17/05/2009

Os destaques da grande vitória sobre o Palmeiras

A força do grupo

O Inter vem de uma sequência de jogos desgastantes. Tinha pela frente um jogo importante diante do Palmeiras, mas avistava a decisão pela Copa do Brasil três dias depois diante do Flamengo. A comissão técnica então tomou a decisão de retirar alguns jogadores da partida (Índio, Magrão e Álvaro) e deixar outros no banco para alguma eventualidade da partida (Kléber, Guiñazu, D´Alessandro e Nilmar).

Foi a campo então uma equipe com vários jogadores que não vinham atuando na equipe principal como Danny Morais, Danilo, Glaydson, Marcelo Cordeiro, Rosinei, Andrezinho e Alecsandro. E os atletas que entraram mostraram a força do grupo colorado. O time correspondeu plenamente e teve uma boa atuação diante do Palmeiras que atuou com seu time completo e motivado por uma classificação para as quartas de final da Libertadores.

Danny Morais, soberbo

O zagueiro Danny Morais toda vez que é chamado dá conta do recado. Mas diante do Palmeiras, foi mais além. Ajudou atrás com uma grande atuação ao lado de Bolívar, mas foi à frente e marcou o primeiro gol da partida. Em um chute rasteiro de pé esquerdo no cantinho do goleiro Marcos.

Danny Morais está há 10 anos no Beira-Rio, participou do grupo que foi campeão mundial Sub-15 pelo Inter em 2000 e se tornou um dos zagueiros mais qualificados do grupo colorado. Neto do ex-goleiro Valdir de Morais, atual consultor técnico do Palmeiras e que estava no Beira-Rio, acabou marcando o gol no próprio clube paulista.

Trio de volantes eficiente

O trio de volantes formado por Rosinei, Sandro e Glaydson mostrou um futebol eficiente diante do Palmeiras. Nos momentos de maior pressão da equipe paulista, o trio soube conter Cleiton Xavier e Diego Souza, os armadores da equipe paulista. Souberam também dar início aos contra-ataques do Inter e tiveram participação importante na vitória colorada.


Sandro teve mais uma atuação destacada no time colorado

Laterais de boa atuação

Danilo Silva e Marcelo Cordeiro tiveram suas chances de começar a partida e não decepcionaram. Foram eficientes na macacão, principalmente Danilo, pela direita, e apareceram bem na frente, principalmente Marcelo, pela esquerda. Com grande velocidade, os dois souberam evitar as jogadas do Palmeiras pelos lados e ainda avançaram em vários momentos do jogo.

Taison desequilibra

Desta vez Taison não marcou gol. Mas desequilibrou a partida mesmo assim. Foi dele que saíram os dois passes para os dois gols colorados. No primeiro, deu um drible sensacional em Pierre e cruzou rasteiro para Danny Morais chutar. No segundo, passou para Nilmar concluir e D´Alessandro completar. Além dos passes para gols, o atacante de 21 anos foi de grande participação, principalmente nas suas arrancadas pela esquerda.


Taison apresentou bom futebol no clássico contra o Palmeiras

Bolívar chega aos 170 jogos

O zagueiro e lateral Bolívar foi o jogador com maior número de partidas com a camisa colorada neste domingo. Ele alcançou 170 jogos com uma boa atuação na vitória sobre o Palmeiras. Bolívar teve presença importante nas conquistas da Copa Libertadores (2006) e da Copa Sul-Americana (2008), jogando ou de zagueiro ou de lateral, sempre com a mesma eficiência.

Lauro salva no final

O goleirão Lauro foi decisivo mais uma vez. Aos 47 minutos do segundo tempo, quando o jogo estava só 1 a 0, Keirrison recebeu bola na área, de costas para o gol, e girou com rapidez. Laurão foi tão rápido quanto e fechou o ângulo do atacante, praticando defesa salvadora. A torcida vibrou como se fora um gol colorado e gritou o nome de Lauro.

Trio Guiñazu, Nilmar e D´Alessandro entra para garantir a vitória

Uma tarde incomum para Guiñazu, Nilmar e D´Alessandro no Beira-Rio. De repente, os três estavam sentados no banco como estratégia de preservação para o jogo de quarta-feira, diante do Flamengo. Mas quando o técnico Tite colocou os três na etapa final, a torcida vibrou muito e gritou o nome dos ídolos. E os três ajudaram bastante na conquista da vitória. Guiñazu, na contenção, Nilmar, nos contra-ataques, e D´Alessandro no toque de bola e no gol marcado aos 48 minutos do segundo tempo.

Inter, seis jogos sem sofrer gol

O Inter completou  neste domingo a sexta partida consecutiva sem levar gol. O último foi na decisão do Gauchão, nos 8 a 1 diante do Caxias, em 19 de abril, há quase um mês.

Torcida empurra o time

Torcida colorada deu novo show no Gigante. Os quase 35 mil colorados que pintaram de vermelho e branco as arquibancadas vibraram intensamente no jogo, vaiaram o adversário e cantaram nos momentos que o Palmeiras mais ameaçava. Um show da maior e melhor torcida do Rio Grande.


Torcida deu mais um show à parte no Beira-Rio


Outras notícias
Loja Virtual