13/07/2004

INTER PERDE NO FIM

Guarani marca gol nos acréscimos e vence o time colorado por 2 a 1

   O Inter começou a partida com uma boa marcação sem deixar que o Guarani criasse oportunidades. A defesa se destacava principalmente pela boa atuação de Alexandre Lopes, que retornou ao time. Na frente, o time de Joel Santana quase largou na frente aos cinco minutos com uma cabeçada no canto defendida pelo goleiro Jean. A partida se desenvolveu sem maiores emoções até que o volante Sidnei, do Guarani, arriscou um chute na entrada da área e a bola foi no ângulo: 1 a 0.

   No intervalo, o técnico Joel Santana retirou o meia-atacante Danilo e colocou Dauri. O time voltou melhor e quase empatou aos quatro minutos, com um chute de Rafael Sobis, e aos seis, com uma cabeçada de Fernandão. A pressão colorada deu certo. Aos 23,  Rafael Sobis driblou um zagueiro, foi derrubado, levantou, demonstrando muita força e garra, entrou na área, driblou mais um zagueiro e chutou forte. A bola desviou em um zagueiro e entrou: um golaço. Foi o segundo gol de Rafael Sobis no Campeonato Brasileiro.

   Aos 43, o goleiro Clemer precisou ser substituído, lesionado no joelho. André entrou em seu lugar. Quando parecia que a partida estava definida, o Guarani acabou marcando o gol da vitória. Ricardo Lobo acertou um chute no alto, depois de cobrança de escanteio, aos 47 minutos. Um minuto depois, Fernandão, de cabeça, quase empatou novamente. A vitória foi muito festejada pelos jogadores do Guarani, já que o time de Campinas saiu da zona do rebaixamento e deixou o Grêmio em seu lugar.

Guarani (2): Jean; Dida, Carlinhos, Marcelão e Patrick; Sidnei, Simão, Careca (Sandro Hiroshi) e Árison (Reinaldo); Valdir Papel e Viola (Ricardo Lobo). Técnico: Zetti.

Internacional (1): Clemer (André); Bolívar, Alexandre Lopes e Edinho; Élder Granja (Chiquinho), Marabá, Wellington, Fernandão e Alex; Rafael Sobis e Danilo (Dauri). Técnico: Joel Santana.

Gols: Sidnei (G), aos 44 minutos do primeiro tempo, Rafael Sobis (I), aos 23 minutos do segundo tempo, Ricardo Lobo (G), aos 47 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Patrick (G), Bolívar e Clemer (I). Renda: R$ 21.354,00. Público: 2.214 pagantes. Arbitragem: Lourival Lima Filho, Alessandro Mattos e Cléber da Silva (BA). Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.


Outras notícias
Loja Virtual