14/10/2008

Presidente Piffero e governadora Yeda Crusius assinam termo de cooperação pela Copa 2014

O Inter, através de seu presidente Vitorio Piffero, assinou na manhã desta terça-feira (14/10) o termo de cooperação em prol da Copa do Mundo de 2014. Com a chance de o Rio Grande do Sul ser uma das subsedes da Copa, a governadora Yeda Crusius instituiu, no Salão Negrinho do Pastoreiro do Palácio Piratini, o comitê executivo e o grupo de trabalho da Copa, o qual o presidente Piffero faz parte. "É grandioso o nosso projeto tanto quanto lutamos para ter a Copa novamente aqui", afirmou Yeda Crusius.


Vitorio Piffero assinou adesão ao Comitê Executivo e Grupo de Trabalho da Copa 2014

A comissão, formada por representantes da dupla Gre-Nal, órgãos do governo do Estado e da prefeitura de Porto Alegre, tem a tarefa de elaborar e executar o planejamento estratégico para realizar as obras necessárias para que o Rio Grande do Sul venha a abrigar jogos do mundial. Esta possibilidade envolve não apenas interesse esportivo, mas também importância social, política e econômica. "A cidade e o Estado serão sede e devem participar das melhorias, tais como acesso aos estádios, transportes, enfim, quesitos que estão no caderno de encargos da Fifa e devemos cumprir", destacou Vitorio Piffero.


Governadora Yeda Crusius destacou importância de uma Copa do Mundo em Porto Alegre

Yeda Crusius ressaltou, ainda, a posição do Estado no conesul, que faz com que "a qualidade do futebol e a imensa legião de aficcionados nos países vizinhos determinem Porto Alegre como sede natural para a Copa. Mas é preciso também cumprir vasto ritual". "Com essa perspectiva, não mediremos esforços nem perderemos tempo algum. Estamos juntos na articulação de todas as forças capazes de intervir nesse processo. A união dos gaúchos será invencível, temos certeza. Vamos extrair o máximo benefício que essa oportunidade nos proporcionará, com os investimentos que são necessários para a realização deste evento de forma impecável", disse a governadora.


Representantes das principais instituições gaúchas envolvidas na organização da Copa assinaram compromisso de trabalho para 2014

Para Emídio Perondi, representante da CBF, o Estado não poderia ficar fora do espetáculo da Copa do Mundo. "Com as forças vivas que temos no Rio Grande do Sul, tenho certeza que podemos fazer um grande papel. A base de tudo isso é o grupo de trabalho que hoje se forma", falou. Perondi lembrou de João Havelange - ex-presidente da Fifa - que há 35 anos transformou a Copa num evento para todos. "O Inter já está buscando sua modernização, o estádio já é bonito e ficará muito melhor para representar bem o Estado", falou Emídio Perondi.

O Comitê Executivo é formado pela união da comissão responsável pela interação com a CBF e Fifa, coordenada pela Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer, e a Frente Parlamentar criada em 16 de abril deste ano e liderada pelo deputado Luís Augusto Lara. "O Inter está fazendo a sua parte, o dever de casa, com recursos próprios. Temos o projeto Gigante Para Sempre que servirá para a Copa, para os colorados e ficará como legado após 2014 para toda a comunidade gaúcha", completou o presidente colorado Vitorio Piffero.

Grupo de Trabalho

O grupo de trabalho terá a responsabilidade de apresentar planos de ações para atrair a adesão de núcleos como universidades, federações empresariais e prefeituras em torno de metas e de investimentos para que a capital gaúcha venha a abrigar jogos do mundial de futebol. Um levantamento de necessidades de infra-estrutura para que o Estado receba equipes e turistas está entre as prioridades. Os resultados serão repassados aos governos estadual e federal, com projeções de recursos a serem captados.

Próximos passos

O próximo passo para fazer o Estado ser subsede da Copa 2014, será nesta quarta-feira (15/10), em que o comitê executivo e o grupo de trabalho se reunirão com a equipe da Associação Brasileira da Infra-Estrutura da Indústria de Base (Abdid), responsável pela inspeção técnica das cidades candidatas a sediar jogos.

Esta associação, que representa a CBF, fará um levantamento de infra-estrutura e do que será preciso para trazer a Copa do Mundo. No próximo dia 12 de dezembro, a Abdib entrega um relatório com o que foi levantado e até 15 de fevereiro entrega o documento definitivo. A escolha das subsedes da Copa 2014 ocorrerá em março de 2009, segundo o calendário da Fifa.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual