22/01/2006

INTER VENCE O PASSO FUNDO: 4 A 3

O Internacional venceu o Passo Fundo por 4 a 3, neste domingo, em Passo Fundo, na segunda rodada do Gauchão. Mossoró (2), Iarley e Michel marcaram os gols da equipe colorada. Felipe (2) e Ferreira descontaram para o Passo Fundo. O resultado deixou o Inter na segunda posição da Chave 1, com seis pontos, um a menos que o líder Gaúcho. No entanto, a equipe colorada tem dois jogos a menos que o time de Passo Fundo.


Mossoró marcou dois gols no Vermelhão da Serra (foto/arquivo)

O Inter estreou no Gauchão atuando no Interior com a mesma formação que havia vencido o Gaúcho na primeira rodada. A equipe colorada mostrou mais uma vez ofensividade e chegou com naturalidade à segunda vitória consecutiva no campeonato.

O jogo começou truncado, com muita marcação por parte das duas equipes. Na primeira chance de gol da partida, aos 12min45seg, o Inter abriu o placar: Mossoró recebeu um preciso passe de Léo no interior da área e chutou cruzado por baixo do goleiro Gallas. 1 a 0. Aos 14min50seg, Iarley cruzou da direita e Léo cabeceou por cima.

O Inter passou a dominar as iniciativas em campo, principalmente através das jogadas dos meia-atacantes Léo, Michel e Mossoró. Aos 18min20seg, Léo avançou em alta velocidade, driblou dois jogadores e arriscou um forte chute de fora da área. A bola passou rente a trave direita. A pressão colorada seguia, e aos 18min20seg, Iarley recebeu um lançamento no interior da grande área e foi derrubado pelo zagueiro Luciano Sobrosa. O árbitro Vinícius Costa marcou pênalti. O próprio Iarley cobrou com categoria e ampliou o placar: 2 a 0.

Aos 21min, Felipe cobrou falta e Marcelo Boeck defendeu com segurança no meio do gol. O lance lamentável da partida ocorreu aos 24min. O volante Careca acertou uma cotovelada no nariz de Léo, mas Vinícius Costa marcou apenas a falta, sem advertir o jogador com cartão. Três minutos depois, Careca fez falta sobre Mossoró, e o árbitro não teve como evitar a expulsão do jogador do Passo Fundo.

O Inter quase marcou com Ceará, aos 32min. O lateral chutou de fora da área e a bola passou muito próxima ao ângulo esquerdo. Aos 36min, Léo Nunes invadiu a área, e na tentativa de interceptar a bola, o goleiro Marcelo Boeck acabou cometendo pênalti. Felipe cobrou e descontou para o Passo Fundo. O Inter chegou com força aos 37min45seg: Mossoró, destaque da partida, chutou cruzado no interior da área e obrigou o goleiro Gallas a fazer grande defesa. Aos 39min, Mossoró foi à linha de fundo e cruzou na medida para Michel cabecear entre os zagueiros e ampliar para o Inter. 3 a 1.

No intervalo, o técnico Abel Braga promoveu a entrada do volante Maycon no lugar de Perdigão. Aos 10min, o Passo Fundo diminuiu novamente a diferença no placar: Ferreira chutou à queima-roupa e o goleiro Marcelo Boeck fez grande defesa, mas no rebote, o próprio Ferreira marcou para o time do Vermelhão da Serra.

Aos 14min, Ceará cobrou falta com perigo e Gallas espalmou para escanteio. Um minuto depois, o zagueiro Carlos César cometeu falta sobre Iarley e foi expulso. Com dois jogadores a mais em campo, o Inter passou a encontrar espaços e chegou ao quarto gol. Aos 21min50seg, Mossoró driblou três adversários e, da entrada da área, acertou o ângulo esquerdo. Golaço: 4 a 2.

O técnico Abel Braga colocou Luiz Adriano e Gustavo em campo, nos lugares de Léo e Iarley, respectivamente. O Inter tratou de administrar o resultado. Aos 30min, Luiz Adriano chutou de fora da área e quase surpreendeu o goleiro Gallas. A bola foi para fora. Aos 37min, Ceará cruzou da direita e Gustavo cabeceou com perigo por cima. Já no final do jogo, aos 42min, Felipe descontou novamente para o Passo Fundo: 4 a 3, placar final.

"Fizemos os gols com naturalidade. Mostramos a nossa ofensividade, mas temos que ter mais atenção no setor defensivo. O jogo de hoje serviu de lição para nós", analisou o técnico Abel Braga.

"O que interessa são os três pontos. O Inter criou muitas chances de gol e mereceu o resultado", afirmou o presidente Fernando Carvalho.

Agora, o Inter enfrenta a Ulbra, na próxima quarta-feira, às 21h45min, em Canoas.

Passo Fundo (3): Gallas; Carlos César, Ezequiel e Luciano Sobrosa; Léo (Adílson), Careca, Luciano Corrêa, Ferreira (Leandro) e Jacson, Felipe e Reinaldo (Fábio). Técnico: Ricardo Attolini.

Internacional (4): Marcelo Boeck; Ceará, Bolívar, Fabiano Eller e Rubens Cardoso; Fabinho e Perdigão (Maycon); Márcio Mossoró, Léo (Luiz Adriano) e Michel; Iarley (Gustavo). Técnico: Abel Braga.

Gols: Mossoró (I), aos 12min45seg do primeiro tempo, Iarley (I), aos 20 minutos do primeiro tempo, Felipe (P), de pênalti, aos 37min do primeiro tempo, Michel (I), aos 39min do primeiro tempo, Ferreira (P), aos 10 minutos do segundo tempo, Mossoró (I), aos 21min50seg do segundo tempo, e Felipe, aos 42 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Marcelo Boeck, Perdigão, Maycon, Mossoró e Luiz Adriano (I); Carlos César e Luciano Sobrosa (P). Expulsão: Careca e Carlos César (P). Arbitragem: Vinícius Costa, auxiliado por Marcelo Oliveira e Silva e Alexsander de Mendonça. Local: estádio Vermelhão da Serra.


Outras notícias
Loja Virtual