22/08/2004

EMPATE COM GOLAÇO DE BICICLETA

Fernandão marca gol sensacional, mas Inter não consegue sair do empate em 1 a 1 com o Coritiba, no Beira-Rio

   O Inter começou a partida trocando passes no ataque, com Nilmar se movimentando e conseguindo vencer os marcadores aos dribles. Apesar disso, foi o Coritiba que quase marcou primeiro. Aos seis minutos, depois de cobrança de falta, a bola sobrou para Roberto Brum, livre na área, chutar para grande defesa de Clemer. No rebote, Brum tentou encobrir o goleiro e Edinho salvou. Um minuto depois, Labarthe ganhou dividida na área e tentou encobrir o goleiro Fernando, que defendeu. Aos 16, Chiquinho passou por dois adversários e chutou rasteiro para fora.


Nilmar supera a marcação do Coritiba

   Aos 21, um dos gols mais bonitos do Campeonato Brasileiro. Fernandão recebeu passe na entrada da área, matou a bola no peito, deu um balãozinho no zagueiro Flávio e chutou de bicicleta, tudo de primeira, sem deixar a bola cair. A bola entrou no canto, sem que o goleiro Fernando pudesse esboçar qualquer reação. Um golaço inesquecível.


Fernandão executa com perfeição a bicicleta e abre o placar

   Aos 27, Nilmar roubou a bola do zagueiro Wagner, driblou o goleiro e chutou no poste. Aos 38, Ricardinho ganhou a jogada de Gavilán e concluiu no travessão, no último lance do primeiro tempo.


A bola acerta o poste após finalização de Nilmar

   No intervalo, o técnico do Coritiba, Antônio Lopes, colocou Adriano no lugar de Ricardinho. A mudança deu certo porque Adriano empatou a partida, aos seis minutos, de cabeça, depois de cruzamento de Aristizábal. Joel Santana buscou o desempate colocando o meia-atacante Danilo no lugar do meio-campista Labarthe. Aos 21, Chiquinho tentou o chute de fora da área, mas a bola subiu demais.

   Aos 24, nova mudança ofensiva. Saiu o volante Fernando Miguel e entrou o atacante Diego. A partir daí, o Inter pressionou mais. Aos 34, Nilmar cruzou para Diego chutar de primeira e Fernando salvar, em grande defesa. Dois minutos depois, Edinho chutou rasteiro e Pepo salvou sobre a linha do gol. Aos 42, Chiquinho cruzou e Nilmar cabeceou para grande defesa de Fernando, garantindo o empate para a equipe paranaense.


Pepo salva sobre a linha: quase gol do Inter

    Agora, o Inter dá um tempo no Brasileirão e passa a pensar na Copa Sul-Americana. O adversário é o Figueirense, na quarta-feira, em Florianópolis.

FOTOS: Daniel Boucinha

Internacional (1): Clemer; Gavilán, Sangaletti, Wilson e Chiquinho; Edinho, Fernando Miguel (Diego), Labarthe (Danilo) e Élder Granja; Nilmar e Fernandão. Técnico: Joel Santana.

Coritiba (1): Fernando; Jucemar (Juninho), Flávio, Wagner e Ricardinho (Adriano); Ataliba, Roberto Brum, Pepo e Capixaba; Aristizábal (Alemão) e Tuta. Técnico: Antônio Lopes.

Gols: Fernandão (I), aos 21min do primeiro tempo, Adriano (C), aos 6 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Aristizábal, Tuta (C), Edinho e Sangaletti (I). Público: 6.682 (5.541 pagantes). Renda: R$ 55.851,00. Arbitragem: Sálvio Espínola (SP), auxiliado por Francisco Feitosa e Marinalvo Silvério. Local: Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual