20/08/2006

CAMPEÕES DA AMÉRICA EMPATAM EM 1 A 1 COM O PALMEIRAS

O Internacional empatou em 1 a 1 com o Palmeiras no Beira-Rio na noite deste domingo, em partida que marcou a a volta ao Brasileirão depois da conquista da Copa Libertadores da América. Rafael Sobis fez o gol colorado, enquanto Paulo Baier empatou para a equipe paulista. O time colorado jogou toda a segunda etapa com um jogador a menos porque Perdigão foi expulso no final do primeiro tempo. Com o resultado, o Inter, com um jogo a menos que a maioria dos participantes, ficou na quarta posição com 30 pontos, quatro atrás do líder São Paulo, que tem 34 e também tem um jogo a menos.


Inter, de Edinho, empatou com o Palmeiras

O Inter enfrentou o Palmeiras ainda sob o ambiente do título recém conquistado. Antes da partida, a taça da Copa Libertadores da América foi exposta aos torcedores que aplaudiram muito. O time entrou em campo sob os gritos de ?É campeão?. Na manga da camiseta colorada uma novidade: o escudo da Conmebol que só os campeões do continente podem ostentar.


Nova geração de colorados ao lado das taças da maior conquista da história do Sport Club Internacional


Selo na camisa atesta conquista da Libertadores


Torcedores projetam a disputa do Mundial Interclubes, em dezembro, no Japão


Réplica da taça da Libertadores da América feita por torcedor foi exibida na arquibancada do Beira-Rio

O primeiro tempo foi bastante corrido, mas sem muitas chances de gol. As duas defesas estavam bem postadas, diminuindo os espaços para os atacantes. O Palmeiras marcava com 9 jogadores atrás da linha da bola, deixando apenas Enílton na frente. Aos 9min, em um contra-ataque, Marcinho recebeu na área e cruzou, mas Fabinho salvou na pequena área.


Rubens Cardoso atuou na lateral-esquerda

O Inter respondeu aos 9min55seg, Perdigão lançou para Rubens Cardoso na área, que matou no peito e chutou de bicicleta, em uma jogada linda, mas a bola foi pra fora. O juiz, porém, anulou o lance por impedimento equivocadamente. Aos 12min, Michel cruzou, Dininho tentou cortar, a bola subiu e o goleiro Diego teve que tirar a bola com socos duas vezes até afastar para escanteio.

Aos 25min15seg, Michel, do Palmeiras, avançou até a entrada da área e chutou por cima com perigo. Dois minutos depois, Edmundo fez grande jogada e tocou para Enílton, livre na área, concluir para grande defesa de Clemer, mas o árbitro anulou o lance por impedimento corretamente.

Aos 36min55seg, Ceará cobrou falta para a área e Índio cabeceou para boa defesa de Diego. Aos 41min35seg, Perdigão deu grande lançamento para Sobis, que entrou na área e chutou forte e cruzado com precisão (seqüência fotográfica do lance abaixo): gol do Inter. Foi o terceiro gol do atacante na competição, o sexto na temporada e o 40º gol com a camiseta colorada.




Sobis chuta forte para marcar seu 40º gol com a camiseta do Inter

Aos 45min30seg, o juiz Evandro Roman resolveu aprontar. Marcou uma falta duvidosa de Perdigão e ainda deu o cartão amarelo ao meio-campista. Perdigão reclamou do árbitro e foi expulso, deixando o time com 10 jogadores em campo. Depois disso, o primeiro tempo terminou.

No intervalo, o técnico Tite retirou o zagueiro Dininho e colocou o meia chileno Valdívia. A mudança deu certo cedo. Aos 4min45seg, Michel cruzou da esquerda, Enílton ajeitou na área e tocou para Paulo Baier chutar cruzado e empatar. Aos 7min50seg, Marcinho conluiu de fora da área com muita fora e a bola tocou no travessão. No rebote, Paulo Baier concluiu para fora.

Aos 9min40seg, Edmundo recebeu livre na área, driblou Clemer e chutou para fora, perdendo uma grande chance. O Inter respondeu forte aos 11min30seg, quando Ceará cobrou falta e Diego fez defesa sensacional para escanteio. Aos 12min35seg, depois de cruzamento, a bola sobrou para Paulo Baier chutar por cima. Aos 13min, saiu Michel e entrou Maycon para aumentar a marcação no meio-campo colorado.


Torcida colorada apoio intensamente o time campeão da América

O juiz do Paraná Evandro Roman irritava a todos no estádio, não marcando faltas claras para o Inter e apontando faltas duvidosas para o time paulista. Diante dessa dificuldade extra, o torcedor colorado entrou em ação: passou a gritar e incentivar muito o time, transformando o Beira-Rio em um caldeirão.

Em campo, o time colorado sentiu a energia das arquibancadas e partiu para cima, mesmo com um jogador a menos. Aos 22min30seg, Fernandão deu grande lançamento para Sobis, que entrou na área, mas Nen conseguiu salvar com carrinho para escanteio. Na cobrança, aos 22min55seg, Rubens Cardoso cobrou escanteio e Ceará cabeceou forte para defesa espetacular do goleiro Diego. Na seqüência, em outro escanteio aos 23min20seg, a bola sobrou para Fernandão chutar por cima.


Ceará marca em cima o adversário (Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

A pressão colorada seguia forte. O Inter jogava com muita raça, dividindo todas as bolas e correndo muito. Aos 27min15seg, Rubens Cardoso cobrou falta e Fabiano Eller cabeceou para marcar o gol, mas o juiz anulou o lance por impedimento. Aos 29min, saiu Michel no Palmeiras e entrou Chiquinho, que pertence ao Inter e está cedido por empréstimo.

Aos 31min30seg, saiu Sobis e entrou Rentería. Aos 34min25seg, Paulo Baier recebeu na intermediária e concluiu ao lado do gol. Aos 39min30seg, o Palmeiras mudou de novo: entrou o atacante Roger no lugar de Edmundo. O jogo não teve mais lances de perigo e terminou empatado em 1 a 1. 

?Jogando com um a menos, foi um bom resultado?, analisou o zagueiro Fabiano Eller.

?O time foi aguerrido e tentou a vitória, mas infelizmente não deu. O importante é que a torcida, o time, a direção estão todos unidos?, afirmou o zagueiro Índio.

?Nós jogamos com 11, mas o Palmeiras jogou com 12. A arbitragem foi catastrófica?, criticou o vice-presidente de futebol, Vitório Piffero.

?Meus jogadores foram heróis mais uma vez. Mesmo com um jogador a menos, tivemos mais perto da vitória?, disse o técnico Abel Braga. 

Internacional (1): Clemer; Ceará, Índio, Fabiano Eller e Rubens Cardoso; Edinho, Fabinho, Perdigão e Michel (Maycon); Fernandão e Sobis (Rentería). Técnico: Abel Braga.

Palmeiras (1): Diego Cavalieri; Dininho (Valdívia), Nen e Alceu; Paulo Baier, Francis, Wendel, Marcinho, Edmundo (Roger) e Michel (Chiquinho); Enílton. Técnico: Tite.

Gols: Rafael Sobis (I), aos 41min35seg do primeiro tempo, e Paulo Baier (P), aos 4min45seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Edmundo, Michel (P), Edinho, Perdigão (I). Expulsão: Perdigão (I). Renda: R$ 161.681,00. Público: 22.943 (19.699 pagantes). Arbitragem: Evandro Rogério Roman (PR), auxiliado por Roberto Braatz (PR) e Faustino Vicente Lopes (PR). Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual