17/07/2004

SHOW DE DANILO

Inter goleia Atlético-PR por 6 a 0 com uma atuação exuberante de Danilo, que marcou quatro gols, deu passe para mais um e ainda sofreu o pênalti do sexto gol


Jogadores comemoram a tarde endiabrada de Danilo (camisa 10)

   Em uma atuação perfeita, o Internacional goleou o Atlético-PR por 6 a 0 na tarde deste sábado, no Beira-Rio, e subiu para a sexta colocação no Campeonato Brasileiro, com 26 pontos. Foi um show do meia-atacante Danilo que marcou quatro gols seguidos, a um minuto, a 11min, a 17min e a 35min do primeiro tempo. O baiano ainda deu o passe para Fernandão fazer o quinto gol, aos 39min. Na segunda etapa, Danilo sofreu pênalti, bem cobrado por Alex, aos 19 minutos. O goleiro Clemer ainda defendeu um pênalti batido por Washington aos 28 minutos da etapa final.  

O JOGO  

   Foi realmente um show, um espetáculo, uma maravilha. Foi tudo isso que o meia-atacante baiano proporcionou aos torcedores colorados na tarde deste sábado, no Estádio Beira-Rio. Para se ter uma idéia da importância da atuação de Danilo, nunca um jogador do Inter havia marcado quatro gols no primeiro tempo em uma partida do Inter na história do Campeonato Brasileiro, desde 1971, quando a competição foi criada. Valdomiro, em 1977, e Luís Fernando, em 1986, também marcaram quatro gols em um jogo, mas dois em cada tempo, no caso de Valdomiro, e os quatro no segundo tempo, no caso de Luís Fernando. Com esta atuação, Danilo chegou aos sete no Brasileirão e já entrou na briga pela artilharia da competição.


Danilo abre o placar... era o primeiro de uma seqüência de quatro gols

   Pois o espetáculo de Danilo começou bem cedo. A um minuto, ele recebeu uma bola na intermediária, driblou dois jogadores, tocou para Alex, recebeu a bola novamente, entrou na área e colocou rasteiro, na saída do goleiro Diego. Um golaço. Aos 11min50seg, Rafael Sobis chutou de fora da área e a bola bateu no poste. No rebote, Danilo completou: 2 a 0. Aos 17minutos, Fernandão deu excelente passe de cabeça para Danilo chutar de primeira: 3 a 0.


Danilo está marcando seu terceiro gol na partida

 Aos 24, Rafael Sobis recebeu passe de Danilo, entrou na área, driblou o goleiro, mas chutou para fora. Mais 11 minutos e mais um gol. Desta vez, Marabá cruzou e Danilo completou para fazer o quarto gol. Um minuto depois, Fernandão cruzou e Danilo chutou de primeira, mas a bola foi defendida por Diego e ainda bateu no travessão. Outros três minutos e veio o quinto gol. Danilo rolou a bola para Fernandão chutar no cantinho: 5 a 0. Na etapa final, o baiano ainda sofreu pênalti, cobrado por Alex, aos 20 minutos. Nas arquibancadas, a torcida cantava ?1, 2, 3, 4, 5, 6?.


Fernandão (C) comemora seu segundo gol com a camisa colorada

   Mas o Inter não foi só Danilo. No gol, Clemer brilhou em pelo menos quatro lances. Aos sete minutos, Dagoberto chutou forte e Clemer saltou para grande defesa. Aos 38, Fernandinho cabeceou e Clemer salvou outra vez. Na etapa final, Marinho cabeceou na pequena área e o goleiro espalmou, demonstrando muito reflexo. E nem cobrança de pênalti, Clemer deixou passar. Washington teve a chance de descontar com pênalti, aos 28 minutos, e Clemer defendeu novamente. Foi a segunda defesa de pênaltis do goleiro no campeonato. E, como todo bom goleiro também tem sorte, a trave salvou Clemer, aos 23 minutos do primeiro tempo, quando Marinho cabeceou no travessão.


Clemer defende pênalti na tarde em que tudo deu certo para o Inter

   Além das atuações estelares de Danilo e Clemer, o time atuou muito bem em todos os setores. Na defesa, Sangaletti, Alexandre Lopes e Vinícius não deixaram o bom ataque paranaense formado por Ilan, Washington e Dagoberto criar oportunidades. Na frente da defesa, Edinho também foi seguro na marcação, dando mais liberdade para os avanços de Marabá, Fernandão e os alas Gavilán e Alex. E na frente, Rafael Sobis mais uma vez teve boa atuação.

Depois da partida, o meia Danilo comentou a sua atuação: ?A gente chegou para ser um jogador diferenciado. Vamos procurar fazer o máximo até o final do campeonato.? O presidente Fernando Carvalho gostou tanto da atuação de toda a equipe que a comparou com os times maravilhosos do Inter da década de 70: ?A marcação lembrou aquela feita pelo time do Inter nos anos 70. Sempre havia dois ou três jogadores pressionando um jogador do Atlético-PR.? 

FOTOS: Daniel Boucinha

Internacional (6): Clemer; Alexandre Lopes, Sangaletti e Vinícius; Gavilán (Bolívar), Edinho, Marabá (Fernando Miguel), Fernandão (Wellington) e Alex; Rafael Sobis e Danilo. Técnico: Joel Santana.

Atlético-PR (0): Diego; Marinho, Igor e Alessandro Lopes (William); Pingo, Alan Bahia, Fernandinho (Raulen), Ilan (Marcão) e Ivan; Dagoberto e Washington. Técnico: Levir Culpi.

Gols: Danilo (I, 4), a um minuto, a 11min,  a 17min e a 35min do primeiro tempo, Fernandão (I), aos 39min do primeiro tempo e Alex (I), aos 28min do segundo tempo. Cartões amarelos: Vinícius, Gavillán, Danilo (I), Fernandinho (A). Renda: R$ 95,455,00. Público: 10.077 (8.667 pagantes e 1.410 não pagantes). Arbitragem: Sálvio Fagundes Filho (SP), auxiliado por Marinaldo Silvério (SP) e Adriano Lucas (SP). Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual