19/01/2006

INTER VENCE O GAÚCHO: 3 A 1


Inter largou com vitória na busca pelo pentacampeonato estadual

O Internacional venceu o Gaúcho, de Passo Fundo, por 3 a 1 na estréia colorada no Campeonato Gaúcho, em partida disputada no Beira-Rio. Os gols foram marcados por Bolívar, Léo e Luiz Adriano. Ornélio descontou para o Gaúcho. Mossoró foi um dos destaques do jogo ao dar os passes para os três gols do Inter. O jogo marcou também o retorno de Chiquinho a um jogo oficial depois de passar 2005 sem atuar.

O jogo

A primeira partida oficial do Inter na temporada chegou com uma série de estréias. Começaram um jogo com a camisa colorada pela primeira vez o zagueiro Fabiano Eller, o lateral-esquerdo Rubens Cardoso, o volante Fabinho e o atacante Léo. No banco, outra novidade: o técnico Abel Braga retornou ao clube depois de 11 anos. O jogo também marcou o retorno de Chiquinho a um confronto oficial depois de mais ficar a temporada passada se recuperando de uma lesão no púbis.

O primeiro tempo teve uma superioridade enorme do Inter. A ponto de em alguns momentos apenas o goleiro Marcelo Boeck ficar no campo colorado. Os outros 21 estavam no campo do Gaúcho. O time de Passo Fundo procurava marcar, mas o volume de jogo do Inter era muito grande.

Mossoró com movimentação e velocidade criava perigo a toda hora. Iarley, Léo e Michel também trocavam bastante de posição e confundiam a defesa adversária. Nas laterais, Ceará e Rubens Cardoso buscavam os cruzamentos, enquanto os volantes Fabinho e Perdigão faziam a articulação no meio-campo.


Michel atuou ao lado de Iarley, Mossoró e Léo

Com tudo isso, o Inter criou 14 chances de gol nos primeiros 45 minutos. Para se ter idéia, só nos primeiros 11 minutos foram cinco oportunidades coloradas. A primeira delas logo aos 12 segundos em um chute de Iarley de fora da área que passou ao lado do gol. O Gaúcho respondeu aos 2min50seg com uma jogada de Javier pela direita, que chutou cruzado com perigo.

Aos 3min35seg, Léo, de boa atuação, recebeu na área e chutou rasteiro ao lado. Aos 7min55seg, Mossoró, o melhor da primeira etapa, recebeu grande passe de Léo, entrou na área e arrematou colocado. O zagueiro Éder, porém, salvou na pequena área quando a bola estava entrando. Aos 9min20seg, Rubens Cardoso roubou a bola à frente da área, avançou e chutou rasteiro para defesa de Alencar. Um minuto e meio depois, Ceará cruzou da direita e Léo cabeceou por cima.


Mossoró deu assistência para os três gols do Inter

Aos 14min45seg, o Inter quase marcou em um lance de bola parada. Ceará cobrou falta da esquerda, o zagueiro Carlão desviou de cabeça para trás, a bola quicou no gramado e quase entrou. Aos 16min50seg novamente Ceará avançou pela direita e cruzou para cabeçada de Léo ao lado do gol.


Bolívar salta para abrir o placar contra o Gaúcho

Aos 19min30seg, surgiu o primeiro gol colorado oficial na temporada. Mossoró cruzou da esquerda e Bolívar desviou de cabeça no cantinho: 1 a 0. Em seguida, aos 21min15seg, Léo chutou e Alencar defendeu.

O Inter tocava muito bem a bola e dificultava a marcação do time de Passo Fundo. Aos 30min45seg Léo recebeu bom passe de Michel e girou para defesa de Alencar. 40 segundos depois, foi a vez de Perdigão dar grande passe para Michel na área chutar para fora. Aos 31min50seg, Léo, de calcanhar, achou Michel livre na área concluir e Alencar salvar novamente.

Aos 32min15seg, o Gaúcho ameaçou com um chute de Sandro Paulista que Marcelo Boeck salvou com boa defesa. A resposta colorada foi eficiente: aos 33min, em um contra-ataque, Mossoró cruzou da direita e Léo completou de pé esquerdo em um chute cruzado: 2 a 0.


Iarley (de costas) e Mossoró mostraram muita movimentação em campo

Depois disso, o jogo diminuiu um pouco de ritmo e só houve um lance de gol aos 41min45seg, quando Iarley tocou para Michel entrar na área e chutar ao lado.

No intervalo, o técnico do Gaúcho, Celso Freitas, tentou reagir com duas mudanças. Entraram Graciano e Tupã nos lugares de Sandro Paulistas e Airton. O panorama, no entanto, não mudou muito na segunda etapa. Apesar de ter diminuído o ritmo, o Inter tocava bem a bola em busca dos espaços para mais gols, enquanto o Gaúcho buscava a marcação e os contra-ataques.

Logo aos 19seg, Iarley recebeu na área e concluiu de pé esquerdo por cima. Aos 10min15seg, Graciano chutou de fora da área e Marcelo Boeck defendeu sem problemas. Aos 17min, saiu Michel e entrou o garoto Luiz Adriano, 18 anos, revelação das categorias de base do clube. Aos 17min48seg, Ceará cobrou falta no ângulo, mas Alencar salvou com defesa para escanteio. Um minuto depois, Mossoró entrou na área pela direita e chutou na trave. Aos 23min25seg, Iarley deu bom passa para Mossoró chutar por cima com muito perigo.

Aos 26min, um momento emocionante no Beira-Rio. Aplaudido pelo estádio inteiro, o lateral-esquerdo Chiquinho substituiu Léo e retornou aos gramados depois de um ano inativo por uma lesão no púbis.


Chiquinho voltou a atuar depois de um ano e foi recebido com muito carinho pela torcida

Aos 37min40seg, o árbitro Carlos Simon não marcou falta sobre Fabiano Eller e Ornélio recebeu livre na área e chutou para descontar: 2 a 1. Aos 39min30seg, saiu Iarley e entrou Maycon. Aos 40min30seg, Rubens Cardoso entrou na área e chutou para grande defesa de Alencar. Em seguida, aos 41min, Mossoró cruzou da direita com perfeição e Luiz Adriano cabeceou para fazer 3 a 1 e definir a partida.


Luiz Adriano fechou o placar no Beira-Rio: 3 a 1

"Estou satisfeito com o rendimento da equipe. Os jogadores combateram muito em campo e buscaram sempre a vitória", analisou o técnico Abel Braga ao final da partida.

"Estou cumprindo a movimentação que o Abel está exigindo. Estou ciente que tenho que trabalhar muito para conquistar meu espaço no time", afirmou o atacante Luiz driano, autor do terceiro gol colorado.

"O Inter foi muito superior, principalmente no primeiro tempo, quando criou várias oportunidades de gol. Mas é claro que muitas coisas ainda precisam ser corrigidas", ponderou o presidente Fernando Carvalho.

Internacional (3):
Marcelo; Ceará, Bolívar, Fabiano Eller e Rubens Cardoso; Fabinho, Perdigão; Michel (Luiz Adriano), Mossoró e Léo (Chiquinho); Iarley (Maycon). Técnico: Abel Braga.

Gaúcho (1): Alencar; João Paulo, Éder, Carlão e Gílson; Jonas, Daniel Bóia, Airton (Tupã) e Amaral (Ornélio); Javier e Sandro Paulista (Graciano). Técnico: Celso Freitas.

Gols: Bolívar (I), aos 19min30seg, Léo (I), aos 33min do primeiro tempo, Ornélio (G), aos 37min40seg do segundo tempo, Luís Adriano (I). Cartões amarelos: Javier, Éder (G). Público: 10.120 (8.467 pagantes). Renda: R$ 60.227,00. Arbitragem: Carlos Simon, auxiliado por Sérgio Cordeiro Filho e Edson José Arnhold. Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual