Internacional

Sport Club Internacional

Official Website

10/09/2006

ABIGAIL, ZAGUEIRO DO ROLO COMPRESSOR, VISITA O BEIRA-RIO

O zagueiro Abigail (D, na foto), do lendrio time Rolo Compressor da dcada de 40, visitou o Beira-Rio neste domingo. O ex-jogador, de 85 anos, entrou no gramado momentos antes do confronto entre Inter x Atltico-PR e foi saudado pela torcida colorada.

O zagueiro Abigail, do lendário time Rolo Compressor da década de 40, visitou o Beira-Rio neste domingo. O ex-jogador, de 85 anos, entrou no gramado momentos antes do confronto entre Inter x Atlético-PR e foi saudado pela torcida colorada.

Além de ter sido titular do Rolo Compressor em quatro das seis conquistas do hexacampeonato gaúcho - de 1942 a 1945 -, Abigail teve diversas participações na seleção gaúcha. A equipe venceu pela primeira vez a seleção paulista em 1944, época em o Rolo era a base do time. Abigail também jogou na maior goleada colorada na história dos Gre-Nais, um 7x0 em 1948. E tem muitas outras glórias em seu currículo. Não bastasse sua importância, ele é hoje o único integrante vivo do Rolo Compressor que mora no Rio Grande do Sul - Nena está em Goiás e Ávila no Rio de Janeiro. 


Abigail (D) foi saudado pela torcida colorada no Beira-Rio

O craque iniciou sua carreira no Força e Luz. O estádio da Timbaúva era próximo de sua casa, no Caminho do Meio. Nascido em 12 de outubro de 1921, o atleta começou a jogar futebol aos 12 anos. E até hoje é lembrado pelos sócios do Forcinha como um dos grandes jogadores da história do clube. Aos 20 anos, foi contratado pelo Internacional, onde integrou a linha média da equipe comandada pelo técnico Ricardo Diaz, em 1942. O time já era bicampeão gaúcho (1940 e 1941), mas se aprimorou com os reforços daquele ano: Abigail, o goleiro Ivo Winck e o zagueiro Nena.

Era uma máquina que, nos seus seis anos gloriosos, venceu 19 e empatou cinco dos 28 Gre-Nais que disputou. Igualmente expressiva foi a contabilidade dos gols. Foram 87 vermelhos contra 49 tricolores, mais um dado eloqüente do poderio da equipe. Era um Rolo Compressor, como Vicente Rao gostava de chamar.

No apogeu desse ciclo, o Inter reuniu a equipe de jogadores mais famosos do Rio Grande do Sul em todos os tempos: Ivo; Alfeu e Nena; Assis, Ávila e Abigail; Tesourinha, Ivo, Adãozinho, Ruy e Carlitos. "Cada um deles reuniu, isoladamente, tantos feitos e qualidades que mereceria, hoje, uma biografia", afirma Kenny Braga, no livro INTER - Orgulho do Brasil (JÁ Editores, 2006).


Outras notícias