10/09/2006

INTER VENCE O ATLÉTICO-PR E SOBE NO BRASILEIRÃO

Com uma grande atuação, o Internacional venceu o Atlético-PR no Beira-Rio por 2 a 0 na noite deste domingo em partida válida pela 23ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Inter subiu para 40 pontos e para a vice-liderança a três pontos do líder São Paulo. Os gols colorados foram marcados por Adriano e Fabiano Eller.


Jogadores comemoram a terceira vitória consecutiva (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

O jogo teve uma série de novidades fora do campo antes da partida. O sistema de som do estádio apresentou pela primeira vez a música feita em homenagem à conquista da Copa Libertadores da América. ?América Vermelha? foi composta pelo músico e publicitário Luciano Fortes e faz parte da trilha sonora do DVD produzido pelo Internacional com o nome ?16 de agosto de 2006 ? Um dia sem fim?. O filme chegará às lojas em outubro.

Além disso, mil das novas cadeiras que vão cobrir todo o estádio estrearam no estádio. Até o final do mês serão mais 10 mil. A previsão é que até o final do ano todo o estádio estará coberto com as novas cadeiras totalizando cerca de 56 mil cadeiras.


Novas cadeiras já começaram a ser instaladas no Beira-Rio

O ex-jogador colorado Abigail foi homenageado antes do jogo pela direção do clube. Titular do lendário time colorado nos anos 40 apelidado de Rolo Compressor, Abigail teve diversas participações na seleção gaúcha também. Abigail é o único integrante vivo do Rolo Compressor que mora no Rio Grande do Sul ? Nena está em Goiás e Ávila no Rio de Janeiro. Ao ver Abigail no gramado, os torcedores gritaram ?Uh, terror, é o Rolo Compressor?, prestando homenagem ao craque.

A indumentária colorada também teve novidades. Os jogadores utilizaram pela primeira vez a camiseta com a quinta estrela acima do escudo do clube, referindo-se ao título da Libertadores conquistado em agosto. A camiseta também apresentou o escudo da Conmebol na manga esquerda.


Adriano veste nova camisa com a quinta estrela: meia-atacante deixou sua marca contra seu ex-time (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

 O Inter entrou em campo com o retorno de Wellington Monteiro ao meio-campo, recuperado de uma cirurgia. Wellington compôs o setor com Edinho, Adriano e Michel. No ataque, Fernandão esteve ao lado de Iarley.

O primeiro tempo foi recheado de lances bonitos com quatro bolas na trave (duas pra cada lado) além do gol de Adriano e inúmeras chances de gol. O começo colorado foi avassalador. O time tomou a iniciativa da partida, pressionando cedo, enquanto o Atlético-PR ficou posicionado atrás. A pressão deu certo e o gol saiu logo. Aos 5min40seg, Fabiano Eller  lançou para Fernandão, que, de cabeça, deu lindo passe para Adriano. O meia girou e chutou de pé direito, na área, no canto: Inter 1 a 0. Foi o terceiro gol de Adriano no Brasileirão e o quinto na temporada.


Fernandão fez o passe para o gol de Adriano: foi a décima assistência do capitão colorado na temporada (Jefferson bernardes/VIPCOMM)

O Inter seguiu em cima. Aos 9min15seg, Edinho arriscou de fora da área e quase marcou um golaço. A bola passou muito perto, ao lado da trave. Aos 11min40seg, Rubens Cardoso cruzou, Iarley cabeceou e Cléber salvou de soco. A resposta paranaense foi perigosa: aos 12min10seg, Jancarlos cruzou da direita, Índio tentou cortar e acertou o travessão. No rebote, Denis Marques cabeceou livre na pequena área e Clemer fez defesa sensacional, salvando o time. Aos 15min50seg, Adriano cruzou da direita e Índio cabeceou com muito perigo.

O Inter atacava com perigo, aparecendo vários jogadores para conclusão. Até mesmo os zagueiros e os volantes. Pelos lados, Ceará e Rubens Cardoso conseguiam bons cruzamentos para a área. Depois dos 20min, o Inter se posicionou mais atrás, buscando os espaços do contra-ataque.


Iarley tenta a jogada: Inter segue subindo na tabela de classificação do Brasileirão (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

Aos 29min50seg, Michel, do Inter, pegou rebote fora da área e concluiu forte para boa defesa de Cléber. Um minuto depois, o atacante Marcos Aurélio arriscou de fora da área ao lado do gol, com perigo. Aos 33min35seg, Rubens Cardoso cruzou da esquerda, a bola sobrou para Fernandão, na área, chutar, mas a zaga salvou de carrinho para escanteio.

Aos 36min45seg, Ceará cruzou da direita e Fernandão cabeceou no poste, mas o juiz marcou falta de Fernandão sobre o zagueiro César. Aos 38min15seg, Iarley fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Fabiano Eller concluir de cabeça na trave. Aos 41min15seg, foi a vez do Atlético-PR concluir no poste. Michel pegou rebote na área e chutou forte, Clemer salvou com um leve raspão na bola, que tocou no travessão.


Wellington Monteiro atuou no meio-campo (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

Aos 42min40seg, Wellington Monteiro avançou do meio-campo até a intermediária e chutou para defesa de Cléber. Aos 44min50seg, Marcos Aurélio tentou surpreender Clemer com um chute sem ângulo, mas a bola foi na rede pelo lado de fora. Foi o último lance de perigo na primeira etapa.

Na etapa final, o Inter voltou melhor ainda. Com uma atuação de luxo, marcou mais um gol, criou inúmeras chances de gol, concluiu duas bolas na trave (foram quatro no total da partida, sendo três em conclusões de Fernandão) e deu um show para o delírio de quase 40 mil colorados presentes. A atuação foi tão boa que o mais difícil era decidir quem foi o melhor em campo.


Inter criou diversas chances de gol contra o Atlético-PR

Aos 2min, Fabiano Eller tabelou com Iarley e deu grande passe para Adriano, livre na área. O meia matou a bola e chutou por cima, quase marcando o seu segundo gol. Aos 6min10seg, Ceará cobrou escanteio na medida para Fabiano Eller cabecear forte no canto: Inter 2 a 0. Foi o primeiro gol do zagueiro com a camisa colorada. Na comemoração, os jogadores correram até o técnico Abel Braga e brincaram com o treinador, prestando continência.


Eller (E) comemora o gol prestando continência ao técnico Abel Braga (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

Temendo por uma goleada, o técnico Vadão retirou o meia Ferreira e colocou o volante Alan Bahia aos 12min45seg. Enquanto isso, Fernandão e Iarley encantavam em campo com lindas tabelas. Aos 15min5seg, Fernandão cobrou falta no poste. Depois do lance, a partida diminuiu um pouco de ritmo. Aos 19min30seg, saiu o volante Erandir e entrou o zagueiro Rhodolfo, fechando ainda mais o time paranaense.

Aos 21min, depois de escanteio, Índio cabeceou por cima. Aos 24min10seg, Iarley cruzou da direita, Michel cabeceou e Cléber defendeu. Aos 27min, Michel, do Atlético-PR, cobrou falta de longe e Clemer defendeu no canto. Foi a única chance do time de Curitiba na segunda etapa. Aos 29min, William deixou o gramado e entrou o atacante Paulo Rink. Dois minutos depois, saiu Michel, do Inter, sob aplausos, e entrou Ramon. Aos 32min40seg, Perdigão entrou no lugar de Adriano, bastante aplaudido também.

Nos últimos minutos, o Inter aumentou o ritmo novamente e quase chegou ao terceiro gol em várias oportunidades. Aos 39min25seg, Iarley tocou para Rubens Cardoso concluir com curva na entrada da área, quase marcando um golaço. Aos 40min40seg, Perdigão deu grande passe para Iarley, que entrou na área e chutou no corpo de Cléber. No rebote, Rubens Cardoso tocou para o gol, mas Alan Bahia salvou na pequena área.


Lateral-esquerdo Rubens Cardoso avança com a  bola: time de Abel Braga teve equilíbrio em todos os setores

Aos 42min, entrou Luiz Adriano e saiu Iarley, que teve o seu nome gritado pelos torcedores. Aos 43min10seg, Fabiano Eller cruzou, Fernandão matou a bola na área e chutou no corpo de um zagueiro. Aos 46min30seg, Fernandão recebeu ótimo passe de Edinho, entrou na área e chutou no travessão. No rebote, Edinho chutou e Cléber defendeu. Foi a última chance da partida.


Michel (D) teve boa atuação e deixou o campo aplaudido pela torcida (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

A vitória do Inter deixou o time na vice-liderança a três pontos do líder São Paulo. Na próxima rodada, os dois times se enfrentam no Morumbi em uma espécie de final antecipada da competição. Será também o reencontro dos dois times depois da conquista da Libertadores pelo Inter sobre o rival paulista.

Depois de 23 rodadas, o time colorado tem a segunda melhor campanha do Brasileirão, a melhor defesa (22 gols sofridos) e o terceiro melhor saldo de gols (9). Lembrando ainda que o Inter tem um jogo a menos do que a maioria dos competidores.

"Foi uma atuação segura e de muita qualidade técnica. O grupo está muito concentrado e os jogadores sabem onde devem chegar. O Inter vai jogar para ser campeão", analisou o técnico Abel Braga.

?Os jogadores são os soldados e o Abel é o comandante, por isso comemorei o gol batendo continência", explicou o zagueiro Fabiano Eller.

"Foram três pontos muito importantes que conquistamos. Agora temos mais uma semana para treinar e buscar a liderança contra o São Paulo", afirmou Fernandão, já projetando o próximo jogo do Inter no Brasileirão. 

'Foi o reencontro da vitória no Beira-Rio. Com o apoio da torcida o Inter jogou com determinação para cima do adversário", comemorou o presidente Fernando Carvalho.

"Estou feliz com o apoio da torcida. Quero continuar dando alegrias para o Inter", afirmou o meia-atacante Adriano.

Internacional (2): Clemer; Ceará, Índio, Fabiano Eller e Rubens Cardoso; Edinho, Wellington, Adriano (Perdigão) e Michel (Ramon); Fernandão e Iarley (Luiz Adriano). Técnico: Abel Braga.

Atlético-PR (0): Cléber; Jancarlos, Danilo, César e Michel; Marcelo Silva, Erandir (Rhodolfo), William (Paulo Rink) e Ferreira (Alan Bahia); Dênis Marques e Marcos Aurélio. Técnico: Vadão.

Gols: Adriano (I), aos 5min40seg do primeiro tempo, Fabiano Eller (I), aos 6min10seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Danilo, Alan Bahia, Erandir (A), Ramon (I). Renda: R$ 212.594,00. Público: 36.824 (32.279 pagantes). Arbitragem: Álvaro Azeredo Quelhas (MG), auxiliado por Marco Antônio Gomes (Fifa/MG) e Guilherme Dias Camilo (MG). Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual