10/02/2008

CHOCOLATE COLORADO NO ESTÁDIO BENTO FREITAS

Por Alexandre Corrêa (textos) e
Alexandre Lops (fotos)
Enviados especiais/Pelotas
Edição: Aleco Mendes

O Internacional goleou o Brasil-Pe por 5 a 0 na tarde deste domingo em Pelotas, em partida válida pela quinta rodada do Gauchão. Os gols foram de Marcão (2), Iarley, Alex e Bustos, que estreou bem pelo Inter. Foi a maior goleada do campeão da Dubai Cup sobre o time pelotense no Bento Freitas na história. Com o resultado, o Inter é o vice-líder da Chave 2 do Campeonato Gaúcho com dez pontos ganhos, um a menos que o Inter-SM.


Festa na capital do doce: Marcão comemora um de seus dois gols com a torcida em Pelotas

A tranqüilidade da chegada a Pelotas no sábado deu lugar a um certo distúrbio durante a madrugada antes da partida. A torcida do Brasil-PE soltou várias baterias de fogos de artifício ao longo da noite para impedir o sono dos jogadores colorados. Apesar disso, todos puderam descansar até o final da manhã. Escoltado pela Brigada Militar, o Inter chegou ao Estádio Bento Freitas cerca de uma hora antes do jogo. Alguns fanáticos torcedores xavantes, localizados nas ruas próximas ao estádio, xingaram o atual campeão da Dubai Cup. Os jogadores, porém, não deram bola e seguiram concentrados para a partida.


Wellington Monteiro (E) tem grande atuação na goleada sobre o Brasil-Pel

Já no estádio, o ambiente de apoio ao Brasil era forte. A tradicional charanga da torcida pelotense puxava as músicas para animar a galera. Os colorados, porém, estavam em grande número também e praticamente lotaram o seu espaço faltando ainda 45 minutos para o começo do confronto. Quando o time colorado entrou em campo para o aquecimento, a torcida colorada festejou muito. Renan foi o primeiro a aparecer e foi muito aplaudido. ?Ão, ão, ão, Renan é seleção?, gritaram os torcedores, referindo-se à convocação do goleiro para a Seleção Brasileira pelo técnico Dunga.

O time que foi a campo teve como principal novidades os retornos dos volantes Guiñazu, recuperado de lesão, e Magrão, que cumpriu suspensão automática no jogo diante do Juventude. Com isso, o técnico Abel Braga definiu a equipe com Renan; Sidnei, Orozco e Marcão; Wellington Monteiro, Edinho, Magrão, Alex e Guiñazu; Iarley e Fernandão. O Inter entrou no gramado todo de branco com uma grande festa da torcida colorada. O Brasil-Pe também fez um lindo espetáculo com balões brancos e uma bandeira gigante aberta nas gerais. A partida começou quente com os dois times disputando forte todas as jogadas. Guiñazu já deu as caras cedo roubando a bola no primeiro ataque do Brasil-Pe com poucos segundos.


Artilheiro do Gauchão, Iarley infernizou a defesa xavante no Bento Freitas

O Inter quase marcou de cara. A 1min50seg, Alex recebeu grande passe de Iarley, de cabeça, invadiu a área e chutou ao lado do gol, com grande perigo. O Brasil respondeu aos 6min com cruzamento para a área que Wellington Monteiro afastou para a lateral. Na seqüência, o time pelotense teve dois escanteios a favor, mas a defesa colorada afastou bem posicionada.

Aos 9min, Wellington Monteiro tabelou, entrou na área e chutou no corpo de um zagueiro. Aos 12min35seg, a bola sobrou para Tiago Rodrigues, em completo impedimento na área. Ele matou a bola e chutou para fazer o gol, mas o juiz acertadamente marcou a infração e anulou. Guiñazu se destacava na marcação, mas também no apoio no ataque. Como ocorreu aos 14min em uma grande arrancada que foi até a área, mas a zaga conseguiu afastar. Aos 18min30seg, Cláudio Millar cobrou falta com perigo para a área e Renan salvou com um tapa para escanteio.

Aos 25min10seg, Alex entrou na área e cruzou para a pequena área, onde um zagueiro conseguiu salvar. Aos 27min30seg, o Inter abriu o placar. Alex recebeu na área e chutou cruzado no canto: 1 a 0. Foi o terceiro gol de Alex na competição. O Brasil-Pe respondeu em seguida. Aos 28min10seg, Cláudio Milar recebeu na área, driblou e concluiu na trave.


Alex comemora mais um gol seu no Gauchão

Aos 33min20seg, Tiago Rodrigues entrou na área, driblou Renan, mas perdeu um pouco o ângulo. Ainda tentou a conclusão, e a bola foi para a fora. Aos 34min45seg, Renan fez boa defesa cortando de primeira com a mão direita cruzamento perigoso para a pequena área.

O time pelotense tentava pressionar, mas deixava mais espaços para os contra-ataques. Aos 37min20seg, Cláudio Millar cobrou falta por cima. Aos 41min45seg, Iarley fez boa jogada pela ponta direita e foi derrubado por Alex Martins, que recebeu o cartão amarelo. Na cobrança, Alex chutou por cima, com perigo.

O Inter quase ampliou em dois lances no final do primeiro tempo. Aos 43min20seg, um lance espetacular: Fernandão deu toque preciso para Magrão na área. O volante matou a bola no peito e deu uma bicicleta sensacional para grande defesa do goleiro Rodrigo Silva. Na cobrança de escanteio, aos 43min55seg, Alex achou Sidnei livre na área. O zagueiro cabeceou e Ivanildo salvou quase dentro do gol.

?Foi um primeiro tempo bom e disputado. Foi bom sair na frente que dá mais tranqüilidade?, avaliou Alex, autor do gol.

?Temos que caprichar mais no último passe para conseguir concluir melhor?, disse  Fernandão, na saída do campo.

?Temos que ter cuidados para não sofremos o gol?, alertou Iarley.


Marcão apresentou sua habitual raça e marcou gol novamente

Foi um bom jogo na primeira etapa. Os dois times tiveram chances de marcar, mas o Inter criou mais e foi mais eficiente. Na defesa, Guiñazu foi um dos destaques desarmando quase todas as jogadas que caíam pelo seu setor. Na frente, Fernandão, Iarley e Alex se movimentavam muito e confundiam o sistema defensivo do Brasil-Pe.

O segundo tempo começou com o Inter mantendo a equipe, mas jogando a favor do vento forte, o que poderia representar alguma vantagem durante a etapa. Aos 4min15seg, Cláudio Milar cobrou falta da intermediária ao lado do gol. Aos 9min30seg, Edinho avançou pelo meio e chutou forte para defesa do goleiro Rodrigo Silva, que ainda soltou a bola e deu um susto em sua torcida.

Aos 11min50seg, Wellington Monteiro roubou a bola no meio, tocou para Iarley, que devolveu para o ala direito na área chutar forte. Aos 12min25seg, o segundo gol colorado. Wellington Monteiro cruzou da direita e Marcão cabeceou na pequena área para fazer mais um. Foi o segundo gol de Marcão no Gauchão. Festa colorada no Bento Freitas!!! 


Bustos estreou com a camisa colorada mandando a bola pras redes

Aos 15min, mais uma mudança no Brasil-Pe. Saiu Michel e entrou o centroavante Hiantony. Aos 16min25seg, quase o terceiro colorado. Iarley recebeu na área, driblou o zagueiro e chutou de pé esquerdo ao lado, com grande perigo. Com a desvantagem, o time pelotense tentou se atirar para o ataque, mas deu espaços para o Inter. Aos 18min10seg, Airton entrou em velocidade na área e concluiu forte para grande defesa de Renan. O Inter respondeu um minuto mais tarde com chegada pela direita de Sidnei, que cruzou e Iarley quase alcançou na pequena área.

O jogo se tornou ainda mais franco com chances para os dois lados. Melhor estruturado, o Inter parecia que iria chegar ao terceiro gol em seguida. Aos 21min, a última substituição do Brasil: saiu Airton e entrou Flavinho. Aos 26min30seg, a vitória se transformou em goleada. Iarley foi lançado, ganhou no corpo de um marcador, avançou até a área, driblou mais um e chutou colocado de pé esquerdo no canto: um golaço. Foi o quarto gol de Iarley, o goleador do Gauchão.


Festa colorada: Marcão (C) celebra com companheiros um de seus dois gols contra o Brasil

Aos 29min, a primeira substituição colorada. O lateral-direito Bustos estreou pelo Inter no lugar de Wellington Monteiro, bastante aplaudido pela torcida.

Aos 33min10seg, Marcão recebeu bom passe de Alex na área e chutou rasteiro e forte para fazer o quarto gol. A bola ainda bateu em um zagueiro e entrou. Com o gol, a torcida colorada fez o carnaval na arquibancada, enquanto a torcida xavante deixou o estádio. Aos 34min25seg, Fernandão rolou para Bustos dentro da área que chutou rasteiro no canto: 5 a 0. Uma avalanche colorada em Pelotas!!!

Aos 36min, entrou Gil na vaga de Alex no Inter. Aos 39min45seg, Andrezinho deu grande passe para Gil, que entrou na área e quando foi chutar, a zaga salvou de carrinho. Aos 46min40seg, Claudio Milar foi expulso por reclamação.

?Fizemos uma semana muito boa de trabalho e isso se refletiu no jogo?, afirmou Fernandão.

?Construímos a vitória e isso deve ser valorizado?, disse Alex.

?Foi bom estar participando deste momento bom do Inter?, comemorou o lateral estreante Bustos.

?Queria dedicar ao meu filho os gols, que vive pedindo pra eu fazer gol e subir no alambrado?, festejou Marcão.

?Respeitamos o time do Brasil, marcamos forte e conseguimos a vitória?, analisou Iarley.

Brasil-Pel (0): Rodrigo Silva; Airton (Flavinho), Régis, Alex Martins e Raone; Ivanildo (Alan), Carlos Alberto, Pedro Ayub e Tiago Rodrigues; Claudio Milar e Michel (Hiantony). Técnico: Suca.

Inter (5): Renan; Sidnei, Orozco e Marcão; Wellington Monteiro (Bustos, 29min2ºt), Edinho, Magrão, Alex (Gil, 36min2ºt) e Guiñazu (Andrezinho, 32mn30seg2ºt); Fernandão e Iarley. Técnico: Abel Braga.

Gols: Alex (I), aos 27min30seg do primeiro tempo, Marcão (I), aos 12min25seg e 33min10seg, Iarley (I), aos 26min30seg, e Bustos, aos 34min25seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Michel, Claudio Milar e Alex Martins (B), Iarley e Marcão (I). Cartão vermelho: Claudio Milar. Arbitragem: Fabrício Corrêa, auxiliado por José Carlos Oliveira e Carlos Bittencourt. Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas.


Outras notícias
Loja Virtual