19/07/2009

Inter e Grêmio duelam no Olímpico

No dia 18 de julho de 1909, Inter e Grêmio se enfrentavam pela primeira vez neste que se tornaria um dos maiores clássicos do Brasil. Agora, exatamente 100 anos depois, os dois times estarão frente a frente pela 377ª vez. Será o Gre-Nal dos 100 anos, que recebeu destaque até no site oficial da FIFA.

A supremacia colorada no clássico foi estabelecida há 64 anos. Desde 1945, época do antológico Rolo Compressor, o Inter assumiu a dianteira no número de vitórias. Atualmente, são 23 vitórias a mais do que o arqui-rival. Na temporada 2009, foram três vitórias coloradas em três Gre-Nais válidos pelo Gauchão, todas pelo placar de 2 a 1.


D'Alessandro está liberado para disputar o Gre-Nal

Deixando de lado o caráter histórico que cerca a partida, o time colorado tem um objetivo claro para este domingo: seguir no topo da tabela do Brasileirão. Após 11 rodadas, a campanha colorada registra 7 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. É o vice-líder, com 23 pontos, e uma vitória no Olímpico poderá deixar o Inter novamente na liderança. Para tanto, é preciso também que o Atlético-MG não vença. No momento, o time de Belo Horizonte está um ponto à frente na classificação.

Mistério sobre a escalação

O técnico Tite promete revelar o time que inicia o clássico 377 somente momentos antes do jogo no Olímpico. O Inter tem alguns desfalques, como os volantes Magrão e Glaydson, que foram expulsos diante do Fluminense na última rodada do Brasileirão. Em contrapartida, Kleber cumpriu suspensão na última partida e está liberado para disputar o Gre-Nal. O mesmo vale para Bolívar, que foi absolvido em julgamento realizado pelo STJD na última quinta. O volante Sandro está recuperado de lesão muscular e também está à disposição de Tite.


Volante Sandro está à disposição para o clássico

O meia-atacante D’Alessandro é o reforço de última hora. O departamento jurídico do Clube obteve o efeito suspensivo da pena aplicada pelo STJD no começo desta semana. Com isso, o argentino está liberado para atuar no Gre-Nal.

A formatação tática para o Gre-Nal é mantido em sigilo pelo treinador colorado. Tite não confirmou se irá manter o 3-5-2 utilizado na vitória de 4 a 2 sobre o Fluminense. “O 3-5-2 se tornou uma opção em função da carência de volantes no momento, mas ainda estou estudando a melhor formação”, ponderou o técnico na entrevista coletiva. Tite apenas confirmou que Bolívar e Kléber voltam ao time.

Grupo concentrado para o Gre-Nal: Lauro, Bolívar, Índio, Sorondo, Kléber, Taison, Alecsandro, Danilo, Marcelo Cordeiro, Bolaños, Sandro, Guiñazu, Andrezinho, Giuliano, Nilmar, Michel Alves, Álvaro, Danny Morais, Maycon, Marquinhos e D’Alessandro.


Outras notícias
Loja Virtual