13/12/2008

Democracia colorada: eleição histórica reelege Vitorio Piffero

O Sport Club Internacional promoveu neste sábado a maior eleição de um clube de futebol do Brasil com a participação direta dos sócios. Vitorio Piffero, da Chapa 1, foi reeleito com 6.793 votos (91.51%) e será o presidente no biênio 2009-2010. A Chapa 2, encabeçada por Cláudio Bier, teve 630 votos (8.49%). Os associados também votaram para a renovação de 150 integrantes do Conselho Deliberativo. O pleito colorado contou com a participação de 7.473 sócios em Porto Alegre e em oito núcleos eleitorais no Interior do Estado.


Vitorio Piffero (C), Pedro Affatato (E) e Mário Sérgio Martins (D) comemoram vitória na eleição: sócios elegeram o presidente do biênio 2009-2010

Números da votação

Eleição para presidente

Chapa 1: 6.793 votos (91.51%)
Chapa 2: 630 votos (8.49%)

Total de votos válidos: 7.423
Votos nulos: 22
Votos brancos: 28
Total de votos: 7.473

Eleição para o Conselho Deliberativo

Chapa 1: 4.348 (58.36%) ? 88 cadeiras no Conselho
Chapa 2: 1.960 (26.31%) ? 39 cadeiras no Conselho
Chapa 3: 1.142 (15.36%) ? 23 cadeiras no Conselho

Total de votos válidos: 7.450
Votos nulos: 28
Votos brancos: 14
Total de votos: 7.492

Votantes em Porto Alegre: 6.569
Votantes no Interior: 904

Votação histórica

Foi um dia inesquecível para a democracia colorada. O quadro social do Internacional escolheu o presidente para o biênio 2009-2010 em uma eleição sem precedentes em um clube de futebol do Brasil. Mais de 7,4 mil associados exerceram o direito de voto em urnas eletrônicas instaladas no Gigantinho e em oito núcleos eleitorais no Interior do Rio Grande do Sul: Santa Maria, Passo Fundo, Caxias do Sul, Bagé, Pelotas, Uruguaiana, Santa Cruz do Sul e Santo Ângelo. 

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) forneceu 30 urnas eletrônicas para o ginásio Gigantinho, além de duas urnas tradicionais de lona ? nas quais votaram sócios paraninfos e remidos. No Interior, cada núcleo contou com uma urna eletrônica. Funcionários do Clube desempenharam papéis importantes na votação, auxiliando de forma efetiva para o sucesso do processo eleitoral, tanto em Porto Alegre como nos demais núcleos.


Funcionários do Clube foram como mesários na votação com urnas do TRE

A logística cedida pelo TRE foi fundamental para que o resultado da eleição fosse divulgado de forma ágil. Os boletins de urna dos núcleos eleitorais do Interior foram enviados através de aparelhos de fax para a Comissão Eleitoral na Capital. Pouco mais de uma hora após o encerramento do pleito, os números finais foram divulgados pelo presidente do Conselho Deliberativo Cláudio Bonatto, em um palanque montado dentro do Gigantinho.

?Não tenho dúvidas que este foi o maior processo eleitoral em um clube de futebol no país. O Inter se preocupou em chegar até o seu associado. É claro que temos que aprimorar e estender o processo, levando a votação ao Exterior, através da internet, por exemplo. Os candidatos e todos os envolvidos estão de parabéns?, elogiou o presidente do Conselho Deliberativo Cláudio Bonatto.

Movimentação intensa no Complexo

Parecia que era um dia de jogo no Beira-Rio. Desde os primeiros minutos da votação ? que foi realizada das 9 às 17h ? milhares de sócios e torcedores circularam pelo entorno do Gigante. O dia ensolarado convidava os colorados a participarem do momento democrático da vida do Clube. Longas filas se formavam até a entrada do Gigantinho, no Portão 1, onde um setor de triagem equipado com computadores averigüava se o sócio estava, de fato, habilitado para votar. Na quadra do ginásio, foram montadas as seções eleitorais. Funcionários do Inter auxiliavam os sócios logo na entrada.


Longa fila se formou para a votação no Gigantinho

Os candidatos à presidência Vitorio Piffero (Chapa 1) e Cláudio Bier (Chapa 2) conversavam com os sócios na fila. Tanto Piffero como Bier votaram no início da manhã. Ambos permaneceram no Complexo Beira-Rio até o final da eleição. Estandes das chapas foram montados no pátio do estádio. Até mesmo o técnico da Seleção Brasileira e ex-jogador do Inter, Dunga, esteve presente no pleito do Inter.

Paralelamente à votação, milhares de colorados aproveitaram a oportunidade concedida pela direção do Clube de visitar o gramado do Beira-Rio. Os torcedores puderam tirar fotos e pisar no campo onde os jogadores do Inter conquistam importantes vitórias. A movimentação pelo gramado foi muita intensa enquanto o portão de acesso esteve liberado, até por volta das 16h.


Milhares de colorados puderam visitar o gramado do Beira-Rio

Enquanto isso, milhares de torcedores também transitavam no pátio do estádio, como se fora um dia de jogo tirando muitas fotos. Um churrasco campeiro foi organizado pelo DTG Lenço Colorado no estacionamento situado ao lado do Gigantinho para entreter os colorados.

Expectativa pelo resultado no Gigantinho

Fabrício Maia foi o último sócio a votar no Gigantinho, às 17h45min. Ele foi um dos associados que recebeu uma senha, já que muitos ainda estavam na fila no horário oficial de encerramento da votação, às 17h. ?É com muito orgulho que estou participando deste processo democrático?, declarou Maia, que veio da cidade de São Lourenço do Sul para votar.

Às 17h48min, o presidente do Conselho Cláudio Bonatto declarou encerrada a votação. Integrantes de todas as chapas permaneceram sentados nas cadeiras do Gigantinho aguardando pelo resultado. Às 18h55min, a Comissão Eleitoral comunicou aos espectadores que a apuração estava encerrada. Minutos depois, um bonito momento da democracia colorada foi registrado no ginásio: correligionários das Chapas 1, 2 e 3 começaram a bater palmas e cantar ?Colorado, colorado, nada vai nos separar?, em uma bonita amostra de amor ao Clube.


Chapa 1 celebra vitória para a presidência e na eleição de conselheiros

A expectativa pelos números finais da votação aumentava a cada minuto. A vitória da Chapa 1 foi anunciada às 19h05min, seguida dos números da votação para a renovação do Conselho Deliberativo: ?Declaro Vitorio Piffero reeleito para a presidência do Inter para o biênio 2009-2010. Os 150 novos conselheiros também estão empossados?, definiu Bonatto.

Muitos aplausos e gritos entusiasmados irromperam no Gigantinho. Todos comemoravam o sucesso da maior eleição da história de um clube de futebol brasileiro.

A comemoração de Vitorio Piffero

O presidente Vitorio Piffero aguardou com tranqüilidade o resultado da votação. Sentado entre os vice-presidentes Pedro Affatato e Mário Sérgio Martins, que compuseram a Chapa 1, o presidente reeleito com mais de 90% dos votos agradeceu a participação do quadro social do Inter.


Reeleito presidente do Inter, Vitorio Piffero faz o 'V' da vitória em dia histórico

?Foi um dia inesquecível da democracia colorada. A participação dos sócios foi condizente com o tamanho do Inter. Os torcedores vieram de forma ordenada ao Gigantinho vestindo a camisa colorada para participar deste momento importante do Clube. Foi como um jogo, a movimentação intensa no estádio, tudo que cercou a eleição. Todos os colorados ganharam ao final da eleição?, comemorou o presidente de milhões de torcedores do Inter.

Os planos para o biênio 2009-2010


Presidente Vitorio Piffero concede entrevistas após resultado da eleição

Depois de receber os cumprimentos dos seus correligionários e de membros das outras chapas, Vitorio Piffero falou com a imprensa sobre seus planos para os dois próximos anos do seu novo mandato. ?O importante é que resgatamos o orgulho da camisa colorada. Talvez esta seja a maior conquista de todas. Agora o nosso objetivo é manter o time forte, com alta competitividade. Se saírem jogadores, vamos repor com outros de mesmo nível. Os sócios votaram em um modelo vitorioso de gestão. Vamos seguir trabalhando forte para conquistarmos ainda mais títulos?, projetou o presidente reeleito.

> Galeria de fotos da Eleição

> Confira as nominatas que concorreram para Presidência e Conselho Deliberativo


Outras notícias
Loja Virtual