19/07/2006

INTER NAS SEMIFINAIS DA LIBERTADORES DA AMÉRICA!!!


Sobis abriu o placar contra a LDU no Beira-Rio (foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

Com uma atuação sensacional no segundo tempo, o Internacional venceu a LDU, do Equador, por 2 a 0 no Beira-Rio e avançou para as semifinais da Copa Libertadores da América. Agora, o time colorado enfrenta o Libertad, do Paraguai, em Assuncion, no dia 27 de julho. O jogo de volta no Beira-Rio será disputado no dia 3 de agosto. Os gols foram marcados por Rafael Sobis e Rentería.

O time colorado foi a campo sob uma festa muito bonita da torcida com direito a sinalizadores e fogos de artifício, que gerou uma grande nuvem de fumaça que avançou pelo gramado nos primeiros minutos. O jogo marcou a volta de Elder Granja, recuperado de lesão.


Torcida colorada incentivou o time de Abel Braga durante os 90 minutos no Beira-Rio (foto: Daniel Boucinha)

Os equatorianos atuaram com o seu uniforme número 2, com camisas e calções amarelos. Em campo, a LDU teve sete jogadores que disputaram a Copa do Mundo pela seleção equatoriana. O técnico Oblitas armou um esquema com cinco atletas no meio-campo, sendo três volantes, para não dar espaços.


Tinga sofre com a marcação adversária: LDU não deu espaços em campo (foto: Daniel Boucinha)

O Inter teve muita dificuldade para furar a linha de defensores adversária. Raramente conseguiu entrar na área e a maioria das conclusões foi de fora da área. A LDU, quando tinha a bola, procurava tocar bastante para esfriar a equipe gaúcha.

A 1min50seg, Alex passou por dois e deu grande passe para Sobis, que cruzou da esquerda e Mora defendeu. Aos 13min45seg, Tinga recebeu bom passe de Granja e cruzou para Fernandão, mas a zaga salvou na pequena área.

Aos 15min30seg, um susto. Mendez recuperou a bola na intermediária e chutou ao lado do gol com perigo.


Meia-atacante Fernandão tenta a jogada: Inter teve dificuldades no 1º tempo (foto: Daniel Boucinha)

A equipe de Abel Braga só conseguiu pressionar mais nos últimos 10 minutos. Aos 35min55seg, Fernandão recebeu na entrada da área e tentou colocar no alto, mas a bola foi para fora. Aos 37min40seg, foi a vez de Sobis receber na área e concluir por cima. Aos 41min30seg, Granja pegou sobra de fora da área e arrematou também por sobre o gol. Foi a última chance da primeira etapa.

O segundo tempo foi totalmente diferente. O Inter voltou com mais ímpeto ofensivo e marcando forte já no campo da LDU. Com isso, passou a acumular chances de gol.

Aos 2min45seg, Jorge Wagner chutou cruzado e Tinga na pequena área concluiu por cima, desequilibrado por um zagueiro. Aos 3min45seg, Fernandão recebeu na entrada da área e concluiu rasteiro ao lado do gol.


Sobis chuta para abrir o placar (foto: Daniel Boucinha)

De tanto pressionar, o Inter chegou ao gol. Aos 6min30seg, Fernandão ganhou de cabeça na intermediária e tocou para Sobis, que ficou com apenas o zagueiro Espinoza pela frente. O atacante colorado foi avançando até a entrada da área, driblou Espinoza e chutou no canto com precisão, marcando um lindo gol. Na comemoração, Sobis correu até a torcida e festejou muito.


Sobis vibra junto à torcida colorada depois de marcar (foto: Daniel Boucinha)

O Inter seguiu em cima e quase marcou de novo dois minutos depois. Fernandão recuou para Alex chutar ao lado do gol com perigo. Aos 12min, uma má notícia: Tinga sentiu uma lesão e precisou ser substituído. Adriano entrou em seu lugar.

O time colorado era pura raça e solidariedade em campo. Todos os jogadores corriam, dividiam, davam chutões e lutavam muito. Os equatorianos pareciam não saber como reagir diante da força colorada. Aos 13min5seg, Fabiano Eller avançou até a intermediária, tabelou com Rafael Sobis, que chutou por cima.


Fernandão ajuda na marcação: time mudou a postura em campo na etapa final (foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

Só dava Inter. Aos 16min15seg, Alex deu grande passe para Sobis na área que concluiu e Mora fez defesa espetacular para escanteio. Aos 18min5seg, depois de escanteio, Edinho cabeceou, Mora defendeu, a bola bateu em Fernandão, mas o goleiro salvou novamente.

Aos 19min30seg, a LDU tentou modificar o panorama do jogo colocando o atacante Murillo no lugar do volante Obregón. Aos 20min, Alex cobrou falta por cima. Aos 23min50seg, Jorge Wagner recebeu de calcanhar de Alex e concluiu também por cima. Aos 26min5seg, Jorge Wagner cobrou falta e Edinho concluiu de cabeça por cima com grande perigo.

A LDU só foi ameaçar aos 27min20seg, quando Reasco tentou de fora da área muito alto.  Nos últimos 15 minutos, o time colorado se posicionou mais atrás e buscou se fechar. Aos 38min, saiu Sobis, muito aplaudido pelo estádio, e entrou Rentería. A torcida gritou o nome de Sobis, reconhecendo a grande atuação. Na LDU, o volante Vera deixou o gramado para a entrada do meia Candelário.


Rentería entrou no segundo tempo e fez a torcida colorada explodir de alegria (foto: Daniel Boucinha)

Aos 38min30seg, Fernandão tocou para Rentería, que no seu primeiro lance, chutou e Mora defendeu. Aos 39min, Palácios chutou de fora da área por cima. Dois minutos depois, saiu Mendez e entrou Graziani.

Em seguida, aos 41min30seg, Reasco cruzou e Ambrosi cabeceou, a bola cruzou toda a área com perigo. No contra-ataque, Rentería recebeu lançamento, foi mais rápido que o goleiro Mora e marcou um golaço, chutando de primeira por cobertura. Na comemoração, o colombiano, como já havia feito no Gauchão, foi até a torcida, retirou um cachimbo e uma touca e pulou como um saci (foto ao lado de Jefferson Bernardes/VIPCOMM). Os colorados foram ao delírio.

Aos 44min, saiu Alex e entrou Perdigão para garantir o resultado. O jogo parecia já definido, mas eis que aos 47min, Granja foi tentar afastar da área e acabou tocando com a mão na entrada da área. Falta perigosíssima e uma grande preocupação no Beira-Rio. Na cobrança, aos 48min30seg, Candelário cobrou no cantinho e Clemer fez uma defesa espetacular, salvando o Inter. Fim de jogo. Inter na semifinal da Libertadores pela quarta vez na história. As demais foram em 1977, 1980 e 1989.

?A felicidade é imensa junto com nossa torcida. Fiquei muito feliz por ter ajudado marcando o primeiro gol. Depois, o Rentería fechou com chave de ouro?, afirmou Sobis, na saída do campo. 

?Importante marcar o gol e poder o gol como o Saci. Estou muito feliz pelo que estou fazendo aqui no Inter. Agora é seguir trabalhando para pegar o próximo adversário?, disse Rentería.

"É o reconhecimento de um grupo que lutou muito em campo", afirmou Fernandão.

"Trabalhamos praticamente um ano para chegar nesta partida. Fomos recompensados pela nossa preparação", analisou Jorge Wagner.

"Foi uma defesa difícil em uma hora difícil. Que bom que não fomos para a disputa de pênaltis. Seria muito sofrimento", disse Clemer, referindo-se à sensacional defesa no final da partida.


Colorados fizeram a festa no Beira-Rio (foto: Daniel Boucinha)

"O time mostrou muita superação. Todos estão de parabéns pela postura em campo", festejou Elder Granja.

"Foi um jogo emocionante. O adversário foi duro de ser batido. Temos que agradecer o apoio incondicional da torcida colorada. Ela foi maravilhosa", reconheceu o presidente Fernando Carvalho.

?Foi vitória da alma colorada. Não foram só 11 que entraram em campo. Foi mais que a metade do Rio Grande que ajudou muito. A nossa torcida está de parabéns?, festejou o vice-presidente de futebol, Vitório Piffero.  

Internacional (2): Clemer; Elder Granja, Bolívar, Fabiano Eller e Jorge Wagner; Fabinho, Edinho, Tinga (Adriano) e Alex (Perdigão); Fernandão e Rafael Sobis (Rentería). Técnico: Abel Braga.

LDU (0): Mora; Reasco, Espínola, Espinoza e Ambrosi; Obregón (Murillo), Vera (Candelário), Urrutia, Mendez (Graziani) e Palacios; Delgado. Técnico: Juan Carlos Oblitas.

Gols: Rafael Sobis, aos 6min30seg do segundo tempo, Rentería, aos 41min50seg do segundo tempo.

Cartões amarelos: Vera, Candelário, Espínola (L), Fabiano Eller (I). Público: 39.560. (26.782 sócios). Renda: R$ 471.000. Arbitragem: Jorge Larrionda, auxiliado por Edgardo Acosta e Mauricio Espinoza, todos uruguaios. Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual