11/01/2008

O ÚLTIMO TESTE NAS ÁRABIAS

Por Alexandre Corrêa (textos) e
Alexandre Lops (fotos)
Enviados Especiais/Abu Dhabi
Edição final: Felipe Silveira

O amistoso contra o Al Jazira, uma das principais equipes dos Emirados Árabes, será realizado no moderno Estádio Mohamed Bin Zayed, com capacidade pra cerca de 20 mil torcedores. O técnico Abel Braga utilizará a partida para as últimas observações antes da estréia diante do Inter-SM, em Santa Maria, no próximo dia 20.

A partida também marca o último jogo nos Emirados Árabes, onde o clube realiza a sua pré-temporada e conquistou na última segunda-feira a Dubai Cup. ?Estamos treinando bastante para chegar ao Brasil e começar bem as competições?, afirmou o capitão Fernandão.


Fernandão (D) e Nilmar no último treino antes do amistoso em Abu Dhabi

Abel adiantou que pretende utilizar uma equipe em cada tempo, provavelmente começando com o time reserva. Dessa forma, o Inter deve ter Clemer; Índio, Wellington Monteiro e Titi; Jonas, Danny, Roger, Gil e Ramon; Adriano e Guto. No intervalo, entrariam Renan; Wellington Monteiro, Sidnei, Orozco e Marcão; Maycon, Magrão, Alex e Fernandão; Iarley e Nilmar.


Danny Morais (D) deve iniciar a partida contra o Al Jazira

Como só conta com 19 jogadores de linha, porque Edinho e Guiñazu se lesionaram e precisaram retornar ao Brasil, o treinador vai colocar Wellington Monteiro nos dois tempos. No primeiro, atuando como líbero. Na etapa final, na lateral-direita. ?Vamos utilizar todos os jogadores. O objetivo é mostrar que confiamos em todo mundo?, disse o técnico. ?A gente não quer perder, mas vai ser um treinamento. Faz parte da nossa pré-temporada.?

A principal novidade na equipe titular é a presença de Iarley no ataque ao lado de Nilmar. Com a ausência de Guiñazu, Abel definiu pela entrada do atacante. Com isso, Fernandão recua um pouco para fazer a ligação com o ataque. Além disso, Alex ocupa a função de Guiñazu.


Iarley formará a dupla de ataque com Nilmar

Apesar de ser o último jogo, não será a última atividade do Inter em Abu Dhabi. Muito pelo contrário. O grupo ainda treina forte no domingo e na segunda-feira na capital dos Emirados Árabes. Só retorna ao Brasil na terça-feira com chegada prevista por volta da meia-noite (horário de Brasília) a Porto Alegre.

O adversário

O Al Jazira, adversário deste sábado, é um dos principais times do Oriente Médio. A estrutura à disposição do Inter é fantástica com campos de treinamento, salas de musculação, hotel, ginásios, tudo no mesmo local. Em relação ao time que irá jogar, o principal jogador da equipe é o holandês Cocu, ex-jogador do Barcelona e da seleção do seu país. Cocu é também o jogador mais valorizado dos Emirados Árabes. Calcula-se que receba 350 mil euros por mês. O Al Jazira tem também dois atacantes da seleção da Costa do Marfim.


Holandês Cocu é um dos destaques do Al Jazira (fotos: Alexandre Corrêa)

Notas coloradas

  • O presidente do Conselho de Administração do Al Jazira, Mohamed Thani al Romaithi, visitou nesta sexta-feira os dirigentes do Inter durante o último treino antes do amistoso. Romaithi afirmou que quer contratar Rafael Sobis, do Bétis. ?Quero a ajuda do Inter para contratar o Rafael Sobis. Se não, vou contratar o Nilmar?, falou, em tom de brincadeira Romaithi, que posou para fotos com os dirigentes colorados.


Da esq. para dir.: Alessandro Gomes (ex-dirigente do Inter), Vitorio Piffero, Mohamed Thani al Romaithi, Jorge Avanici (vice-presidente de marketing) e Marcelo Ludwig Otton (diretor de futebol do Inter) 

  • Inter e Al Jazira se encontraram no final da tarde no campo de treinamentos do clube árabe. Tão logo o time colorado deixou o campo, os jogadores do Al Jazira entraram para o treinamento.

  • O goleiro Clemer vem atuando em alguns exercícios na linha para completar o time, já que Guiñazu e Edinho voltaram ao Brasil. E ontem Clemer foi um dos destaques do recreativo ao marcar um golaço de bicicleta. Uma pintura de gol.


Improvisado na linha, Clemer marcou um gol de bicicleta no treino

  • O ritmo de treinamentos tem sido puxado em Abu Dhabi. Mesmo na véspera do jogo, quando normalmente o treino é um pouco mais leve, os jogadores trabalharam forte por uma hora e meia com muitos exercícios de corridas, toque de bola e movimentação conduzidos pela comissão técnica. ?Estamos encarando com muita seriedade para começar bem o Gauchão?, afirmou o goleiro Clemer.

>> Galeria de fotos do treino


Outras notícias
Loja Virtual