buscava uma reação no Gauchão, já que ocupa a última colocação. Treinado por Edinho, que até a última rodada atuava como lateral-direito, a equipe de Bagé entrou em campo com: Sandro; Fabrício, Bicudo, Darzone e Anderson; Ronaldo, Evanor, Tiago Souza e Deives Thiago; Brochi e Dudu.

O time do Guarany de Bagé entrou em campo cinco minutos antes do jogo sob aplausos do seu torcedor e logo após uma contagem  regressiva do locutor nos alto-falantes do estádio. Locutor este que é, ao mesmo tempo, o agitador da torcida da equipe local.  O Inter foi para o gramado sob aplausos e canto tradicional da torcida colorada, a maior do Rio Grande.

Com o estádio Estrela D'alva lotado e a certeza de um show à parte das arquibancadas, o jogo começou. A torcida preencheu totalmente seu espaço e já iniciou o incentivo aos jogadores.

A partida teve seus primeiros lances bastante disputados no meio-campo, mostrando muita marcação das duas equipes, com Edinho lutando por uma jogada e sofrendo falta aos 2min. A massa colorada gritou "Edinho, guerreiro"! Aos 5min, contra-ataque colorado. Wellington Monteiro afastou a bola na defesa, Iarley buscou na ponta esquerda de ataque e cruzou para Alex cabecear com perigo por cima do travessão. Aos 7min, o Guarany subiu para o ataque com velocidade, mas no cruzamento Renan segurou firme.


Guiñazu protege a bola do adversário em Bagé: Inter segue embalado

O jogo continuou bastante disputado e veloz, com as equipes marcando sem dar espaços ao adversário. Aos 9min, Alex sofreu falta próximo à meia-lua da grande área, ele mesmo cobrou, mas a bola ficou na barreira. Depois de cobrança de escanteio aos 14min, a bola sobrou na esquerda para Marcão. O lateral passou para Andrezinho que ajeitou na frente da área e mandou a bomba para o goleiro Sandro afastar para escanteio mais uma vez.

Aos 18min, o lateral-direito Fabrício avançou com perigo, invadiu a área colorada e cruzou. Orozco estava atento e afastou para escanteio. Três minutos depois, ataque pelo meio com Edinho. O camisa oito colorado tocou a bola para Andrezinho que de pé direito tentou encobrir o goleiro Sandro. Passou perto do travessão. Após isso, Andrezinho parou jogada no meio-campo com falta e levou cartão amarelo do árbitro Leonardo Gaciba.

Aos 26min, o atacante Dudu fez belos dribles e mostrou grande afinidade com a bola, o que animou o torcedor local. Dudu tocou para Anderson, que chutou pra fora. Um minuto depois, falta na intermediária para o Inter. Adivinha!!! Wellington Monteiro escorou para Alex que, com o pé esquerdo novamente calibrado com perfeição, chutou forte e fez um golaço no canto esquerdo do goleiro. Inter 1 a 0. Alex é o artilheiro isolado do Gauchão com sete gols e o goleador colorado na temporada com nove.


Alex (E) e Wellington Monteiro momentos antes da falta que abriu a goleada

Aos 37min, jogada perigosa do Guarany, na finalização a bola bateu na rede pelo lado de fora. Aos 42min, Andrezinho concluiu sem perigo para defesa de Sandro. No minuto seguinte, Iarley arriscou da entrada da área, mas bola subiu demais e saiu pela linha de fundo. O Inter pressionava. Aos 44min, foi a vez de Guiñazu chutar com força, por cima do gol. Foi a última chance da primeira etapa.

"Nosso objetivo está sendo conquistado. Temos que ter muito cuidado no segundo tempo. Com o time estando bem, fica fácil marcar", afirmou Alex no intervalo.

"O time está bem postado em campo. Temos que ter calma na finalização para ampliar", avaliou Edinho.

Antes de reiniciar a partida o árbitro Leonardo Gaciba sinaliza um minuto de silêncio. O Inter voltou sem modificações para o segundo tempo. No Guarany, Michel e Altieri entraram nos lugares de Brochi e Daivis Tiago.

Aos 7min, Wellington Monteiro invadiu a área em grande jogada. Dominou a bola invertida da esquerda para a direita e bateu forte para o gol, porém a bola explodiu no travessão. No rebote, ele outra vez, Alex!!! O meia colorado pegou de primeira e mandou para o fundo das redes. Mais uma vez Alex, que marcou seu 32º gol com a camisa colorada. Inter 2 a 0 e líder da Chave 2, junto ao Inter-SM, mas na frente no saldo de gols.


Alex teve mais uma atuação destacada e consolidou-se na artilharia isolada do Gauchão, com sete gols

Logo depois, Ronaldo deu uma entrada forte em Guiñazu e levou o cartão amarelo. Aos 10min, Marcelinho entrou no lugar de Tiago Souza.

O jogo estava cada vez mais disputado e veloz. O Guarany queria diminuir o placar e o Inter também buscava o ataque com qualidade. O gol nasceria a qualquer momento, o terceiro, a goleada. E foi assim: aos, 18min, Iarley recebeu lançamento na direita, invadiu a área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro. 

O Guarany atacava com desorganização e o Inter começava a dominar o jogo. A goleada já estava construída, mas os jogadores não amoleceram no gramado. Aos 21min, falta para Alex cobrar da intermediária. Mais uma vez levou perigo ao adversário, mandou uma bomba no canto esquerdo do goleiro, que desta vez conseguiu afastar. Passado um minuto o craque colorado deixou o campo para entrada de Gil. Alex foi aplaudido e saudado pela torcida aos gritos de "Alex, Alex!"

Aos 23min foi a vez do time de Bagé tentar. Subiu para o ataque tabelando e no chute final a bola foi pra fora. Depois, um escanteio em favor do Guarany, mas Marcão afastou.

Aos 27min, nova mudança no Inter, promovida pelo técnico Abel Braga: entrou Sidnei, com chuteiras, meias, calção e camisa vermelhos, para a saída de Índio. Aos 28min, Iarley (foto ao lado) escorou cruzamento da direita e marcou o seu segundo gol no jogo, de cabeça. Inter 4 a 0. Foi o sexto do camisa 10 no Gauchão, vice-artilheiro da competição.

Um minuto depois, o próprio Iarley deixou o gramado para a entrada de Guto. O Inter pressionava, só dava Inter. Guto, no seu primeiro lance, recebeu lançamento perfeito, invadiu a área e, ao tirar a bola do goleiro, foi derrubado. Pênalti! Gil cobrou e aumentou a vantagem colorada. Era o quinto do Inter na tarde ensolarada de Bagé, na Fronteira-Oeste do Estado.

O time colorado dominava por completo o jogo. Aos 33min, Gil chutou forte da ponta esquerda da área e a bola passou raspando. Mas dois minutos depois, o mesmo Gil aparou cruzamento de Magrão e de cabeça balançou as redes novamente. Inter 6 a 0! Aos 36min, Guto acertou a trave e quase ampliou ainda mais o placar.


Gil está marcando, de pênalti, o quinto gol colorado

Aos 41min, Gil avançou pela esquerda e, quase sem ângulo na linha de fundo, chutou. A bola passou perto da trave. O Inter comandava as ações do jogo por completo, mostrava suas jogadas de todas as formas, por todas os lados, tentava pelo meio, lançamentos, cruzamentos e tabelas. Os jogadores colorados mostravam sua superioridade naturalmente, quase em ritmo de treino a partir da metade do segundo tempo. Fim de jogo no estádio Estrela D'alva, em Bagé: Inter 6 a 0.

"Fizemos um excelente trabalho. Todos estão de parabéns", comemorou Índio ao final do jogo.

"Estamos com um grande grupo. Todo mundo está com uma regularidade muito boa. Estou muito feliz com o desempenho da equipe", elogiou Alex, artilheiro do Gauchão com sete gols.

"Foi uma grande semana para nós. Fechamos em grande estilo aqui em Bagé", afirmou o argentino Guiñazu.

"Foi uma vitória maiúscula. Todos que estiveram em campo mostraram o seu valor. Agora vamos lotar o Beira-Rio no próximo sábado contra o Brasil de Pelotas. Este é o momento de apoiar a equipe, de se associar ao clube. Estamos há um ano do centenário e contamos com a força da maior torcida do Rio Grande", convocou o presidente Vitorio Piffero.

"Foi uma atuação mais do que convicente. Todo mundo estava muito consciente em campo. No primeiro tempo faltou o último passe, mas na etapa final corrigimos isso e os gols saíram naturalmente. Mais uma vez mostramos que a nossa preparação física está 100%", analisou o técnico Abel Braga.

Guarany-BA (0): Sandro; Fabrício, Bicudo, Darzone e Anderson; Ronaldo, Evanor, Tiago Souza (Marcelinho) e Deives Thiago (Altieri); Brochi (Michel) e Dudu. Técnico: Edinho.

Inter (6): Renan; Índio (Sidnei, 27min 2º), Orozco e Marcão; Wellington Monteiro, Edinho, Magrão, Alex (Gil, aos 22min1º)e Guiñazu; Andrezinho e Iarley (Guto, aos 29min 2º).

Gols: Alex (I), aos 27min do primeiro tempo, Alex (I), aos 7min do segundo tempo, Iarley (I), aos 18min do segundo tempo, Iarley (I), aos 28min do segundo tempo, Gil (I), de pênalti, aos 31min do segundo tempo, Gil (I), aos 35min do segundo tempo. Cartões amarelos: Andrezinho (I); Ronaldo, Sandro e Bicudo (G). Arbitragem: Leonardo Gaciba, auxiliado por Paulo Ricardo Conceição e Sedemir Martins. Local: Estádio Estrela Dalva, em Bagé.


Outras notícias
Loja Virtual