04/05/2009

Copa do Brasil: Inter acerta detalhes para enfrentar o Náutico no Gigante

Pela manhã, o treinador orientou uma atividade com os portões fechados no gramado principal do Beira-Rio. No período da tarde, Tite comandou um treino no campo suplementar que exercitou tanto a bola defensiva como a ofensiva. Jogadores da equipe júnior faziam as vezes do time adversário. Quando o Inter atacava, apenas os jogadores do meio para frente eram exigidos. O avanço dos laterais também tinha uma dinâmica própria: quando Bolívar participava da movimentação, Kléber ficava de fora, e vice-versa.

Para preservar os volantes do desgaste excessivo, Magrão e Glaydson - que irá substituir Sandro, lesionado - foram poupados do trabalho ofensivo. Rosinei exerceu a função de volante, de modo que a dupla treinou apenas a bola defensiva. "Nós fazemos isso para não expor o jogador ao ritmo frenético de ficar indo e voltando. Na partida eles vão ter a liberdade de fazer isso, mas no treino não há necessidade", explicou o auxiliar técnico Cléber Xavier. A exceção à regra foi Guiñazu, que treinou nas duas frentes com o vigor que lhe é peculiar. Baseado no treino desta segunda, o Inter deve iniciar o jogo com Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Kléber; Glaydson, Magrão, Guiñazu e D'Alessandro; Nilmar e Taison.

A vantagem obtida no jogo de ida, quando o Inter goleou por 3 a 0 no Estádio dos Aflitos, é vista com cautela pelo grupo colorado. Todos os jogadores sabem que a classificação às quartas-de-final passa por mais 90 minutos de enfrentamento com o time pernambucano. O Inter garante a vaga na próxima fase mesmo se for derrotado por 2 a 0. Vitória do Náutico por 3 a 0 levaria a decisão para a disputa de pênaltis.

"Foi um bom resultado que conquistamos no Recife, mas nada está decidido. Sabemos que o Náutico virá para o tudo ou nada, o que pode tornar a partida complicada. Vamos ter que entrar com a mesma concentração do primeiro jogo", resumiu o lateral Bolívar.


Cléber Xavier passa instruções para o volante Glaydson

O experiente zagueiro Álvaro também projeta um confronto difícil. Para o jogador, será mais um forte teste para o time colorado na temporada. "Temos consciência do nosso potencial atuando em casa, mas não pode haver espaço para erros. Vai ser um jogo importante, pois vale vaga nas quartas-de-final. Além disso, vai ser mais uma preparação para o que está por vir, com a chegada do Brasileirão. Teremos uma maratona pesada de jogos e precisamos estar bem preparados", observou o defensor.

O Inter volta a treinar nesta terça-feira, às 17h30min. A concentração começa logo após a atividade.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual