20/05/2006

INTER PERDE INVENCIBILIDADE DE 31 JOGOS NO BEIRA-RIO


Inter, de Sobis, foi derrotado por 4 a 2 pelo Figueirense

O Internacional perdeu por 4 a 2 para o Figueirense, no Beira-Rio, na noite deste sábado, em partida válida pela sexta rodada do Brasileirão. Tiago, Cícero e Schwenck (2) marcaram os gols do Figueirense. Fernandão e Ceará fizeram os gols do Inter. Com o resultado, o time colorado perdeu uma invencibilidade de 31 jogos e mais de nove meses em casa. O Inter manteve a liderança por pontos (13), mas fica atrás de Cruzeiro e Santos pelos critérios de classificação.

O Inter começou com algumas novidades em relação à última partida diante do São Paulo. Na lateral-direita, Ceará entrou no lugar de Granja, lesionado. Já Fernandão saiu do ataque e passou para a meia, deixando Sobis e Rentería mais avançados. O goleiro Clemer, recuperado de lesão, retornou à equipe na vaga de Marcelo Boeck.

O time colorado teve dificuldades para marcar o Figueirense no primeiro tempo. A equipe catarinense avançava com velocidade e movimentação em contra-ataques perigosos. Já o Inter criava pouco devido à forte marcação adversária.

Aos 4min, Fernandão recebeu na área e girou de primeira para Andrey defender, espalmando para fora da área. Em seguida, aos 4min50seg, Soares chutou, a bola bateu em Ceará e saiu ao lado do gol. Aos 6min30seg, o Figueirense abriu o placar. Schwenck recebeu lançamento livre na área, cabeceou para defesa parcial de Clemer. Na sobra, o próprio Schwenck completou para fazer 1 a 0.

 
Fernandão marcou seu oitavo gol na temporada

Aos 9min25seg, Ceará cruzou da direita e Fernandão cabeceou ao lado do gol. Aos 11min10seg, Sobis recebeu passe pela esquerda e cruzou para Rentería que quase alcançou de carrinho na pequena área. Aos 12min40seg, Bolívar deu grande lançamento para Sobis. O atacante entrou na área, driblou o goleiro e foi derrubado: pênalti. Na cobrança, aos 13min50seg, Fernandão empatou a partida. Foi o primeiro gol dele no Brasileirão e o oitavo na temporada.

Aos 24min35seg, Marquinhos Paraná fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Schwenck cabecear e Fabiano Eller salvar em cima da linha de cabeça. Aos 26min40seg, Rentería recebeu lançamento de Fernandão, avançou até a entrada da área, cortou um zagueiro e chutou de pé esquerdo ao lado do gol.

Aos 29min15seg, Alex arriscou da intermediária, a bola quicou no gramado e passou muito perto. Aos 30min, o time catarinense surpreendeu mais uma vez. Soares recebeu lançamento, entrou na área e recuou para Schwenck chutar forte. A bola desviou em Fabiano Eller e entrou: 2 a 1.

Aos 32min40seg, Rafael Sobis pegou rebote da zaga e cabeceou de peixinho ao lado do gol, quase empatando. Aos 39min55seg, Jorge Wagner cobrou falta e Edinho cabeceou ao lado do gol com perigo. Aos 44min30seg, Carlos Alberto fez boa jogada e tocou para Schwenck concluir na entrada da área no travessão.

A etapa final começou um pouco diferente. O Inter pressionou nos primeiros minutos em busca do gol do empate, enquanto o Figueirense se posicionou bem na defesa. Aos 3min5seg, Rentería chutou rasteiro de fora da área ao lado do gol. Aos 4min25seg, Sobis tocou de calcanhar para Alex que chutou rasteiro para defesa de Andrey. Aos 6min40seg, Fabinho tocou para Alex que bateu de fora da área por cima. Aos 7min55seg, Ceará concluiu forte de fora da área, e a bola passou próxima do gol.


Alex levou perigo nos chutes de longa distância

Mas não era mesmo a noite do Inter. Na primeira vez que chegou ao ataque na etapa final, o Figueirense ampliou. Aos 9min30seg, Cícerro chutou de fora da área, a bola de novo bateu no corpo de Fabiano Eller e entrou no canto, tirando o goleiro Clemer da jogada. Aos 14min30seg, Cícero cobrou falta rasteira e Clemer defendeu.

Aos 19min30seg, Jorge Wagner chutou de fora da área ao lado do gol. Aos 21min15seg, Edinho cruzou e Fernandão cabeceou para defesa de Andrey. Aos 22min, começaram as trocas. Primeiro, Abel Braga retirou Fabinho e colocou Chiquinho. Adílson Batista respondeu com a saída de Cícero para a entrada de Fininho.

Aos 22min35seg, Rentería arriscou da intermediária por cima. Aos 23min, saiu Rentería e entrou Iarley. Aos 26min, Carlos Alberto recebeu na área e chutou na rede pelo lado de fora. Aos 26min30seg, Schwenck saiu e entrou Tiago. Aos 28min, Alex deixou o campo para a entrada de Perdigão.

Aos 33min5seg, Jorge Wagner chutou de fora da área e Andrey fez grande defesa para escanteio. Aos 36min50seg, a bola sobrou na pequena área para Tiago, na pequena área, colocar no canto: 4 a 1.

Aos 39min30seg, Ceará recebeu de Chiquinho na entrada da área e chutou de fora da área no canto, descontando para o Inter 4 a 2. Um minuto depois, Luciano Sorriso entrou no lugar de Carlos Alberto. Aos 42min10seg, Soares recebeu livre na área e Clemer salvou com grande defesa. Em seguida, Flávio fez falta violenta e foi expulso.

Aos 47min35seg, Chiquinho cruzou da esquerda e Sobis cabeceou ao lado do gol com perigo. No lance, Sobis se chocou com um zagueiro e precisou ir de ambulância para o Hospital Mãe de Deus. Após a realização de um exame de tomogafia computadorizada, foi constatado um leve traumatismo craniano e, por precaução, o jogador ficará em observação no hospital. Depois disso, a partida terminou.

Com o resultado, o time colorado perdeu uma invencibilidade de cinco jogos no Brasileirão e 31 partidas em casa. A última derrota no Beira-Rio foi no dia 3 de agosto de 2005.  Apesar disso, o Inter manteve a segunda colocação na competição com 13 pontos (sem os resultados de domingo).

?Tem dias que nada dá certo. Jogamos muito abaixo do que estamos acostumados?, lamentou o zagueiro Fabiano Eller.

?Tem que ter paciência e trabalhar para que não aconteça isso de novo?, afirmou Chiquinho.

?O jogo tem que ser usado como lição e vamos trabalhar para recuperar os pontos?, disse Alex.

Internacional (2): Clemer; Ceará, Bolívar, Fabiano Eller e Jorge Wagner; Edinho, Fabinho (Chiquinho), Alex (Perdigão) e Fernandão; Rafael Sobis e Rentería (Iarley). Técnico: Abel Braga.

Figueirense (4): Andrey; Flávio, Chicão, Tiago Prado e Marquinhos Paraná; Rodrigo Souto, Henrique, Carlos Alberto (Luciano Sorriso) e Cícero (Fininho); Soares e Schwenck (Tiago). Técnico: Adilson Batista.

Gols: Schwenck (F), aos 6min30seg do primeiro tempo, Fernandão (I), aos 13min50seg do primeiro tempo, Schwenck (F), aos 30min do primeiro tempo, Cícero (F), aos 9min30seg do segundo tempo, Tiago (F), aos 36min50seg do segundo tempo, Ceará (I), aos 39min30seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Andrey, Rodrigo Souto, Luciano Sorriso, Fininho, Schwenck (F), Alex, Jorge Wagner (I). Expulsão: Flávio (F). Renda: R$ 169.997,00. Público: 19.970 (18.018 pagantes). Arbitragem: Luiz Alberto Bites, auxiliado por Flávio Gilberto Kanitz e Fabrício Villarinho da Silva (trio de Goiás). Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual