1º/03/2009

Juizado Criminal registra oito ocorrências no Gre-Nal

Posse de entorpecentes, arremesso de rojão e desacato à autoridade foram os fatos apresentados ao Juizado Especial Criminal (JECrim) neste domingo (1º/3), durante o Gre-Nal. Cinco torcedores flagrados com maconha foram multados, cada um, em R$ 100,00. O valor será destinado ao Asilo Padre Cacique. Além disso, ficam todos impedidos de assistir aos próximos três jogos de seu time.

Duas pessoas foram encaminhadas por desacato à autoridade, mas não puderam efetuar acordo por já possuírem antecedentes. Responderão processo perante o JECrim do Foro Central da Capital. Por fim, homem apontado como o responsável por arremessar um rojão negou a autoria do fato e recusou a transação penal ofertada pelo Ministério Público. O processo também tramitará no JECrim do Foro Central.

As audiências foram presididas pelo Juiz de Direito Felipe Keunecke de Oliveira. Os casos desta noite somam 176 ocorrências desde que a Justiça passou a atuar durante partidas de futebol: 88 audiências realizadas no Olímpico e 88 no Beira-Rio. O objetivo da Justiça presente nos estádios em dias de jogos é viabilizar a imposição rápida e efetiva da lei penal contra autores de crimes de menor potencial ofensivo, como posse de drogas, arruaças, atos de vandalismo e violência e delitos de trânsito ocorridos antes, durante e após a disputa. São da alçada do Juizado Especial Criminal todas as contravenções penais e os crimes com pena máxima de dois anos, cumulada ou não com multa.


Outras notícias
Loja Virtual