29/07/2007

GALLO IGNORA VAIAS DO SPORT E DÁ NÓ TÁTICO

Antes da partida, a imprensa pernambucana e a torcida do Sport consideravam o confronto como uma chance de revanche sobre o técnico Alexandre Gallo, que deixou o clube para ir treinar o Inter no final de abril, depois de conquistar o Campeonato Pernambucano. Um comentarista da Rádio Clube do Recife chegou a dizer que o Sport agora tinha um técnico muito melhor que Gallo: Geninho. Pois o treinador colorado deu um show tático e montou um esquema que anulou o time da casa. ?Não existe resposta ao Sport. Conhecíamos um pouco a estrutura do time deles e isso ajudou um pouco, mas o mérito é dos atletas, que se dedicaram muito e estão de parabéns?, afirmou Gallo.

Coube justamente a Gallo, que durante o Campeonato Pernambucano foi campeão sem perder em casa com o Sport, ser o comandante do primeiro time a derrotar a equipe do Recife na Ilha do Retiro na temporada. O talento do treinador começou na armação do time. Surpreendendo a todos, colocou o peruano Hidalgo como líbero para ser o antídoto da velocidade do ataque do time da casa. ?O Hidalgo tem técnica e velocidade para a função. Coloquei ele porque o ataque do Sport é muito rápido?, explicou o treinador.


Gallo teve papel destacado na vitória do Inter na Ilha do Retiro

O próprio Hidalgo, lateral-esquerdo de origem, nunca havia atuado na posição, o que não impediu o jogador de ter uma atuação eficiente. ?Nunca tinha jogado como líbero, mas me senti bem na função. Se o treinador precisar, podemos repetir?, disse o peruano. ?O Inter tem um grupo com jogadores que podem fazer várias funções. Isto é muito bom?, elogiou Gallo.

Foi de Gallo e da comissão técnica também a jogada ensaiada para o gol de Índio, o segundo do Inter na partida. O treinador trabalhou forte com os jogadores e pediu ao grupo para executar a cobrança no segundo pau para Índio, sabendo que o Sport costuma marcar bem na primeira trave. Deu certo. ?Fizemos uma partida para vencer o Sport e mandamos no jogo?, disse o treinador.

Se antes do jogo as vaias dos torcedores do Sport se direcionavam especialmente a Gallo, a goleada colorada fez o Estádio da Ilha do Retiro silenciar na medida que se aproximava do final. E quando o Inter deixou o estádio, alguns torcedores pernambucanos chegaram a aplaudir a equipe colorada, como sinal de reconhecimento à grande atuação.


Outras notícias
Loja Virtual