07/05/2009

Inter projeta estreia no Brasileirão

Classificado às quartas-de-final da Copa do Brasil, quando enfrentará o Flamengo, o time do técnico Tite agora volta a sua atenção para a estreia Brasileirão 2009. A partida contra o Corinthians é uma das mais aguardadas da primeira rodada, já que colocará frente a frente dois dos principais times do futebol brasileiro da atualidade. Assim como o Inter, a equipe do Parque São Jorge também conquistou o título estadual de forma invicta e está classificada à próxima fase da Copa do Brasil. Os dois times, inclusive, poderão se encontrar em uma possível final da competição.

O Inter vem de um mês perfeito. Em abril, quando celebrou o seu Centenário, o time colorado venceu as sete partidas que disputou. Agora, em maio, o objetivo é manter a pegada. Contra o Náutico, na última quarta-feira, o Inter mostrou que segue com apetite por vitórias. Contra a equipe pernambucana, foi conquistada a 16ª vitória consecutiva no Beira-Rio. O objetivo agora é manter o aproveitamento também fora de casa.

"Temos jogos importantes contra o Corinthians e depois Flamengo. É a oportunidade para mostrar que temos grupo e dar continuidade ao nosso trabalho", avalia Nilmar.

O grupo colorado treinou na tarde desta quinta-feira com o foco já voltado para a partida de estreia. Como é de praxe, os jogadores que estiveram em campo no dia anterior realizaram apenas exercícios de recuperação física. Os demais participaram de um treino com bola no campo suplementar. O volante Sandro, que recupera-se de uma lesão muscular, participou de um trabalho físico específico e mostrou-se otimista. "Não senti nada, nenhum desconforto. Mas vou ter a definição somente nesta sexta, quando for reavaliado", disse o jogador.

O meia-atacante Taison, que foi substituído no intervalo do confronto com o Náutico após sofrer uma pancada na região do quadril, correu em volta do gramado com os fisioterapeutas Mauren Mansur e Rodrigo Rossato na tarde desta quinta. Após o treino, o artilheiro do Inter na temporada com 20 gols conversou com os repórteres sobre a sua situação: "Doer não dói mais, mas incomoda um pouco ainda quando dou um pique mais forte. Mas não quero ficar de fora no domingo. Quero jogar, mas vai depender do professor Tite", disse.

O Inter volta a treinar na tarde desta sexta. No sábado pela manhã, Tite comanda a última atividade antes do embarque para São Paulo, programado para o começo da tarde.


Outras notícias
Loja Virtual