15/02/2009

Uma atuação de luxo

Difícil na tarde deste domingo desvendar quem jogou mais no time colorado. Foi uma série de destaques na equipe do técnico Tite. Com tantas boas atuações, só poderia acabar em goleada. E o 5 a 1 poderia ter sido mais. Bem mais.


Nilmar e Taison (D), mais Índio encoberto, festejam um dos gols e a grande atuação

Os destaques colorados começam com o lateral-esquerdo Kleber. O jogador que integra seguidamente as convocações do técnico Dunga teve a sua melhor atuação com a camisa colorada até o momento. O lateral demonstrou muita qualidade nos passes, cruzamentos e lançamentos. Com a bola nos pés, é uma grande alternativa ofensiva para o Inter. "A qualidade técnica na saída de bola e na assistência do Kleber é inquestionável", elogiou o técnico Tite.

No meio-campo, Magrão foi um maestro na distribuição de passes. Além de marcar com qualidade, o volante é muito qualificado na armação com lançamentos perfeitos. Além disso, Magrão ainda foi fundamental na partida ao marcar de cabeça o gol de empate, quando time vivia o seu momento mais conturbado na partida.

Mas o melhor do time na partida foi a atuação do trio mais ofensivo: Alex, Taison e Nilmar. Os dois primeiros marcaram dois gols cada, além de protagonizarem grandes jogadas, principalmente na etapa final. Já Nilmar com sua velocidade espantosa deixou os zagueiros caxienses em pânico.

Outra boa atuação foi a entrada de Giuliano na etapa final. Demonstrou muita força, velocidade e habilidade. Fez jogadas curtas com passes precisos, mas também se movimentou com qualidade. Protagonizou com Nilmar e Taison talvez a jogada mais bonita da partida com uma troca de passes envolvente entre os três até que Taison recebeu livre na área e chutou para grande defesa do goleiro. Uma atuação de luxo do Inter.

Giuliano, que começou no banco, é uma prova da grande qualidade do grupo colorado. No banco, hoje, estavam também atletas do nível de Alecsandro, Sandro, Danilo, Michel Alves, Marcelo Cordeiro e Danilo. Isso que D´Alessandro não atuou porque vem se recuperando de lesão. "A idéia de manter uma equipe-base permanece. Futebol não se pensa em 11 jogadores, se pensa em grupo. É assim que se monta um idéia vitoriosa", disse o técnico Tite.


Outras notícias
Loja Virtual