24/10/2007

INTER PROJETA PARTIDA CONTRA O PARANÁ

O Internacional segue se preparando para o confronto com o Paraná no próximo domingo (28/10), em Curitiba. O técnico Abel Braga antecipou que o time que buscará a segunda vitória consecutiva no Brasileirão deve ser o mesmo que atuou diante do Juventude. A única novidade será o retorno de Sorondo à zaga no lugar de Orozco.


Fernandão (E) e Marcão durante treino físico na manhã desta quarta-feira

O grupo colorado realizou um forte treino físico na manhã desta quarta-feira. Todos os jogadores fizeram musculação e correram por cerca de 30 minutos em volta do gramado suplementar. O treino com bola deve ocorrer na manhã desta quinta.


Preparador físico Eduardo Silva orienta atividade no campo suplementar

Diferentemente da última semana, quando Abel manteve o mistério sobre qual time colocaria em campo no clássico contra o Juventude, o Inter está definido para enfrentar o Paraná. A única mudança em relação à equipe que goleou por 3 a 0 na última rodada será o retorno do zagueiro Sorondo. O uruguaio cumpriu suspensão automática e entrará no lugar de Orozco.

"O time correspondeu muito bem contra o Juventude e deverá sem mantido, a não ser que haja algum probelma de lesão até o final de semana. A produção em campo foi boa e deverá aumentar ainda mais no próximo jogo. Nosso objetivo agora é dar continuidade para que as mudanças táticas amadureçam dentro da equipe", projeta Abel.

O desempenho de Marcão na lateral esquerda recebeu elogios do treinador colorado. Para Abel (foto), o jogador não ressentiu os 60 dias que ficou afastado dos gramados por conta da suspensão imposta pelo STJD: "Ele entrou muito bem. Teve um rendimento satisfatório apesar do longo período que ficou sem jogar. Sem a bola, o Marcão compõe muito bem como terceiro zagueiro. Além disso, o time ganha qualidade na saída de bola", avalia.

Contra o Paraná, o Inter buscará a terceira vitória fora de casa no Brasileirão 2007. Até agora, o time colorado venceu duas vezes (contra Sport e América) longe do Beira-Rio. Por outro lado, Abel ressaltou alguns números na entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira que evidenciam pontos positivos do Inter. Nos 14 jogos que Abel comandou a equipe desde o seu retorno ao Gigante foram registradas 5 vitórias, 5 empates e 4 vitórias. Somente em duas oportunidades o Inter não marcou gols. E mais: em seis jogos a equipe não sofreu gols. 

"São detalhes interessantes que ajudam a dar convicção aos jogadores. Desde a partida contra o São Paulo que mudamos a nossa postura para melhor. O time evoluiu muito a partir deste jogo. É claro que o retrospecto fora do Beira-Rio não é animador, mas neste campeonato, com exceção do São Paulo, a maioria dos times sente muito o 'fator casa'. Não é uma exclusividade do Inter", avalia o técnico.

Por fim, Abel espera um jogo difícil em Curitiba. O Paraná luta para escapar do rebaixamento e deve adotar uma postura ofensiva contra o Inter. "O empate não serve para nenhum dos times. Conheço o Saulo (técnico de Paraná) e sei que ele vai colocar o time no ataque. Também vamos ter que superar a irregularidade do gramado, o que vai ser um fator a mais de dificuldade", analisa.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual