29/09/2009

Inter pronto para mais uma decisão

Por Alexandre Corrêa (texto) e
Alexandre Lops (fotos)
De Santiago, Chile

O time colorado terá pela frente mais uma decisão na temporada 2009, desta vez diante do Universidad de Chile. O time colorado vai precisar enfrentar a pressão da torcida chilena, que deverá lotar o Estádio Santa Laura, e a necessidade de marcar gol ou gols para avançar à próxima fase e manter vivo o sonho do bicampeonato da Copa Sul-Americana.

O técnico Tite não confirmou o time que começa o confronto, mas alertou que há alguns atletas que talvez estejam sobrecarregados fisicamente com o acúmulo de jogos e decisões da temporada. De qualquer maneira, se puder resolver estas questões físicas, Tite tem à disposição no Chile os mesmos jogadores que começaram o confronto contra o Flamengo, no último domingo. São eles Lauro; Bolívar, Índio, Fabiano Eller e Kleber; Maycon, Sandro, Guiñazu e Andrezinho; Taison e Alecsandro.


Tite não confirmou o time que decidirá a vaga às quartas-de-final da Sul-Americana

O volante Sandro não participou do treinamento de reconhecimento do gramado do Estádio Santa Laura, apenas fez trabalhos físicos e fisioterápicos. Os demais jogadores participaram de um recreativo que contou até com a presença do técnico Tite, atuando na defesa do seu time. O destaque, porém, foi o zagueiro Fabiano Eller, no apoio, marcando vários gols, inclusive o que decidiu o confronto.

Os jogadores puderam conhecer o bom, mas diminuto gramado do palco da decisão. As dimensões são menores do que as do Beira-Rio, principalmente na largura. “Estas dimensões podem facilitar os cruzamentos para a área. Precisamos estar atentos a isto”, observou o técnico Tite, na sua entrevista coletiva para a imprensa chilena.

Os 16 mil ingressos colocados à venda estão praticamente esgotados. A torcida do Universidad de Chile é uma das três maiores do país, ao lado do Colo Colo e do Universidad Católica. O estádio pertence ao Union Española, clube de menor porte, mas de boa estrutura econômica por contar entre seus simpatizantes com vários empresários de origem ibérica que moram em Santiago. A torcida colorada terá um espaço reservado e deverá comparecer em bom número também.


Grupo colorado fez o treino de reconhecimento do Estádio Santa Laura, no Chile

O regulamento da competição prevê disputa por pênaltis no caso de empate em 1 a 1. Por isso, Tite orientou os jogadores a cobrar penalidades no final do treinamento. O Inter precisa vencer ou empatar por dois ou mais gols para avançar diretamente. Os chilenos jogam por um 0 a 0 para seguir adiante.

O técnico do Universidad de Chile, José Basualdo, disse à imprensa que a equipe sairá para o jogo por atuar em casa. O treinador acredita ser mais difícil marcar Guiñazu do que D´Alessandro, que não poderá atuar por lesão no tornozelo. “O Guiñazu movimenta todo o meio-campo do Inter. Precisamos ter muito cuidado com ele”, disse o ex-jogador do Boca Juniors e da seleção argentina.

O centroavante Olivera poderá ser a novidade dos chilenos para o confronto, já que não pôde atuar no jogo de ida, no Beira-Rio. Já o Inter, além dos 11 que começaram diante do Flamengo, tem também à disposição no Chile o goleiro Michel Alvez, os laterais Danilo e Marcelo Cordeiro, os zagueiros Sorondo e Danny Morais, os meio-campistas Glaydson e Wagner Libano e os atacantes Marquinhos e Bolaños.


Outras notícias
Loja Virtual