09/08/2006

SENSACIONAL, INTER VENCE NO MORUMBI: 2 A 1

O Internacional venceu o São Paulo por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, na primeira partida das finais da Libertadores da América. Rafael Sobis, aos 8min25seg e aos 16min do segundo tempo, marcou para a equipe colorada. Edcarlos descontou aos 30min do segundo tempo. Com o resultado, o Inter precisa de um empate na partida de volta, no dia 16 de agosto, no Beira-Rio, para conquistar o título inédito.


Sobis marcou os dois gols sobre o São Paulo (Divulgação/VIPCOMM)

Antes da partida iniciar, os cerca de 3,5 mil colorados que foram até São Paulo entoavam vibrantes gritos de guerra e cantavam o hino do clube nas arquibancadas do Morumbi. Com a bola rolando, o otimismo da torcida invadiu o gramado e contaminou a equipe do técnico Abel Braga, que conquistou uma vitória histórica no estádio paulista.


Tinga luta pela bola: Inter mostrou aplicação tática durante os 90 minutos (Divulgação/VIPCOMM)

O começo foi eletrizante. A 1min20seg, o atacante Ricardo Oliveira recebeu a bola no interior da área e chutou fraco para defesa de Clemer. Aos 3min30seg, o ala Júnior cobrou falta da direita sobre a goleira. Aos 4min, Ceará cruzou da direita e Rogério Ceni afastou de soco para escanteio. Aos 4min50seg, Sobis chutou de fora da área, à direita da goleira do time tricolor.

A partida seguia movimentada quando o volante Josué acertou uma cotovelada em Rafael Sobis, aos 9min10seg. O árbitro uruguaio Jorge Larrionda expulsou o jogador são-paulino.

Com a vantagem numérica em campo, o Inter passou a dominar totalmente a partida. A equipe colorada ditava o ritmo da partida e tocava a bola com inteligência, mas tinha dificuldade na hora de finalizar as jogadas. O São Paulo restringia-se aos contra-ataques, quase sempre comandados pelo ala-direito Souza. Aos 16min50seg, Jorge Wagner cobrou falta da direita e Fabiano Eller desviou de cabeça sobre a goleira defendida por Ceni.

A melhor chance da equipe colorada na primeira etapa foi aos 17min40seg: Edinho fez um lançamento na medida para Jorge Wagner, que invadiu a áera pela esquerda e chutou para a defesa de Ceni. O São Paulo respondeu aos 23min40seg: Ricardo Oliveira recebeu livre na área, driblou Clemer, mas foi travado na hora do chute por Fabinho. A bola saiu para escanteio.

O Inter mantinha a consistência no meio-campo e marcava com disposição a saída de bola do adversário. Acuado, o time do técnico Muricy Ramalho defendia-se das investidas coloradas. Aos 34min50seg, Alex (foto acima) arriscou de fora da área um chute com efeito. A bola passou rente à trave direita.

Aos 38min, Fabinho foi expulso por falta sobre Souza. Aos 42min30seg, Souza tentou encobrir Clemer, que defendeu com um tapa. Aos 41min, Sobis sofreu uma falta de Lugano rente à lateral direita da grande área. Jorge Wagner cobrou com perigo sobre o gol. Foi o último lance da primeira etapa.


Jorge Wagner quase marcou no primeiro tempo (Divulgação/VIPCOMM)

As emoções ficaram reservadas para o segundo tempo. O Inter voltou do vestiário com ainda mais disposição. Logo a 1min20seg, Ceará cruzou da direita e Edcarlos afastou para escanteio. Aos 8min25seg, Edinho fez um lançamento perfeito para Rafael Sobis: o atacante livrou-se da marcação e chutou no canto direito de Ceni para abrir o placar no Morumbi. Foi o 37º gol de Sobis com a camiseta colorada.


Edinho fez o passe para o primeiro gol (foto: Daniel Boucinha)

Logo após o gol, o técnico Abel Braga colocou o volante Wellington Monteiro no lugar de Ceará para resguardar a defesa. Aos 13min, Alex lançou Tinga pelo alto no interior da área, mas Ceni antecipou-se e agarrou a bola.

Aos 16min, a nação colorada explodiu novamente de alegria. Alex cruzou da esquerda, Fernandão escorou de cabeça para o meio da área, e na tentativa de afastar a bola, Júnior cabeceou contra o gol defendido por Ceni: o goleiro espalmou a bola no travessão, e no rebote, Sobis apareceu livre para marcar: 2 a 0. Festa da torcida colorada no Morumbi!


Sobis marcou os dois gols da histórica vitória (foto: Daniel Boucinha)

Aos 19min, Muricy colocou Lenílson no lugar de Danilo. Com o placar adverso, o São Paulo foi para cima do Inter. Aos 22min, Lenílson chutou com perigo da entrada da área e Clemer defendeu para a linha de fundo. Aos 25min, Souza, destaque do time são-paulino, cruzou da direita e Ricardo Oliveira escorou de cabeça. A bola desviou em Wellington Monteiro e quase traiu o goleiro colorado, que se esticou todo para fazer grande defesa.

Por muito pouco Rafael Sobis não marcou o terceiro gol, aos 25min: o atacante recebeu livre no interior da área e chutou por cima.  Aos 28min, o zagueiro Índio entrou no lugar de Alex.

O São Paulo chegava com perigo. Aos 28min40seg, Souza cruzou da direita e Wellington Monteiro desviou para a linha de fundo. Aos 30min, Edcarlos aproveitou um cruzamento de Souza e desviou de cabeça para descontar: 2 a 1.

Muricy foi para o tudo ou nada e promoveu a entrada do atacante Aloísio no lugar do zagueiro Edcarlos. No Inter, Michel entrou no lugar de Rafael Sobis, o herói da vitória colorada no Morumbi.

O São Paulo pressionava na busca pelo empate. Aos 39min50seg, Ricardo Oliveira chutou para defesa segura de Clemer (foto ao lado). Aos 42min, Richarlyson, que havia entrado no lugar de Leandro, quase marcou em um chute cruzado da esquerda que passou rente à trave direita. O Inter defendia-se bravamente e esperava pelo apito final. Aos 44min, Souza cruzou e Clemer salvou para escanteio. Já nos acréscimos, Souza aproveitou um rebote no interior da área colorada e chutou para a linha de fundo. Aos 47min, Souza, novamente, chutou de fora da área para defesa segura de Clemer. Nada mais tirava a sensacional vitória do Inter!

Com o resultado, a equipe colorada precisa de um empate na partida de volta, na próxima quarta-feira (16/8), no Beira-Rio, para conquistar o título da Libertadores da América. A delegação do Inter desembarca em Porto Alegre por volta das 11h20min desta quinta-feira.

"Nosso objetivo nos primeiros 90 minutos foi alcançado. Temos que jogar com a mesma seriedade no Beira-Rio para conquistarmos o título", afirmou o zagueiro Bolívar.

"Conseguimos vencer no Morumbi e isso é muito difícil. Foi um resultado justo, mas ainda não ganhamos nada", analisou o volante Tinga.

"Estamos felizes pela vitória, mas não eufóricos. Temos um desafio na próxima quarta-feira e contamos com o apoio da torcida no Beira-Rio", projetou o meia-atacante Fernandão.

"As dificuldades serão iguais ou maiores no próximo jogo. Conseguimos apenas uma pequena vantagem e vamos aproveitá-la da melhor maneira possível", afirmou o técnico Abel Braga.

"Foi uma vitória magnífica que nos deu o direito de jogarmos pelo empate para sermos campeões", festejou o vice-presidente de Futebol Vitório Piffero.

"Valeu por tudo, já que faz muito tempo que estamos trabalhando para chegar até aqui. Vamos decidir tudo no Beira-Rio ao lado da torcida", afirmou o presidente Fernando Carvalho.

São Paulo (1): Rogério Ceni; Fabão, Lugano e Edcarlos (Aloísio); Souza, Mineiro, Josué, Danilo (Lenílson) e Júnior; Leandro (Richarlyson) e Ricardo Oliveira. Técnico: Muricy Ramalho.

Internacional (2): Clemer; Ceará (Wellington Monteiro), Bolívar, Fabiano Eller e Jorge Wagner; Edinho, Fabinho, Alex (Índio) e Tinga; Rafael Sobis (Michel) e Fernandão. Técnico: Abel Braga.

Gols: Rafael Sobis (I), aos 8min25seg e aos 16min do segundo tempo, e Edcarlos (SP), aos 30min do segundo tempo. Cartões amarelos: Fabão e Souza (SP). Expulsões: Josué (SP) e Fabinho (I). Renda: R$ 3.382.655,00. Público: 71.745 pagantes. Arbitragem: Jorge Larrionda, auxiliado por Pablo Fandi'o e Walter Rial (trio uruguaio). Local: Morumbi, em São Paulo.


Outras notícias
Loja Virtual