10/03/2009

Destaques por todos os lados contra o Brasil-Pe

Alexandre Corrêa
Enviado especial/Pelotas

Adjetivos não faltariam para o show colorado em Pelotas na noite desta terça-feira. Mas entre todos, talvez o que mais se aproxime do que aconteceu no Estádio Bento Freitas seja o ?perfeito?. Pois o Inter atingiu quase a perfeição no jogo desta noite. Difícil falar de alguém entre os 11 titulares e os três suplentes que entraram que não participaram de maneira qualificada da partida. Como se não bastassem os sete gols, houve ainda inúmeras chances criadas e evitadas pelo goleiro Luiz Carlos. Houve ainda uma marcação extremamente eficiente que deixou o goleiro Lauro só tocar na bola na metade da etapa final.

A força do grupo colorado fica cada vez mais evidente. Os sete gols foram marcados por seis jogadores diferentes, dois deles que começaram o jogo no banco (Alecsandro e Danilo Silva). O único jogador que marcou dois gols foi Andrezinho. E foi a segunda partida consecutiva que o meia anotou dois (tinha feito na goleada sobre o Veranópolis). Por tudo isso, o começo do Inter na Taça Fábio Koff é alucinante. Em duas partidas, foram 11 gols. O Inter tem o melhor ataque, a melhor defesa, a melhor campanha e o goleador da competição (Taison), com nove.

Taison, por sinal, teve uma noite especial. Natural de Pelotas, atuou diante da sua gente. Nas arquibancadas, além dos familiares, a presença da pequena Maria Eduarda, de apenas seis meses, sua filha. Foi com ela que Taison entrou em campo. E diante de seus parentes e amigos Taison marcou o seu nono gol na competição. Talvez o mais difícil seja escolher o melhor em campo.


Volante Sandro em ação contra o Brasil-Pe, no Bento Freitas (Nauro Júnior/Agência RBS)

Andrezinho brilhou novamente com gols e passes precisos. Mas houve Taison e sua velocidade espantosa. Guiñazu e sua marcação impressionante. Magrão e a qualidade de marcar e chegar à frente com muito talento. Sandro e sua capacidade de anular os marcadores e ainda por cima sair para o jogo. Nilmar e sua vocação goleadora (foi o seu 50º gol com a camisa colorada, é o jogador que mais marcou pelo Inter no atual grupo). Teve ainda Índio e Álvaro ganhando todas as jogadas, Bolívar e Kléber tocando bem a bola e se apresentando à frente. E os três suplentes que também jogaram bem. Em pouco tempo em campo, Alecsandro marcou um gol e deu passe para outro. Já Marcelo Cordeiro deu passe sensacional para Andrezinho marcar um dos gols. E Danilo Silva foi à frente e fez o seu primeiro gol com a camisa colorada.

Por tudo isso, foi uma noite mágica para o Inter. Uma noite de gols e atuação sensacional. Uma noite que beirou a perfeição.


Outras notícias
Loja Virtual