26/10/2006

INTER VENCE O JUVENTUDE

O Internacional venceu o Juventude por 1 a 0, na noite da última quinta-feira (26/10), no Beira-Rio ,em partida válida pela 31ª rodada do Brasileirão. Alex marcou o gol aos 22min15seg do segundo tempo. O Inter ocupa a vice-liderança com 56 pontos.


Alex marcou o gol da vitória sobre o Juventude

O Inter foi a campo com uma modificação em relação ao time que venceu a Ponte Preta. Wellington Monteiro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deu lugar a Maycon no meio-campo.

O Juventude chegou com perigo logo no primeiro minuto de jogo. Leandrinho avançou pela lateral direita, e ao lado da grande área, arriscou um potente chute. A bola acertou o travessão.

A resposta colorada veio aos 10min. Perdigão fez um lançamento perfeito para Ceará no interior da área, o lateral dominou a bola no peito e chutou cruzado. Ricardo Jesus e Iarley tentaram desviar para o gol, mas Cássio salvou com o peito em cima da linha. No rebote, Martín Hidalgo quase marcou em um chute de longa distância. André defendeu em dois tempos.


Perdigão teve boa atuação no clássico

A partida seguia movimentada, mas com poucas chances de gol. Aos 20min25seg, Perdigão livrou-se de três marcadores na intermediária e chutou forte para defesa de André. No minuto seguinte, Ceará, destaque da partida, cobrou uma falta sobre o gol. A bola raspou o travessão.

No intervalo, Leomir de Souza promoveu a entrada de Rentería no lugar de Ricardo Jesus.
 
O Inter voltou elétrico para o segundo tempo. A equipe colorada adiantou a marcação e tomou conta da partida. Acuado, o Juventude apenas se defendia. Aos 2min, Ceará cobrou falta e a bola passou muito próxima à trave direita. Aos 3min35seg, Martín Hidalgo cruzou da esquerda e André espalmou a bola para fora da área. No rebote, Ceará  chutou por cima.


Ceará foi o grande destaque da vitória colorada

A pressão colorada era imensa. Aos 7min15seg, Ceará cruzou da direita e Rentería quase marcou de cabeça. A bola raspou a trave direita. Aos 9min40seg, Alex cobrou uma falta com perigo sobre o gol. Aos 10min55seg, Índio cabeceou nas mãos do goleiro André depois de uma cobrança de escanteio. Aos 13min, Alex arriscou de fora da área e a bola foi desviada para escanteio.

Aos 17min, Leomir promoveu a entrada de Caio no lugar de Maycon para dar mais mobilidade ao meio-campo colorado.


 Alex está marcando o gol da vitória

O gol da vitória surgiu através de uma jogada coletiva. Aos 22min15seg, Martín Hidalgo cruzou a bola na área, Caio tentou o domínio, mas a zaga afastou. Ceará aproveitou o rebote dentro da área, e com uma precisa cabeçada, fez o passe para Alex, que também de cabeça, acertou o ângulo do goleiro André: 1 a 0.

Alex comemorou seu 13º gol com a camisa colorada plantando bananeira. Alheio à felicidade do meia-atacante - que voltou a atuar no Beira-Rio depois de mais de dois meses de afastamento em virtude de uma cirurgia no púbis - o árbitro Wilson de Souza Mendonça o advertiu com o cartão amarelo por considerar a comemoração exaltada.


Índio avança com a bola: zagueiro foi seguro na defesa e participativo no ataque no clássico gaúcho

O Juventude quase empatou aos 25min: Éderson cabeceou rente à trave direita depois de um cruzamento de Fernando. Aos 30min50seg, Caio chutou de fora da área para defesa segura de André. Aos 36min, Índio chutou cruzado da entrada da área. A bola saiu pela linha de fundo.

O Inter quase ampliou aos 41min20seg: Rentería chutou cruzado e André se esticou todo para espalmar a bola para escanteio. Já nos acréscimos, Alex cobrou uma falta que acertou o travessão. No rebote, Michel cabeceou por cima.

O Inter volta a campo na próxima quinta-feira (2/11), contra o Botafogo, no Rio de Janeiro.

"Foi mais uma vitória pessoal minha. Cada vez que que jogo uma partida inteira é uma conquista. O fato de ter marcado o gol me deixou ainda mais feliz", comemorou Alex.

"A vitória nos impulsionou na tabela de classificação e deixou o pessoal da frente com um friozinho na barriga", afirmou Perdigão.

"Foi um jogo atípico. O Juventude veio com a proposta de apenas se defender. Tivemos dificuldade em chegar ao gol, mas buscamos por ele durante os 90 minutos", analisou o técnico interino Leomir de Souza.

"A vitória motivou ainda mais o torcedor. Seguimos na vice-liderança e na briga pelo título", afirmou o vice-presidente de futebol Vitório Piffero.

Internacional (1): Renan; Ceará, Índio, Fabiano Eller e Martín Hidalgo; Edinho, Maycon (Caio), Perdigão e Alex; Iarley (Michel) e Ricardo Jesus (Rentería). Técnico: Leomir Souza (interino).

Juventude (0): André; Cássio, Fabrício e Igor; Wellington, Rafael, Éderson, Fernando (Bruno) e Márcio Azevedo (Igor Peçanha), Leandrinho (Cristiano) e Christian. Técnico: Ivo Wortmann.

Gol: Alex, aos 22min15seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Alex e Índio (I); Éderson (J). Público: 22.160 (19.119 pagantes). Renda: R$ 139.595,00. Arbitragem: Wilson de Souza Mendonça (Fifa-PE), auxiliado por Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Marcelo Barison (RS). Local: estádio Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual