14/06/2009

Inter nomeia Paixão Côrtes como cônsul cultural

Momentos antes do início da partida entre Internacional e Vitória, a vice-presidência de Comunicação Social nomeou mais um cônsul cultural: o tradicionalista Paixão Côrtes, que serviu de modelo para o monumento do Laçador. O ex-vereador Revoredo Ribeiro também foi homenageado com uma placa pelos grandes serviços prestados ao Clube.


Paixão Côrtes (E) recebe o diploma de 'Cônsul Cultural' das mãos do vice-presidente de marketing Jorge Avancini

O folclorista Paixão Côrtes tem sua história de vida intimamente ligada ao Clube, pois seu pai foi jogador do Inter nos primeiros anos de sua fundação e posteriormente seus tios foram jogadores do Clube. "É uma alegria imensa estar aqui no campo do Colorado porque geneticamente eu tinha que ser colorado. Estou muito honrado por receber esta homenagem", ressaltou Côrtes.


Revoredo Ribeiro (E) recebeu uma placa do ex-presidente colorado Eraldo Herrmann (D) 

O ex-conselheiro do Inter e ex-vereador Revoredo Ribeiro trabalhou incessantemente pela liberação da área onde está instalado o Complexo Beira-iIo. É de sua autoria o projeto que criou a praça Sport Club Internacional. Além diddo, ele foi dirigente do Clube por muitos anos. Revoredo recebeu a carteira de cônsul e o certificado das mãos do ex-presidente do Inter Eraldo Herrmann e afirmou que o Inter vai ser campeão de tudo novamente. "Estou muito honrado com esta homenagem. Esse ano ainda tem mais quatro campeonatos para serem decididos e vamos ganhar todos", afirmou.

O título de cônsul cultural tem o objetivo de oficializar e reconhecer o trabalho artistas que atuam por todo o Brasil e divulgavam o nome do Inter. Paixão Côrtes se junta a uma grande lista de cônsules que já conta com Rita Lee, Túlio Millman, Gaúcho da Fronteira, Zé Vitor Castiel, entre outros tantos e não menos importantes cônsules que promovem e divulgam o Internacional e toda sua grandeza por todo o Brasil.


Arte: Rogério Stinieski


Outras notícias
Loja Virtual