28/08/2008

Inter elimina Grêmio de novo


Inter empatou em 2 a 2 com o Grêmio e ficou com a vaga na próxima fase da Sul-Americana



>> Veja  a galeria de fotos do clássico

Pela quinta vez consecutiva, o Internacional passou pelo Grêmio em confrontos eliminatórios na noite desta quinta-feira ao empatar em 2 a 2 no Estádio Olímpico e avançar à próxima fase da Copa Sul-Americana. Os gols colorados foram marcados por Nilmar e Índio, enquanto Perea e Soares fizeram os gols do adversário. Na próxima fase, o time colorado enfrenta o vencedor da série entre Universidad Católica e Olímpia. No primeiro jogo, no Chile, o Universidad goleou por 4 a 0.

A exemplo das outras vezes nas quais Inter e Grêmio se enfrentaram em confrontos eliminatórios, deu Inter mais uma vez. Assim como nas semifinais do Brasileirão de 1988, na quartas-de-final da Copa do Brasil de 1992, na seletiva para a Libertadores de 1999 e na segunda fase da Copa Sul-Americana de 2004, o time colorado despachou o seu rival.

A vantagem colorada foi obtida por ter marcado dois gols no Estádio Olímpico, já que na primeira partida o empate foi em 1 a 1, no Beira-Rio. Gol fora de casa é critério de desempate na Copa Sul-Americana. Agora o time colorado avança para a próxima fase, na qual vai enfrentar o ganhador de Olímpia, do Paraguai, e Universidad Católica, do Chile, que irão definir a vaga no dia 17 de setembro.

Para buscar a classificação à próxima fase da Sul-Americana no Olímpico, o técnico Tite escalou a equipe com Clemer; Índio, Bolívar e Marcão; Ricardo Lopes, Magrão, Guiñazu, D´Alessandro e Gustavo Nery; Taison e Nilmar. As novidades coloradas ficaram por conta do retorno do lateral-direito Ricardo Lopes, que se recuperou de lesão, e da presença de Taison no ataque, na vaga de Alex, que não foi relacionado para a partida.

O Grêmio foi definido com Marcelo Grohe; Léo, Jean e Amaral; Makelele, William Magrão, Rudinei, Ortemann e Helder; Souza e Soares.

A partida teve transmissão para mais de 40 países, o que demonstra o grande interesse no maior clássico do Rio Grande do Sul. Este foi o quarto clássico Gre-Nal válido pela Copa Sul-Americana. Nos anteriores, houve uma vitória para cada time, além de um empate.

Quando o Inter entrou em campo, a torcida colorada presente fez bonita festa com muitas bandeiras e sinalizadores vermelhos.

O jogo

O Gre-Nal começou com muitas faltas. Nos primeiros dois minutos, foram quatro faltas marcadas pela arbitragem.

Aos 4min, Souza tentou arriscar da intermediária, a bola quicou, mas Clemer defendeu com segurança. Aos 5min, Magrão deu grande passe para Nilmar, que matou no peito, invadiu a área, mas Marcelo Grohe salvou com grande saída de gol. A primeira chegada forte colorada.

A saída de bola do Inter era feita por Magrão, que procurava aparecer para o jogo distribuindo lançamentoe e passes. Guiñazu se destacava no sistema de marcação com bons desarmes.

Aos 12min, Taison deu passe sensacional para Gustavo Nery, que entrou na área livre, e chutou rasteiro no canto. A bola saiu a centímetros da trave. Quase o gol colorado. O Grêmio respondeu aos 14min: Souza cobrou escanteio e Rudinei cabeceou para defesa sensacional de Clemer.

Depois de um começo morno, o Gre-Nal aumentou de emoção. O Inter chegou forte em duas oportunidades com Nilmar e Gustavo Nery. O Grêmio respondeu com cabeçada de Rudinei para grande defesa de Clemer.

Aos 17min, Nilmar tocou de cabeça para Gustavo Nery, na área, mas o juiz marcou falta de Nilmar na zaga. Aos 20min, Souza fez boa jogada pelo meio e chutou por cima, de fora da área. Aos 23min, D´Alessandro cruzou da direita para Índio cabecear por cima em boa chance colorada. Aos 27min, Makelele foi à linha de fundo e cruzou para a pequena área, onde Clemer defendeu com boa saída de gol.

Aos 28min, grande chance do Inter: D´Alessandro deu passe sensacional para Nilmar, que entrou na área e chutou rasteiro ao lado do gol. Aos 30min, Índio recebeu cartão amarelo por falta em Soares.

Aos 31min, depois de um bate-rebate na área do Inter, a bola sobrou para Léo chutar de voleio para defesa tranqüila de Clemer. D´Alessandro começava a aparecer bem na armação das jogadas pelo meio. O argentino tentava colocar a bola no chão e distribuir aos atacantes e alas. Aos 38min, Léo foi advertido com cartão amarelo por falta em Nilmar.

O Inter quase abriu o placar aos 44min: Taison deu grande arrancada, passou pelo marcador, entrou na área e chutou para defesa sensacional de Marcelo Grohe. No rebote, D´Alessandro chutou forte e a zaga salvou na pequena área. Aos 45min, D´Alessandro cobrou escanteio e Bolívar cabeceou para boa defesa de Marcelo. Foi o último lance do primeiro tempo.

O Inter foi melhor na primeira etapa. Criou pelo menos três chances claras de gol com Gustavo Nery, Nilmar e Taison, mas não conseguiu abrir o placar. D´Alessandro na armação e Magrão no meio-campo foram destaques.

Inter e Grêmio voltaram sem modificações para a etapa final.

Logo aos 2min, Nilmar fez grande jogada, invadiu a área, a zaga tentou cortar, mas ela sobrou para o próprio Nilmar, que tocou por cobertura e marcau um golaço para o Inter!!!! Na comemoração do gol colorado, Nilmar correu em direção à torcida do Inter e fez grande festa com cerca dos 2 mil colorados presentes.

Aos 3min, D´Alessandro pegou rebote de fora da área e acertou um chutaço no ângulo que Marcelo Grohe salvou em grande defesa para escanteio. Com o gol, o Grêmio teve que sair de trás e deu espaços para Nilmar. Aí o atacante deixou em polvorosa o sistema de defesa tricolor com sua grande velocidade.

Aos 5min, entrou André Luiz e saiu Rudinei no Grêmio. Aos 7min, Souza cobrou falta forte e Clemer fez grande defesa. Aos 14min, Souza cobrou escanteio e a bola atravessou a pequena área com perigo. Aos 20min, Souza fez boa jogada pela esquerda e chutou forte para ótima defesa de Clemer para escanteio.

Aos 25min, saiu Taison e entrou Daniel Carvalho. Aos 25min, no seu primeiro lance, Daniel Carvalho cruzou na medida para Índio cabecear forte e marcar o segundo gol colorado!!!! Festa do Inter no Olímpico!!!!

Aos 28min, saiu D´Alessandro para a entrada de Edinho. A torcida do Grêmio que cantava, debochava de Clemer, agora ficava em silêncio, enquanto a torcida do Inter fazia grande festa no Olímpico. Aos 34min, confusão na área do Inter, vários jogadores se empurram e Clemer e William Magrão recebem cartão amarelo. Aos 38min, Perea recebeu na área, driblou e chutou forte para fazer o gol de desconto do Grêmio. Aos 40min, Souza cobrou falta ao lado com perigo.

O Grêmio pressionava, e aos 43min, Soares empatou o clássico: 2 a 2. O Inter continha a tentativa desesperada tricolor na busca pelo empate. Apesar dos três minutos de acréscimo sinalizados pelo árbitro Leonaro Gaciba, o Inter foi valente e garantiu a classificação à próxima fase da Sul-Americana. O adversário será definido no próximo dia 15 de setembro, quando Universidad Católica e Olímpia se enfrentam no Paraguai. No primeiro confronto, no Chile, o Universidad goleou por 4 a 0.

"Poderia ter sido com uma vitória, mas o que interessa é a classificação", comemorou Nilmar.

"Estamos  com o sentimento de dever cumprido", resumiu o volante Magrão.

"A classificação ficou com o time que jogou melhor as duas partidas", afirmou o argentino D'Alessandro.

"Estou muito feliz por ter marcado um gol e ajudado na classficação", comemorou o zagueiro Índio.

"Estávamos jogando muito bem até os 35min. Poderíamos ter feito um placar mais dilatado. Mas o importante foi ter ficado com a vaga", analisou o presidente Fernando Carvalho.

"Jogamos com o regulamento debaixo do braço. Nosso objetivo era seguir adianta na competição e conseguimos", ressaltou o vice-presidente de futebol Giovanni Luigi.

"Éramos merecedores da vitória, poderíamos ter chegado ao terceiro gol, mas acabamos diminuindo o ritmo e cedemos o empate. Mas o nosso objetivo era classificar. Nenhum clube brasileiro ainda conseguiu este título. Nós estamos na briga", declarou o técnico Tite.

>> Vídeo: veja os melhores momentos da classificação no Olímpico

Ficha técnica:

Grêmio (2): Marcelo Grohe; Léo, Jean e Amaral (Adílson); Makelele (Perea), William Magrão, Rudinei (André Luiz), Orteman e Helder; Souza e Soares. Técnico: Celso Roth.

Internacional (2): Clemer; Índio, Bolívar e Marcão; Ricardo Lopes, Magrão (Andrezinho), Guiñazu, D´Alessandro (Edinho) e Gustavo Nery; Taison (Daniel Carvalho) e Nilmar. Técnico: Tite.

Gols: Nilmar (I), aos 2min do segundo tempo, Índio (I), aos 25min do segundo tempo, Perea (G), aos 38min do segundo tempo, e Soares (G), aos 43min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Índio, Guiñazu, Taison, Clemer (I), Jean, Hélder, William Magrão (G).

Arbitragem: Leonardo Gaciba, auxiliado por Roberto Braatz e Alessandro Rocha.

Local: Olímpico, Porto Alegre. 


Outras notícias
Loja Virtual