26/02/2009

Inter vence Novo Hamburgo e decide Taça Fernando Carvalho

O Internacional venceu o Novo Hamburgo por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, no Beira-Rio, e garantiu presença na final da Taça Fernando Carvalho, correspondente ao primeiro turno do Gauchão. Nilmar e D'Alessandro, de pênalti, marcaram os gols na etapa final. Agora, o time colorado aguarda pelo vencedor da semifinal entre Grêmio e Veranópolis, que ocorre nesta sexta-feira, no Olímpico. Como tem a melhor campanha da fase classificatória, o Inter decidirá o título no Beira-Rio, no próximo domingo (1º/3), às 16h.


Jogadores comemoram classificação à final do primeiro turno do Gauchão

O Inter começou o jogo pressionando o adversário do Vale dos Sinos. O time procurava passes para Taison, que se movimenta bastante. Aos 5min, Taison deu ótimo passe para Nilmar, na área, mas o zagueiro Paulo César em um carrinho conseguiu salvar o Novo Hamburgo. Aos 8min, Bolívar tocou em D´Alessandro, que devolveu para o lateral. Ele foi à linha de fundo e cruzou para a área, mas a bola atravessou toda a área.

Nos primeiros 15 minutos, o Novo Hamburgo fez um bom trabalho de marcação, procurando matar as jogadas na intermediária, impedindo a aproximação colorada na área. Aos 19min, Micael fez outra falta dura em Taison, mas Carlos Simon preferiu poupar o jogador de expulsão, que já havia recebido o cartão amarelo. Minutos depois, o técnico Paulo Turra decidiu retirar Micael para a entrada de Emerson.


D'Alessandro parte para cima da marcação do Novo Hamburgo

Aos 20min, D´Alessandro cobrou falta da intermediária mas a bola foi por cima. Aos 26min, Mateus arriscou de longe, a bola saiu quicando e o goleiro Lauro defende sem problemas. Aos 28min, D´Alessandro cobrou falta para a área. A bola passou por Nilmar, passou por Sandro e saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Guiñazu tocou para Taison na área, livre, mas o juiz anulou o lance por impedimento.

Aos 31min, Kléber deu um lançamento sensacional para Nilmar, o atacante passou por dois, entrou em velocidade na área e encobriu o goleiro de pé esquerdo. A bola saiu ao lado do gol. Um lindo lance que produziu aplausos da torcida.

Aos 33min, D´Alessandro cobrou a falta, a bola passou pela barreira, mas saiu também pela linha de fundo. D'Alessandro, por sinal, tentava se desvencilhar da marcação, sofria faltas a todo instante e Carlos Simon nada fazia para coibir a violência. Ainda por cima aplicou cartão no argentino que o tirou da final do próximo domingo. Impaciente, a torcida xingava a atuação do árbitro. Aos 38min, Paulo César fez falta dura em Nilmar. Simon marcou a falta, mas não aplicou o cartão.

No final do primeiro tempo, aos 46min, Nilmar roubou a bola de William Feijó, entrou na área e chutou de pé esquerdo para defesa salvadora de Flávio. Grande chance colorada!

O primeiro tempo foi complicado. O Novo Hamburgo atuou muito fechado, sem dar espaços e ainda abusou das faltas. A nota negativa foi a atuação de Carlos Simon, que além de não coibir as muitas faltas do Novo Hamburgo com expulsões, ainda aplicou amarelo em D´Alessandro.

O Inter voltou sem mudanças para a etapa final. Já o Novo Hamburgo teve Vinícius no lugar de William Feijó.

Aos 2min, contra-ataque do Novo Hamburgo: Flaviano recebeu na entrada da área, girou e chutou rasteiro para defesa de Lauro. Aos 7min, Jandson entrou na área e quando ía chutar, Sandro salvou com grande carrinho. Boa jogada defensiva do volante colorado.

O Novo Hamburgo chegou forte aos 8min: após cruzamento para a área, Jandson cabeceou livre para defesa sensacional de Lauro! O goleiro espalmou para escanteio no mais puro reflexo. No minuto seguinte, o técnico Tite colocou Andrezinho no lugar de Magrão para dar mais ofensividade à articulação. A entrada de Andrezinho deixou o time com dois volantes e dois meias no meio-campo.

Aos 14min, contra-ataque em grande velocidade do Inter. D´Alessandro tocou para Taison, que entrou em velocidade na área e chutou cruzado. A bola foi desviada em Paulo César e foi para escanteio. Quase o gol colorado. Aos 16min, Taison arrancou, tabelou com Nilmar, entrou na área e chutou no corpo da defesa.

A pressão colorada era grande, e aos 17min, Nilmar abriu o placar: após bola cruzada para a área, Kléber, com muita categoria, ajeitou a bola para o atacanter, na saída do goleiro, colocar no cantinho. 1 a 0!


Nilmar abriu o placar na semifinal do primeiro turno do Gauchão

Aos 19min,  Eder chutou de fora da área para boa defesa de Lauro. Aos 20min,  Taison foi lançado por D´Alessandro e tentou encobrir o goleiro, mas Flávio salvou o Novo Hamburgo. Quase um golaço do garoto. Aos 22min, D´Alessandro e Kléber fizeram boa jogada pela esquerda até que Kléber encontrou Nilmar, na entrada da área. O atacante tentou chutar colocado e a bola passou ao lado. Aos 24min, D´Alessandro tabelou com Nilmar, entrou na área, foi à linha de fundo e cruzou para Flávio defender.

Furado o bloqueio do Novo Hamburgo, o Inter começou a encontrar espaços. O time visitante se obrigava a sair de trás e passou a conceder espaços para os contra-ataques colorados.

O Inter pressionava em busca do segundo gol. Aos 35min, depois de tocar a bola, girando de um lado para o outro por um bom tempo, Kléber cruzou, o zagueiro tentou recuar para o goleiro, Nilmar se antecipou e concluiu de calcanhar para boa defesa de Flávio. Aos 41min, saiu Nilmar, muito aplaudido, para a entrada de Alecsandro. Aos 43min, Jilian chutou cruzado para defesa segura de Lauro.

Aos 44min, D´Alessandro deu belo passe para Alecsandro, que foi derrubado por Paulo César. Pênalti para o Inter! D´Alessandro cobrou no canto e marcou o segundo gol do Inter. Inter classificado para a final!

Com o resultado, o time colorado avançou para a final da Taça Fernando Carvalho, no próximo domingo, às 16h, no Beira-Rio. Agora, o time colorado espera o vencedor da outra semifinal entre Grêmio e Veranópolis, que se enfrentam nesta sexta-feira.

?O D´Alessandro foi caçado o jogo inteiro e infelizmente o árbitro não fez nada. Agora temos que pensar no Gre-Nal de domingo. Temos que achar uma substituição para o D´Alessandro, que levou o terceiro cartão amarelo. Esperamos que mais uma vez a torcida colorada lote o Beira-Rio e nos ajude?, afirmou o assessor de futebol, Giovanni Luigi.

?Chegamos invictos, com o melhor ataque, a melhor defesa, a melhor campanha e o artilheiro. O Novo Hamburgo atuou retrancado, mas isso faz parte porque os adversários vem ao Beira-Rio resguardados. Temos um grupo forte e vamos encontrar um bom substituto para o D´Alessandro?, disse o presidente Vitorio Piffero, anunciando que a partir desta sexta-feira começam as vendas dos ingressos para os sócios da modalidade campeão do mundo.

?Até os 35 minutos do primeiro tempo o jogo foi uma tourada. O Novo Hamburgo bateu o tempo todo. O Simon está apitando diferente. No Gre-Nal foi assim, poderia ter expulsado dois e não fez. Mas no jogo de hoje, a entrada do Andrezinho melhorou o time e chegamos à vitória?, analisou o vice-presidente de futebol, Fernando Carvalho.

?Um Gre-Nal na final é mais atrativo e é bom para o público e para o campeonato, mas a gente não tem esse direito de escolher. Existe o Veranópolis que também tem chance. O time que vier vamos estar preparados?, disse o goleiro Lauro.

?Já disputei Fla-Flu, Vasco x Flamengo e posso afirmar: Gre-Nal é diferente. Será uma final de Copa do Mundo. Não queremos que o Fernando Carvalho entregue a taça ao Grêmio. Vamos lutar muito para evitar isso?, disse o meia Andrezinho.

?Foi um jogo muito truncado e picotado pelo adversário, como estratégia. O nosso time sempre procura jogar de forma competitiva e leal. O Inter teve mais volume, controlou o jogo e mereceu a vitória?, analisou o técnico Tite.



>> Galeria de fotos da partida

Inter (2): Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Kléber; Sandro, Magrão (Andrezinho), Guiñazu e D´Alessandro; Taison (Giuliano) e Nilmar (Alecsandro). Técnico: Tite.

Novo Hamburgo (0): Flávio; Paulo César, Micael (Emerson) e Luiz Henrique; Éder. Chicão, William Feijó (Vinícius), Mateus (Jilian) e João Paulo; Flaviano e Jandson. Técnico: Paulo Turra.

Gols: Nilmar (I), aos 17min do segundo tempo, D´Alessandro (I), aos 46min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Micael , Paulo César, William Feijó, Luiz Henrique, Chicão (NH), Kléber, D´Alessandro, Sandro (I).

Público: 11.699 / Renda: R$ 120.730,00.

Arbitragem: Carlos Eugênio Simon, auxiliado por Marcelo Barison e João Lúcio de Souza Júnior.

Local: Beira-Rio, Porto Alegre-RS


Outras notícias
Loja Virtual