14/05/2006

INTER VENCE SÃO PAULO E SEGUE ENTRE OS LÍDERES


Índio (ajoelhado) comemora: zagueiro marcou dois gols contra o São Paulo

No duelo entre os dois representantes brasileiros nas quartas-de-final da Copa Libertadores, o Internacional venceu o São Paulo por 3 a 1, no Beira-Rio, na tarde deste domingo em partida válida pela quinta rodada do Brasileirão. Com o resultado, o time colorado manteve-se na liderança por pontos do Brasileirão (13), mas ocupa a segunda colocação atrás do Santos pelo saldo de gols. Os gols colorados foram marcados por Índio (2) e Sobis. Aloísio fez o gol do São Paulo.

Foi uma grande partida. Em jogo transmitido para vários países pela Rede Globo Internacional, as duas equipes mostraram na prática que realmente contam com elencos dos mais talentosos do Brasil.

Sem poder contar com jogadores como Clemer, Tinga, Adriano, Fernandão, Mossoró e Michel, lesionados, e Perdigão, suspenso, o técnico Abel Braga optou por escalar o time colorado em um esquema 3-5-2. Marcelo Boeck substituiu Clemer no gol. A defesa foi formada por Índio, Bolívar e Fabiano Eller. O meio-campo teve Granja e Jorge Wagner nas alas. Entre eles, Edinho, Fabinho e Alex. O ataque contou com Rafael Sobis e Rentería. Já o São Paulo atuou com o time completo e ainda promoveu a estréia de Ricardo Oliveira no segundo tempo.


Índio (com o braço erguido) comemora com Granja: zagueiro voltou ao time em grande estilo

O primeiro tempo foi bastante equilibrado. Os primeiros minutos tiveram muita marcação de ambas as equipes, impedindo as chance de gol, a não ser em lances de bola parada. A 1min50seg, Fabão cobrou falta da intermediária com força ao lado do gol. Na primeira vez que chegou com força, o Inter abriu o placar. Aos 13min25seg, Jorge Wagner cruzou da direita e Índio cabeceou com precisão no canto: 1 a 0. Foi o primeiro gol do zagueiro colorado na temporada.

O time colorado quase marcou outro gol em seguida. Rentería arrancou pela direita, passou pelo zagueiro, entrou na área e cruzou para Rafael Sobis, na pequena área, mas Souza salvou de carrinho para escanteio. Aos 19min20seg, Alex cobrou falta por cima. Dois minutos depois, Souza chutou de fora da área e Marcelo defendeu para escanteio.


Rentería supera a marcação de Josué: atacante atuou ao lado de Sobis

O Inter se posicionava bem na defesa e partia com perigo nos contra-ataques. Índio, apesar de atuar na zaga, aparecia bem na frente pela direita em alguns lances surpreendendo o São Paulo. Aos 25min, quase a fórmula do primeiro gol deu certo de novo: Jorge Wagner cobrou escanteio da direita e Índio subiu mais que seus marcadores e cabeceou ao lado do gol.


Alex salta para cabecear: jogador teve boa atuação no meo-campo

Aos 29min25seg, Alex avançou em diagonal da esquerda para o meio e chutou rasteiro ao lado do gol. Aos 33min, Danilo, que já tinha recebido um cartão amarelo, fez falta dura em Granja e não foi expulso. A torcida colorada, indignada, gritou forte: ?Edílson, Edílson?. Aos 42min25seg, Lugano avançou pelo meio e arriscou da intermediária para boa defesa de Marcelo Boeck. Foi o último lance de gol na primeira etapa.

No segundo tempo, o jogo ganhou ainda mais em emoção e lances de gols. A 1min10seg, Alex arriscou de fora da área com perigo. A bola passou ao lado do gol. O São Paulo chegou ao empate aos 2min25seg, quando Souza cruzou da direita e Aloísio cabeceou com precisão no canto: 1 a 1.

O gol não arrefeceu o ânimo do Inter. Aos 7min40seg, Jorge Wagner cobrou escanteio da esquerda e Índio, mais uma vez, cabeceou forte, no alto, para marcar o segundo gol do Inter e o seu segundo gol na partida. Dois minutos depois, Sobis recebeu na direita, entrou na área, driblou um zagueiro com um corte e chutou de pé esquerdo na rede pelo lado de fora.


Explosão de alegria: Índio (camisa 4) comemora o seu segundo gol na partida

O São Paulo só foi ameaçar de novo aos 14min10seg quando Danilo recebeu na entrada da área e chutou por cima. Aos 15min50seg, Fabinho roubou a bola de Fabão na lateral do campo, a bola foi até Rafael Sobis, que entrou na área e chutou no canto: 3 a 1. O bandeirinha marcou impedimento de Sobis, mas o árbitro Evandro Rogério Roman confirmou o gol. Foi o primeiro gol de Sobis na temporada.


Sobis deixou sua marca na expressiva vitória colorada

O Inter seguia melhor na partida. Aos 19min15seg, Edinho concluiu forte de fora da área por cima com perigo. Aos 20min30seg, saiu Granja lesionado e entrou Ceará. No São Paulo, o técnico Muricy Ramalho retirou Danilo e colocou Ricardo Oliveira, aos 25min30seg. Aos 29min30seg, Ceará cruzou, Sobis cabeceou, a bola bateu em Rentería e Rogério Ceni defendeu.

Aos 30min55seg, Ricardo Oliveira chutou de fora da área para defesa de Marcelo Boeck em dois tempos. Aos 31min40seg, Leandro arriscou de fora da área por cima. Aos 32min, entrou Ramalho e saiu Josué no São Paulo. Um minuto depois, o técnico Abel Braga fez duas mudanças de uma só vez: saíram Sobis e Alex e entraram Chiquinho e Wellington Monteiro.

As mudanças deixaram o Inter mais postado na defesa com apenas Rentería à frente para puxar os contra-ataques. Aos 35min10seg, Ricardo Oliveira cruzou com perigo e Aloísio quase alcançou na pequena área. Um minuto mais tarde, Mineiro chutou ao lado do gol, de fora da área. Aos 41min30seg, Fabão tabelou com Mineiro, que devolveu de calcanhar. O zagueiro entrou na área e concluiu, mas Bolívar salvou o Inter. Depois disso, o Inter defendeu-se bem e garantiu os três pontos.


Grupo colorado mostrou sua força contra o São Paulo

A vitória elevou o Inter para a segunda colocação com 13 pontos, a mesma pontuação que o líder Santos. No quesito saldo de gols, porém, o time paulista leva vantagem de 7 contra 5 do Inter. O time do técnico Abel Braga manteve também a invencibilidade na competição. Em cinco jogos, o Inter venceu quatro e empatou um. O aproveitamento no Brasileirão é de 86,67%.

?Passei por um momento muito difícil na minha vida, mas graças a Deus o treinador confiou em mim e consegui voltar bem?, festejou na saída do campo o zagueiro Índio que passou por problemas de lesão do ano passado para cá.

?A equipe está de parabéns. Estou muito feliz pela volta do Índio?, afirmou Edinho, depois do jogo.

?O Inter provou que é uma equipe que vai lutar pelo título?, disse Bolívar.

?Nada melhor que vencer um dos times mais fortes do Brasil para mostrar que estamos muito fortes este ano?, opinou Alex.

?Venceu quem mereceu porque neutralizou o que o São Paulo tem de mais forte. Os jogadores estão de parabéns e deram um grande presente para as suas mães e para as mães coloradas. É uma vitória que emociona porque foi diante de uma adversário muito forte?, analisou o técnico Abel Braga.

?Foi uma grande vitória e uma grande partida. Diante da dificuldade de enfrentar o São Paulo, uma equipe muito forte, tivemos uma grande atuação?, disse o presidente Fernando Carvalho.   

Internacional (3): Marcelo Boeck; Índio, Bolívar e Fabiano Eller; Granja (Ceará), Edinho, Fabinho, Alex (Chiquinho) e Jorge Wagner; Rafael Sobis (Wellington Monteiro) e Rentería. Técnico: Abel Braga.

São Paulo (1): Rogério Ceni; Fabão, Lugano e André Dias; Souza, Mineiro, Josué (Ramalho), Danilo (Ricardo Oliveira) e Júnior; Leandro e Aloísio. Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Índio (I), aos 13min25seg do primeiro tempo, Aloísio (SP), aos 2min25seg do segundo tempo, Índio (I), aos 7min40seg do segundo tempo, Rafael Sobis (I), aos 15min50seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Danilo, Aloísio, Leandro, Souza (SP), Elder Granja, Fabinho (I). Renda: R$ 273.320,00. Público: 32.952 (28.474 pagantes). Arbitragem: Evandro Rogério Roman, auxiliado por Roberto Braatz e Gilson Pereira (trio paranaense). Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual