15/08/2009

Inter vence Santo André e acaba a rodada na terceira colocação

O Internacional venceu o Santo André por 2 a 0 na noite deste sábado, no ABC Paulista, e subiu para o terceiro lugar na tabela do Brasileirão, com 33 pontos. É líder por aproveitamento, ao lado do Palmeiras, com 64%. Taison e Alecsandro, de pênalti, marcaram os gols na etapa final e garantiram a quarta vitória consecutiva na competição. A distância em relação ao líder é de quatro pontos, mas vale lembrar que o Inter ainda tem dois jogos atrasados do primeiro turno para disputar, contra Santos e Atlético-MG.

Foi um jogo duro em Santo André, no ABC Paulista. A começar pelo péssimo estado do gramado, que prejudicou muito a qualidade da partida. O Inter teve dificuldades em tocar a bola devido à irregularidade do campo do estádio Bruno José Daniel, que nem sequer grama tinha em algumas partes. A forte marcação imposta pelo time da casa também tornou complicadas as investidas do time do técnico Tite, principalmente no primeiro tempo, quando teve que lutar muito para manter a posse de bola.

Acompanhe o Inter nos jogos fora de casa. Acesse http://www.aerotur.com/!

Para amenizas tantas dificuldades, o Inter contou com o apoio de mais de mil torcedores colorados, que fizeram muita festa nas arquibancadas do estádio. A torcida esteve presente, inclusive, em maior número do que a do clube paulista. Havia inclusive uma charanga, que embalou durante todo jogo os tradicionais cantos de guerra da Maior Torcida do Rio Grande.

Foi o Inter que chegou com força pela primeira vez. Aos 4min, Guiñazu – que recuperou-se da pancada no joelho e atuou os 90 minutos - roubou a bola na linha lateral ainda no campo de defesa e tocou para Taison. O jogador partiu em velocidade pela esquerda e faz lançamento para Giuliano, que invadiu a área e chutou para boa defesa do goleiro Neneca. A resposta do Santo André foi quase imediata. Aos 6min, Élvis invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado. A bola explodiu no travessão. Aos 9min, Taison acionou Giuliano na entrada da área, mas o passe saiu forte demais e o goleiro Neneca acaba ficando com a bola.


Taison mostrou muita movimentação na última partida do primeiro turno

A briga pela posse de bola era constante, mas ninguém conseguia finalizar com maior perigo. O Inter encontrava dificuldade em tramar suas jogadas ofensivas, mas o Santo André também não ameaçava. A defesa colorada estava bem posicionada. Era nas bolas paradas que o Santo André tentava se impor. Aos 16min, após cobrança de escanteio, Cris subiu mais alto que a zaga colorada e desviou de cabeça. A bola passou perigosamente ao lado do gol de Lauro. Aos 27min, Élvis cobrou falta da esquerda e a bola cruzou toda a área até sair pela linha lateral.

O Inter se aproximava da área adversária através de triangulações, mas sofria com a precariedade do gramado. Aos 33min, depois de rápida tabela no meio-campo, Alecsandro recebeu na entrada da área e tocou para Taison. O atacante dividiu com a marcação e tentou uma meia-bicicleta. A conclusão, porém, saiu fraca e o goleiro defendeu sem problemas. Dois minutos depois, Giuliano lançou para Taison na esquerda, o atacante invadiu em diagonal a área e chutou para defesa parcial do goleiro. Na sequência do lance, Alecsandro desviou cruzamento de cabeça para defesa definitiva de Neneca.

Aos 41min, Andrezinho fez jogada pela direita e tocou para Alecsandro no meio da área. O centroavante se chocou com o defensor do Santo André, que acabou ficando com a bola. Aos 43min, Lauro afastou a bola de soco, e no rebote, Rômulo chutou em cima de Sandro. O Santo André pressionou nos minutos finais, mas o Inter se fechou bem atrás.

Os dois times voltaram sem alterações para a etapa final. Logo a 1min, Rômulo cruzou da esquerda e a bola passou em frente ao gol colorado, onde Nunes tentava chegar para a conclusão. No minuto seguinte, Nunes cabeceou ao lado da trave esquerda. Lauro saltou para a defesa, mas não chegou a encostar na bola. A jogada a aérea se tornou a principal arma do adversário. Aos 4min, Rômulo cobrou falta da intermediária, o chute saiu fraco, mas Lauro teve que se atirar no canto esquerdo para espalmar para a linha de fundo. A visão do goleiro estava bastante encoberta, dificultando a defesa. O juiz, no entanto, acabou marcando a falta de ataque do Santo André.

O Inter respondeu à pressão inicial aos 5min: Alecsandro experimentou o chute de fora da área e Neneca espalmou para escanteio. Aos 9min, Taison fez jogada de habilidade e serviu a bola para Giuliano, que invadiu a área e chutou para a defesa do goleiro do Santo André. Aos 13min, Kléber cruzou da esquerda e Marcel quase marcou um gol contra na tentativa de interceptar a bola. Ela desviou no zagueiro e acertou a trave esquerda. Alecsandro por pouco não conseguiu empurrar para o gol.

O Inter tomava a iniciativa na partida. O time colorado tocava bastante a bola ao redor da área adversária, mas ainda tinha dificuldades para se infiltrar. Mas aos 23min, a insistência venceu a defesa paulista. Andrezinho fez um lançamento magistral do meio-campo para Taison, o atacante passou pela marcação e tocou para Giuliano, que devolveu na medida para Taison na entrada da área. O artilheiro acertou o ângulo esquerdo com um potente chute. Um golaço! 1 a 0. Foi o terceiro gol de Taison no Brasileirão e o 26º gol na temporada.

O Santo André quase empatou aos 28min. Lauro fez defesa salvadora após a conclusão de cabeça de Marcel. No contra-ataque, Taison invadiu a área e chutou para a defesa parcial do goleiro. No rebote, Andrezinho chutou em cima da zaga, desperdiçando boa chance para o Inter. Aos 31min, Andrezinho cobrou escanteio, e após confusão na área, Sandro ganhou do marcador e marcou o gol. Mas o juiz marcou falta de ataque, anulando o gol.

Aos 33min, Taison foi expulso e o Inter ficou com um jogador a menos em campo. O atacante lutava pela bola na área do Santo André e acabou acertando, sem intenção, um chute no adversário. O árbitro mostrou um rigor absurdo e expulsou Taison.

O Santo André foi para o tudo ou nada. Aos 37min, Ricardo Goulart, que havia entrado no lugar de Sidnei, chutou ao lado do gol de Lauro. Aos 39min, Gustavo Nery, ex-Inter, chutou de longa distância e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 39min, Marcelo Cordeiro entrou no lugar de Andrezinho para reforçar a marcação no meio.

Aos 40min, Giuliano tentou a jogada sobre Marcel e foi calçado pelo zagueiro na área. Pênalti! Alecsandro cobrou no canto direito e ampliou: 2 a 0. Foi o sexto gol de Alecsandro no Brasileirão e o 18º com a camisa colorada.

O Inter quase marcou mais gols já nos acréscimos. Aos 48min, Kléber recebeu na entrada da área e soltou a bomba em cima do goleiro. Aos 49min, Alecsandro tentou driblar o goleiro Neneca, que se atirou nos seus pés para ficar com a bola. Foi o último lance da partida. A torcida colorada vibrou muito com a terceira vitória consecutiva no Brasileirão.

"Grande vitória. É muito importante esta sequência do Inter", comemorou Marcelo Cordeiro.

"Fizemos 2 a 0 e poderíamos ter marcado mais. Mas ficou de ótimo tamanho", vibrou Sandro.

"O campo prejudicou bastante, mas o time conseguiu se superar. Sabíamos que a bola iria entrar uma hora ou outra no segundo tempo", disse Andrezinho.

"Nosso time brigou muito pelo resultado. Está de parabéns", declarou Giuliano.

"Foi uma grande vitória. Agora precisamos de uma vitória e um empate nas partidas restantes para ficarmos com o título do primeiro turno. Na quarta-feira temos o Corinthians pela frente. Tenho certeza que o Beira-Rio vai estar lotado", projetou o presidente Vitorio Piffero.

"Demoramos a entrar no jogo no primeiro tempo, mas houve um crescimento na etapa final que nos garantiu a vitória. Temos o objetivo de atingir 100% de aproveitamento em agosto", disse o vice-presidente de futebol Fernando Carvalho.

"A característica do nosso time é triangular, jogar pelos lados, por isso demoramos um pouco para nos ajustarmos ao gramado ruim. No segundo tempo tivemos domínio sobre o adversário e chegamos à vitória", avaliou o técnico Tite.

Santo André (0): Neneca; Cicinho (Ricardinho), Cris, Marcel e Gustavo Nery; Fernando, Ricardo Conceição, Sidnei (Ricardo Goulart) e Élvis (Pablo Escobar); Rômulo e Nunes. Técnico: Alexandre Gallo.

Internacional (2): Lauro; Danilo, Bolívar, Sorondo e Kléber; Sandro, Guiñazu, Giuliano (Glaydson) e Andrezinho (Marcelo Cordeiro); Taison e Alecsandro. Técnico: Tite.

Gols: Taison (I), aos 23min do segundo tempo, Alecsandro (I), de pênalti, aos 41min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Cris, Ricardo Conceição (SA); Kléber, Bolívar, Andrezinho (I). Expulsão: Taison (I).

Público: 2.725 / Renda: R$ 52.185,00.

Arbitragem: Elmo Alves Cunha, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Jesmar Miranda de Paula (trio goiano).

Local: Bruno José Daniel, Santo André.


Outras notícias
Loja Virtual