03/06/2006

BRASILEIRÃO: INTER VENCE PARTIDA SENSACIONAL NO RIO


Iarley (D) marcou dois gols contra o Fluminense (foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM)

O Internacional venceu o Fluminense por 3 a 2 no Maracanã em partida válida pela 10ª rodada do Brasileirão na tarde do último sábado. Os gols colorados foram de Iarley (2) e Radamés (contra). Tuta e Jean fizeram os gols cariocas. Com o resultado, o Inter subiu para a segunda colocação com 21 pontos, mesmo número de pontos do Cruzeiro, mas com saldo inferior. A vitória consolidou também a melhor campanha fora de casa na competição, que é do Inter. Em cinco jogos, foram três vitórias e dois empates. O time colorado fecha os 10 primeiros jogos na zona de classificação da Libertadores e como melhor time gaúcho na competição.

Com uma boa presença de torcedores colorados no Maracanã, cerca de 600, o Inter foi a campo modificado. Sem Alex, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Abel Braga colocou Iarley no ataque, recuando Fernandão para o meio-campo. No plano tático, o time colorado ficou definido no esquema 3-5-2.

O jogo começou de maneira perfeita para o Inter. Logo aos 27 segundos, o time largou na frente. Fernandão roubou a bola no meio-campo, tocou para Rafael Sobis, que chutou cruzado. A bola foi até Iarley na área que tocou de pé direito para fazer 1 a 0.

O Fluminense custou a reagir. Só foi ameaçar aos 9min25seg, quando Tuta ganhou uma jogada no corpo e quando se aprontava para chutar na área, Bolívar salvou com um carrinho para escanteio. Aos 11min10seg, Jean arriscou cobrança de falta da intermediária ao lado do gol.

O Inter, quando tinha a posse de bola, procurava tocar bastante em busca de espaços e da valorização do resultado. Aos 17min, Ceará cruzou da direita, Sobis matou na área e concluiu forte. A bola desviou no corpo de um zagueiro e foi por cima do gol.

O time carioca respondeu aos 21min30seg, quando Tuta cruzou da esquerda e Alex chutou dividindo com Bolívar. Na sobra, Ceará afastou com um chutão. Aos 24min18seg, o empate do Flu. Jean recebeu bom passe pela esquerda, entrou na área e chutou rasteiro. A bola desviou em Bolívar e entrou: 1 a 1.

Aos 27min30seg, um erro de arbitragem que prejudicou o Inter. Jorge Wagner fez excelente lançamento para Rafael Sobis, que entraria livre na área, mas o juiz anulou o lance equivocadamente alegando impedimento.

Aos 31min, Fernandão deixou o gramado lesionado e entrou Perdigão. Aos 34min, Tiago Silva avançou pelo meio e chutou da intermediária por cima. Aos 36min20seg, Perdigão deu grande lançamento para Índio, que entrou livre na área, mas não chutou. Tentou então driblar um zagueiro, mas a defesa salvou para escanteio.

Aos 44min45seg, Alex recebeu na área e chutou para defesa salvadora de Clemer. Foi o último lance da primeira etapa.

O Inter voltou melhor para o segundo tempo. Melhor posicionado na defesa, o time colorado começou a puxar contra-ataques perigosos com mais freqüência. Logo aos 50 segundos, Iarley cruzou da direita e Ceará cabeceou livre para defesa de Fernando Henrique.

Aos 2min10seg, Jorge Wagner cobrou falta para a área e Radamés cabeceou contra o próprio gol, marcando contra: Inter 2 a 1. O Inter seguiu melhor. Aos 7min10seg, Ceará cobrou falta e Fernando Henrique salvou para escanteio.

O Fluminense ameaçou aos 13min com Jean cruzando e Tuta cabeceando. A bola tocou na cabeça de Alex e foi para fora. Aos 17min20seg, Radamés cruzou e Tuta cabeceou com perigo para fora. Aos 18min30seg, saiu o volante Romeu e entrou o atacante Lenny. No Inter, aos 22min45seg, Michel substituiu Rafael Sobis.

Aos 25min10seg, Juliano cruzou da direita e Tuta concluiu de cabeça por cima. Aos 28min, Edinho fez falta por trás em Lenny e foi expulso. Dois minutos depois, o técnico Abel Braga retirou Tinga e entrou Wellington Monteiro para reforçar a marcação no meio-campo.

Aos 31min10seg, Tiago Silva fez falta dura em Iarley e também foi expulso, deixando os dois times com 10 jogadores. Aos 35min10seg, Tuta foi lançado, matou a bola com o braço na entrada da área e concluiu no canto: 2 a 2.

O gol de empate deu novo ânimo ao Fluminense, mas não arrefeceu a disposição colorada, tornando os últimos minutos emocionantes com lances de gol dos dois times. Aos 38min15seg, Lenny tentou de fora da área por cima. O Inter respondeu com um chute de Jorge Wagner de fora da área, que passou muito perto do gol, aos 39min10seg.

Aos 43min15seg, em um contra-ataque fulminante, Michel pegou a bola no campo do Inter e avançou até a intermediária onde passou para Perdigão. O volante deu um passe sensacional para Iarley, que matou a bola e tocou por cobertura, na saída de Fernando Henrique: 3 a 2. Festa colorada no Maracanã!

Aos 47min30seg, Lenny cruzou e Tuta cabeceou ao lado do gol, no último lance do jogo. Depois disso, foi só festa do Inter no Rio de Janeiro. Com o resultado, o Inter subiu para a segunda colocação com 21 pontos, o mesmo número de pontos do líder Cruzeiro, mas com saldo inferior.

O Inter fechou os 10 primeiros jogos da competição com 70% de aproveitamento com 6 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota. E mais: o clube gaúcho tem a melhor campanha fora de casa entre todos os participantes com 3 vitórias e 2 empates em 5 jogos.

Agora o Brasileirão será paralisado para a disputa da Copa do Mundo. Neste período, o Inter irá realizar preparação especial para o segundo semestre, quando buscará o título do Brasileirão e da Libertadores da América. 

?Pra mim, esses gols consolidam a minha participação no Inter. O herói da partida não fui eu e sim todo o grupo?, afirmou Iarley, autor de dois gols na partida.

?Fizemos um grande trabalho até aqui na competição?, festejou o volante Perdigão.

?A nossa equipe é forte e tem qualidade. Agora, é descansar bastante e voltar com tudo no segundo semestre?, disse Michel.

?O Abel foi muito feliz no intervalo, ajeitando a equipe para o segundo tempo?, elogiou o goleiro Clemer. 

"O Inter continua a ser o visitante 'indigesto' do campeonato. Fizemos uma excelente campanha e vamos voltar com força para a disputa da Libertadores. Nosso objetivo foi alcançado nestas dez rodadas", analisou o vice-presidente de Futebol Vitório Piffero.

Fluminense (2): Fernando Henrique; Gabriel Santos, Thiago Silva e Roger; Radamés (Evando), Marcão, Romeu (Lenny), Juliano e Jean; Alex e Tuta. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Internacional (3): Clemer; Índio, Bolívar e Ediglê; Ceará, Edinho, Tinga (Wellington Monteiro), Fernandão (Perdigão) e Jorge Wagner; Iarley e Rafael Sobis (Michel). Técnico: Abel Braga.

Gols: Iarley (I), aos 27 segundos do primeiro tempo, Jean (F), aos 24min18seg do primeiro tempo, Radamés (I, contra), aos 2min10seg do segundo tempo, Tuta (F), aos 35min10seg do segundo tempo, Iarley (I), aos 43min15seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Ediglê, Perdigão, Jorge Wagner, Iarley (I). Expulsões: Edinho (I), Tiago Silva (F). Arbitragem: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP), auxiliado por Nilson de Souza Monção (SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP). Local: Maracanã, no Rio de Janeiro.


Outras notícias
Loja Virtual