23/04/2006

INTER VENCE O SANTA CRUZ: 1 A 0


Rentería marcou o gol que garantiu a primeira vitória do Inter no Brasileirão

O Internacional venceu o Santa Cruz por 1 a 0, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, em partida válida pela segunda rodada do Brasileirão. O atacante Rentería marcou o gol a 1min45seg do segundo tempo. Com o resultado, a equipe colorada assumiu a quinta colocação na tabela de classificação com quatro pontos. Agora, o Inter se volta para a Copa Libertadores da América. Na próxima quinta-feira, enfrenta o Nacional em Montevidéu, na primeira partida das oitavas-de-final.

O Inter entrou em campo com um time misto. Já projetando a primeira partida das oitavas-de-final da Libertadores da América, a comissão técnica optou por preservar Fernandão de um possível desgaste físico, assim como o meia Adriano, que entrou apenas no segundo tempo. Tinga, lesionado, foi o desfalque. O técnico Abel Braga promoveu as entradas de Chiquinho e Mossoró no meio-campo, enquanto Perdigão e Edinho completaram o setor. No ataque, o colombiano Rentería fez companhia a Sobis.

O primeiro tempo foi dominado pelo Inter. O time colorado tinha mais posse de bola e buscava insistentemente o gol através de jogadas articuladas no meio-campo por Mossoró e Chiquinho. No entanto, a retranca armada pelo Santa Cruz dificultava as conclusões do Inter. O time pernambucano levava perigo nos contra-ataques, principalmente com o atacante Carlinhos Bala.


Chiquinho teve boa atuação no meio-campo

A primeira chance de gol surgiu somente aos 19min: Perdigão avançou pela direita e tocou para Mossoró no interior da área. O meia-atacante concluiu para fora. O Santa Cruz respondeu com Paulinho, aos 22min45seg, em uma cabeçada que passou sobre o gol. Aos 36min20seg, Carlinhos Bala cobrou falta e Valença cabeceou com perigo para fora. O Inter chegou com força no final da etapa. Aos 37min45seg, Mossoró chutou com categoria de fora da área e a bola passou rente ao travessão. Um minuto depois, Edinho aproveitou um rebote no interior da área e chutou com força. A bola passou muito perto da trave esquerda. Aos 44min, foi a vez de Rentería levar perigo à goleira defendida por Gilmar: o atacante colombiano chutou cruzado da direita e a bola saiu pela linha de fundo.


Mossoró arrisca o chute no primeiro tempo

O Inter voltou modificado para o segundo tempo: Adriano entrou no lugar de Mossoró. Logo a 1min45seg, Chiquinho, um dos destaques da partida, recebeu na entrada da área e fez um preciso passe para Rentería. O colombiano protegeu a bola com o corpo, girou em cima do marcador, e acertou um forte chute para abrir o placar. Foi o sétimo gol de Rentería na temporada, que passou a dividir a vice-artilharia com Fernandão.


Rentería deixou sua marca contra o Santa Cruz

Aos 5min45seg, Chiquinho tocou para Rentería, o colombiano devolveu de calcanhar, e Chiquinho chutou cruzado para fora. Com muita disposição em campo, Rentería ajudava na marcação e levava perigo no ataque. Aos 16min, o colombiano chutou de fora da área e quase ampliou. A bola passou rente a trave esquerda. Aos 20min50seg, Sobis fez grande jogada na entrada da área e chutou por cima. No lance seguinte, Perdigão cometeu uma falta e foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo. Com o objetivo de recompor o meio-campo, Abel colocou Michel no lugar de Sobis.


Sobis briga pela bola com o adversário

Com um jogador a mais em campo, o Santa Cruz lançou-se ao ataque. Aos 24min40seg, Val Baiano, que havia entrado no lugar de Paulinho no intervalo, chutou no interior da área para a grande defesa de Clemer. No rebote, Carlinhos Bala concluiu para fora. Aos 30min, Carlinhos Bala recebeu a bola em posição duvidosa, invadiu a área e tocou para Val Baiano desperdiçar a chance do empate. O Inter respondeu aos 34min15seg em um chute de Adriano que foi desviado para escanteio. Aos 38min50seg, Adriano, novamente, desviou com perigo uma cobrança de falta e Valença salvou em cima da linha.


Adriano entrou no segundo tempo e teve boa participação no jogo

Já nos acréscimos, Xavier cruzou da esquerda e Val Baiano cabeceou com perigo para fora. Nada mais impedia a primeira vitória do Inter no Brasileirão e a festa da torcida colorada no Beira-Rio.

"O nosso time se portou muito bem em campo. Mesmo quando estávamos com um jogador a menos soubemos atacar na hora certa. O Inter é uma equipe ofensiva", afirmou o técnico Abel Braga ao final do jogo.

"Foi um resultado importante para o Inter, que subiu na tabela de classificação. Para mim também foi uma vitória especial, já que adquiri mais confiança. Estou muito feliz", comemorou Chiqunho.

"Valeu pelo resultado, mas ainda temos que melhorar. Agora voltamos a nos concentrar na Libertadores. Vai ser um jogo muito duro e difícil contra o Nacional, mas o Inter está preparado", analisou o presidente Fernando Carvalho.

Internacional (1): Clemer; Elder Granja, Bolívar, Fabiano Eller e Jorge Wagner; Edinho, Perdigão, Chiquinho (Alex) e Mossoró (Adriano); Rafael Sobis (Michel) e Renteria. Técnico: Abel Braga.
 
Santa Cruz (0): Gilmar; Osmar; Adriano, Valença e Xavier; Fernando Miguel (Neto), Junior Maranhão, Zada e Thiago Gentil (Alex Oliveira); Paulinho (Val Baiano) e Carlinhos Bala. Técnico: Giba.
 
Gol: Rentería (I), a 1min45seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Valença, Zada, Neto (S), Bolívar, Perdigão, Fabiano Eller, Edinho (I). Expulsão: Perdigão (I). Público: 18.529 (15.068 pagantes). Renda: R$ 121.720,00. Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra, auxiliado por Carlos Berkenbrock e Claudemir Maffessoni (trio catarinense). Local: Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual