01/05/2004

VITÓRIA E BOM FUTEBOL

Inter bate o Paysandu por 1 a 0 e sobe na tabela do Brasileirão

    
           Chiquinho destacou-se na ala esquerda

   O Inter entrou em campo com um meio-campo mais ofensivo, em relação à última partida. O volante Fernando Miguel deu lugar a Chiquinho, que se revezou na função de ala e meia com Alex. O centroavante Oséas sentiu dores e não foi liberado para atuar. Com isso, Rafael Sobis começou jogando. A proposta do técnico Lori Sandri deu resultado. O time dominou o Paysandu durante toda a partida, com bons passes e muita movimentação e velocidade.

   No começo, um susto. Aos três minutos, Luiz Fernando cruzou para Júlio Santos desferir uma cabeçada fulminante. Clemer, no reflexo, fez uma defesa estupenda. O lance, porém, foi o único no qual o time paraense ameaçou. Daí em diante só deu Inter. Aos 13, Nilmar cruzou para cabeçada de Vinícius: a bola passou perto. Aos 26, Nilmar driblou o zagueiro Alex Pinho com o corpo, entrou na área e chutou para defesa de Musse. Aos 34, Chiquinho chutou de fora da área e a bola bateu no poste. No minuto seguinte, Nilmar cabeceou forte e Musse fez uma das mais belas defesas do campeonato até agora. Aos 38, Chiquinho bateu forte e a bola passou a centímetros do ângulo.

   No segundo tempo, o Inter seguiu dominando. Aos cinco, Gavilán cobrou falta e Musse salvou para escanteio. Aos 13, o técnico Lori Sandri promoveu a troca que acabou decidindo a partida. Saiu Rafael Sobis e entrou Élder Granja. Aos 25, Alex chutou e Musse salvou os paraenses mais uma vez. A pressão do Inter era grande até que, aos 26, Nilmar deu um passe genial para Élder Granja. O meia recebeu livre, de frente para o gol, e chutou no alto sem chances: 1 a 0 (veja as fotos do lance abaixo). Aos 29, o zagueiro Júlio Santos foi expulso por falta em Nilmar. A partir daí, o time gaúcho administrou o resultado e quase marcou mais em lances com Alex e Nilmar, de grande atuação. 

   Já no final da partida, Nilmar sentiu uma lesão muscular e deixou o gramado para a entrada de Diogo. O atacante será submetido a um exame de ressonância magnética neste domingo para avaliar a gravidade da lesão.


FOTOS: Daniel Boucinha

FICHA DO JOGO

INTERNACIONAL (1): Clemer; Edinho, Sangaletti e Vinícius; Gavilán, Marabá, Cleiton Xavier, Alex e Chiquinho; Rafael Sobis (Élder Granja) e Nilmar (Diogo). Técnico: Lori Sandri.

PAYSANDU (0): Paulo Musse; Tiago (Rogério Belém), Júlio Santos, Alex Pinho e Luiz Fernando; Sandro, Bebeto Campos, Jóbson e Lecheva (Sílvio); Zé Augusto (Balão) e Selmir. Técnico: Nildo Pereira.

GOL: Élder Granja, aos 26 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS: Edinho (I); Tiago, Júlio Santos, Jóbson e Zé Augusto (P). EXPULSÃO: Júlio Santos (P). RENDA: R$ 112.383,00. PÚBLICO: 12.246 (9.157 pagantes, 2.234 menores, 272 torcedores de organizada e 583 não pagantes). ARBITRAGEM: Carlos Magno (PR), auxiliado por Altemar Domingues e Vágner Vicentim. LOCAL: Estádio Beira-Rio.

 


Outras notícias
Loja Virtual