17/06/2009

Torcida colorada marca presença forte

Por Alexandre Corrêa (texto) e
Alexandre Lops (fotos)
Enviados especiais/São Paulo

Em meio aos 35 mil torcedores do Corinthians que mal haviam acabado de vibrar com o gol de Jorge Henrique no primeiro tempo, eis que surgiu uma voz forte do cantinho de uma arquibancada. Pois os dois mil colorados, sentindo o momento melhor do time da casa, cantaram com vontade. Os corintianos não acostumados a ouvir outras vozes que não as suas no Pacaembu olharam com espanto. E passaram a vaiar. E mais: alguns apelaram pra violência. Em seguida, um estouro se ouviu perto da torcida colorada. Uma bomba que causou apreensão em todos.


Colorados compareceram em peso ao Pacaembu

Os dois mil colorados presentes no Pacaembu foram guerreiros. Alguns enfrentaram horas de espera no Aeroporto Salgado Filho, que ficou fechado quase o dia inteiro, e chegaram só na hora da partida mesmo. Diante do ambiente inóspito que começou já na chegada da delegação do Inter ao estádio paulista (pedras foram arremessadas contra o ônibus e se não fosse a intervenção forte de carros da Polícia Militar que afastaram alguns baderneiros, mais problemas poderiam ter acontecido), os torcedores colorados não arrefeceram. Cantaram e apoiaram mesmo com o placar adverso no primeiro tempo.

E mesmo no intervalo e com um 1 a 0 contra, a maior e melhor torcida do Rio Grande não silenciou. Cantou, enquanto os corintianos ficaram observando em silêncio. Foi só na segunda etapa com o segundo gol do time paulista que o ânimo baixou um pouco. Mas passado o final do jogo, a torcida colorada tratou de cantar novamente. E com esse espírito é que o Beira-Rio estará no dia 1º para o segundo jogo da final. Em busca da virada!


Outras notícias
Loja Virtual