1º/06/2007

OS DESTAQUES COLORADOS NO MÉXICO

Por Alexandre Corrêa (textos) e
Alexandre Lops (fotos)

Apesar da derrota por 2 a 1, o Internacional teve vários destaques durante a primeira partida das finais da Recopa Sul-Americana. A começar pelo gol. Clemer fez pelo menos duas defesas sensacionais que não deixaram o time colorado ser derrotado por escore maior. Em uma delas, no primeiro tempo, o experiente goleiro salvou um chute de Caballero no ângulo. Na etapa final, uma cobrança violenta de falta por Gimenez foi detida por Clemer também. "Temos plenas condições de buscar o resultado no Beira-Rio. Mesmo com a derrota, o pessoal mostrou que está no espírito da comeptição, com garra e dedicação em campo. Não vai ser diferente no jogo de volta", projetou o camisa 1.


Fernandão (C) comemora com Pinga (E) e Pato (D): Inter teve destaques contra o Pachuca, no México

Na defesa, Sidnei teve uma grande atuação. Apesar de ter apenas 17 anos, o garoto jogou com grande vigor e segurança. Ganhou quase todas as jogadas e foi um dos principais pilares defensivos do time. "Os companheiros me deixam bem tranqüilo para desempenhar meu futebol", revelou Sidnei. Na lateral-esquerda, Rubens Cardoso também mostrou um bom futebol. Foi dele o lançamento perfeito para Pato marcar o gol do time do técnico Alexandre Gallo. Além disso, o treinador pediu a Rubens que aparecesse bastante no apoio e ele assim o fez, principalmente no primeiro tempo. "Vejo uma evolução muito grande na equipe, com disposição, raça e garra. Isso nos dá subsídios para que a torcida lote o Beira-Rio e vamos partir pra cima pra vencer", afirmou o lateral ao final da partida.


Pato deu trabalho à defesa mexicana no primeiro confronto da Recopa 2007

No meio-campo, Pinga também se movimentou bem na primeira etapa. Controlou a bola e puxou bons contra-ataques. Por fim, na frente, o garoto Alexandre Pato mais uma vez apareceu com gols. Com apenas 17 anos, o garoto marcou gols em todas as competições que participou até agora pelo Inter: Brasileirão 2006, Brasileirão 2007, Mundial 2006, Gauchão 2007 e Recopa 2007. Já fez sete gols pelo Inter, cinco deles nesta temporada, na qual é o goleador do time. Foi de Pato também o drible mais bonito da partida. Um balãozinho sobre o adversário, que arrancou um òóóóó de admiração dos próprios mexicanos.


Outras notícias
Loja Virtual