23/05/2008

REPERCUTINDO A NOTÍCIA



Por Roberto Siegmann
Vice-presidente de Serviços Especializados

A Assessoria de Comunicação do Inter é formada por profissionais de jornalismo. Nosso trabalho diário é o de abastecer o site e os demais veículos do Clube de informações úteis e interessantes para os nossos torcedores. O Site do Inter é a forma mais ágil de levar a informação que parte do Clube diretamente ao interessado. Talvez essa seja a razão de colhermos um crescente número de acessos. Agora, ampliando a nossa atividade, estamos inaugurando um espaço de repercussão das notícias e temas que de alguma forma se tornam de domínio público. Semanalmente estaremos lançando um tema para o debate e reflexão.

Inauguramos esse espaço comentando a informação dada pelo Conselheiro do Inter, Claudio Bier, à Rádio Gaúcha, atribuindo as eventuais dificuldades do time a ruídos no relacionamento de dois atletas:  Fernandão e Nilmar. É necessário estabelecer um vínculo com a realidade. O referido Conselheiro não possui qualquer relação ou intimidade com o vestiário do Inter, com as questões do futebol e participação administrativa. Além disso, é ele o mesmo que no passado proferia mais um apocalíptico vaticínio: o Internacional estava quebrado. Depois disso, ganhamos três títulos de relevância internacional - Libertadores da América, Mundal FIFA e Recopa. Atingimos a invejável condição de um dos clubes brasileiros de maior solidez financeira e econômica.

A fantasia já foi desfeita. Nilmar e Fernandão têm excelente relação bem como todos os jogadores do grupo. O futebol do Inter é dirigido com competência pelo Vice-presidente de futebol, Giovanni Luigi e pelo nosso vitorioso treinador Abel Braga.

Desfeita a maldosa inventiva, resta a pergunta: qual o papel de um Conselheiro do Clube? Não seria o de auxiliar os propósitos maiores que são perseguidos - agora a conquista do Campeonato Brasileiro, após termos reassumido a hegemonia do futebol gaúcho?

Alertamos que se o objetivo foi o de gerar intranqüilidade, ele não foi atingido.

Ao torcedor colorado cabe um papel importante - ser um fiscal da atuação daqueles que pretensamente falam do Inter.

Roberto Teixeira Siegmann
Vice-presidente de Serviços Especializados
   


Outras notícias
Loja Virtual