18/09/2008

Guiñazu: um ídolo colorado

Ele é  ídolo da torcida. Entre o grupo de jogadores, é visto como fonte de inspiração para as batalhas contra os adversários em campo. Trata-se de Guiñazu, o argentino que conquistou o Beira-Rio. A empatia do volante com os colorados cresce a cada dia, ao ritmo das suas atuações marcadas pela raça.


Guiñazu recebe do músico Kako Kanidia camiseta e música estilizados

A quinta-feira foi igual a muitas outras para Guiñazu. O volante vestiu a sua tradicional capa de chuva sob o uniforme e partiu para o treino. A mania do argentino tem uma explicação: com a capa de lona, ele sua intensamente durante a preparação da semana. Sem ela, na partida, o corpo parece ficar ainda mais leve. Talvez, este seja um dos segredos da intensidade com a qual se entrega em cada jogo. "O meu forte é a movimentação, correr muito. O dia que não tiver mais esta capacidade, largo o futebol", garante.


Guiñazu e sua tradicional capa de chuva no treino

Durante a atividade realizada no campo principal do Beira-Rio, que acertou os detalhes do time que enfrentará o Vitória pelo Brasileirão, Guiñazu não economizou esforços: marcou forte, deu carrinhos e mostrou a vitalidade que lhe é peculiar sempre que pisa no gramado para jogar futebol.

No último final de semana, contra o Botafogo, teve uma atuação impressionante. O argentino foi combativo durante os 90 minutos, e quando a bola esteve em seus pés, fez passes qualificados, como os que trocou com Taison no lance que deu origem ao gol de D'Alessandro, o segundo do Inter no Estádio Engenhão.


Volante teve atuação exuberante contra o Botafogo

Depois da partida, até mesmo funcionários do Botafogo que estavam nos arredores do campo elogiaram a exuberante atuação do jogador colorado. "O pessoal chegou perto de mim e disse que eu tinha acabado com o jogo. Foi bem impressionante", conta.

Para os colorados, impressionante é a identificação do volante com o Inter. Há pouco mais de um ano no Beira-Rio, Guiñazu tornou-se um dos símbolos da raça colorada. A total entrega em campo cativa os companheiros de time, que não escondem a admiração pelo argentino. "Ele serve de inspiração para todo mundo", revela o volante Edinho.

Depois de cumprir com afinco mais um rotina de treinamentos na tarde desta quinta, Guiñazu ganhou uma surpresa na saída do vestiário. O guitarrista da banda Maria do Relento Kako Kanidia entregou uma camisa com um desenho estilizado do rosto do jogador e a frase 'El Cholo Peleador'. Mas o melhor estava por vir. Uma música foi composta especialmente para Guiñazu, nos mesmos moldes das criadas para Fernandão, Bolívar e Rafael Sobis no já conhecido CD Ataque Colorado, lançado em duas edições, a segunda contendo várias músicas cantadas pela torcida nos dias de jogos no Beira-Rio.

"A gente faz estas músicas para motivar os jogadores. A fase do Guiñazu é excelente, por isso ele merecia esta homenagem. Ele é um guerreiro, uma espécie de Conan, o Bárbaro. Fiz a música com esta inspiração meio medieval", conta Kako Kanidia.

Ainda no estacionamento do Gigante, Guiñazu escutou pela primeira vez a música no cd player de um carro. Logo nos primeiros acordes, que tem como base a melodia da música Fear of the dark, da banda de metal Iron Maiden, o volante começou a acompanhar o ritmo com os dedos. Quando escutou seu nome, não se conteve: "Bah, muito legal! Impressionante! Obrigado mesmo, obrigado", agradecia um emocionado Guiñazu.

Sem dúvida, quem agradece é a torcida colorada!

>> Clique aqui e ouça!

>> Para ouvir e comprar os dois cd's Ataque Colorado acesse www.ataquecolorado.com.br 

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual